Avaliação Dos Efeitos E Da Segurança Da Técnica De Empilhamento De Ar Em Doentes Submetidos A Operações Intratorácicas Não Cardíacas Eletivas

Avaliação Dos Efeitos E Da Segurança Da Técnica De Empilhamento De Ar Em Doentes Submetidos A Operações Intratorácicas Não Cardíacas Eletivas

Author Teodoro, Renata De Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Faresin, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Pneumologia)
Abstract It can usually be seen a change in the ventilatory pattern, a decrease in the pulmonary volumes and capacities, a loss of the sigh mechanism, and a decrease in the peak expiratory flow (PEF) and in the peak flow of cough (PFC) after a thoracic surgical intervention. Painful stimuli are very intense and result in the voluntary reduction of respiratory movements, making coughing less effective. The air stacking technique has been studied in patients with neuromyopathies and demonstrated to be able to act positively on the biomechanical components that make up the PEF and PFC, thus raising the hypothesis that the intervention may also be efficient in patients operated on the chest. Objectives: To evaluate the effects and safety of the air stacking technique on PEF and PFC in the postoperative period of patients undergoing intrathoracic operations. Method: Thirty patients undergoing elective non-cardiac thoracic surgery received the air stacking technique on the 3rd postoperative day. All the participants were evaluated in the preoperative period and and physical examination data recorded in an evaluation form containing, clinical diagnosis, surgical indication, comorbidities, habits, use of medications and preoperative spirometric data. The symptoms of dyspnea, pain and measurements, heart rate (HR), respiratory frequency (f), blood pressure (BP), peripheral oxygen saturation (SpO2), maximum inspirational pressure (MIP), maximum expiratory pressure (MEP), PEF and PFC were evaluated in the preoperative and 3rd postoperative days. Results: Nine patients (30%) were female and 21 (70%) were males, with a mean age of 54.1 + 11.8 years. The PFE and PFC increased significantly from 46% + 11 to 103% + 11 and from 45% + 10 to 101% + 4.2 from that predicted after the application of the technique. The Borg dyspnea scale increased from 2.43 + 0.7 to 5.0 + 0.9 points immediately after the intervention, decreasing to 3.2 + 0.84 after 5 minutes. There was significant variation in HR that went from 85 + 9.2 before to 118 + 10 bpm immediately after the technique. The respiratory rate ranged from 15 + 10 rpm before the technique to 28 + 3.4 immediately after and 22.5 + 3 rpmafter 5 minutes. Conclusion: The air stacking technique is efficient in assisting coughing, and feasible in its application, both in safety and acceptance and adherence.

Após uma intervenção cirúrgica torácica, observa-se alteração no padrão ventilatório, diminuição dos volumes e capacidades pulmonares, perda do mecanismo de suspiro, queda dos picos de fluxo expiratório (PFE) e da tosse (PFT). Os estímulos dolorosos resultam na redução voluntária dos movimentos respiratórios, dificultando ainda mais a tosse eficaz. A técnica de empilhamento de ar tem sido estudada em portadores de neuromiopatias. Os resultados demonstraram sua capacidade de agir positivamente nos componentes biomecânicos que compõem o PFE e PFT, levantando assim a hipótese que a intervenção possa ser também eficiente em doentes operados do tórax. Objetivos: Avaliar os efeitos e a segurança da técnica de empilhamento de ar, sobre o PFE e PFT no pós-operatório (PO) de doentes submetidos a operações intratorácicas. Método: Trinta doentes submetidos à cirurgia torácica não cardíaca eletiva, receberam a técnica de empilhamento de ar no 3º PO. Todos os participantes foram avaliados no pré-operatório e tiveram seus dados de história e de exame físico registrados em uma ficha de avaliação contendo, diagnóstico clínico, indicação cirúrgica, comorbidades, hábitos, uso de medicações e dados espirométricos pré-operatórios. Foram avaliados no pré-operatório e 3º PO os sintomas de dispneia, dor e tomadas medidas de frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistêmica (PA), frequência respiratória (f), saturação de pulso de O2 (SpO2), pressão inspiratória máxima (PImax), pressão expiratória máxima (PEmax), PFE e PFT. Resultados: Nove doentes (30%) eram do sexo feminino e 21 (70%) do sexo masculino, com idade média de 54,1 + 11,8 anos. O PFE e PFT apresentaram, respectivamente, aumento significante de 46% + 11 para 103% + 11 e de 45% + 10 para 101% + 4,2 do previsto após a aplicação da técnica. A escala de dispneia de Borg aumentou de 2,43 + 0,7 para 5,0 + 0,9 pontos imediatamente após a intervenção, decrescendo para 3,2 + 0,84 após 5 minutos. Houve variação significante na FC (pré 85 + 9,2 antes; imediatamente após 118 + 10) e na f (pré 15 + 10; imediatamente após 28 + 3,4) e não houve variação significante nos valores da PAS e SapO2. Eventos adversos foram pouco frequentes e sem relevância clínica. Conclusão: A técnica de empilhamento de ar é eficiente na assistência a tosse, e viável em sua aplicação, tanto em segurança quanto aceitação e aderência.
Keywords Air Stacking
Thoracic Surgery
Respiratory Fisioterapy
Cough
Stimulus Maneuvers To Cough
Postoperative Pulmonary Complications
Empilhamento De Ar
Cirurgia Torácica
Fisioterapia Respiratória
Tosse
Manobras De Estímulo À Tosse
Complicação Pulmonar Pós-Operatória
Language Portuguese
Date 2017-06-30
Research area Fisiologia E Fisiopatologia Respiratória E Do Exercício E Investigação Do Risco Cirúrgico
Knowledge area Pneumologia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 156p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5084261
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50661

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account