Avaliação De Modificações Pós-Traducionais De Caráter Redox Do Fungo Paracoccidioides Brasiliensis Após Estresse Nitrosativo

Avaliação De Modificações Pós-Traducionais De Caráter Redox Do Fungo Paracoccidioides Brasiliensis Após Estresse Nitrosativo

Author Navarro, Marina Valente Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Batista, Wagner Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Microbiologia E Imunologia
Abstract The fungi Paracoccidioides brasiliensis and P. lutzii are the causative agents of paracoccidioidomycosis, a systemic mycosis endemic in Latin America. This fungus is considered a facultative intracellular pathogen, able to survive and replicate inside macrophages. Its survival during infection depends on the fungus adaptability to various conditions, such as nitrosative/oxidative stress produced by the host immune cells, particularly alveolar macrophages. Currently, there is few knowledge about the P. brasiliensis signaling pathways involved in the fungus evasion mechanism of the host defense response. However, it is known that some of these pathways are triggered by reactive oxygen and nitrogen species (ROS/RNS) produced by host cells. Considering that NO (nitric oxide) effects on pathogens is concentration dependent, such effects could alter the redox state of cysteine residues by influencing (activation or inhibition) a variety of protein functions, standing out S-nitrosylation, a very important post translational modification NO dependent which regulates cellular functions and signaling pathways. It has been demonstrated by our group that P brasiliensis yeast cells proliferate when exposed to low NO concentrations. Thus, this work investigated the modulation profile of S-nitrosylated proteins of P. brasiliensis, as well as identified S-nitrosylation sites after treatment with RNS. Through mass spectrometry analysis (LC-MS/MS) and label-free quantification it was possible to identify 487 proteins on global proteome study and 474 proteins on S-nitrosylated proteome study. With this approach, we observed that proteins treated with NO low concentrations presented a proliferative response pattern, with several proteins involved with cellular cycle regulation and growth and would represent, as last analysis, molecules with an important role to fungi virulence. On the other hand, proteins stimulated with NO high concentrations exhibited a survival response pattern and may help to understand RNS antifungal properties and identify potential molecular targets to future development of new drugs.

O fungo Paracoccidioides brasiliensis e P. lutzi são os agentes causadores da paracoccidioidomicose (PCM), uma doença sistêmica prevalente na América Latina. Este fungo é considerado um patógeno intracelular facultativo capaz de sobreviver e replicar dentro de macrófagos. Sua sobrevivência durante a infecção depende da adaptação do fungo a diferentes condições, notoriamente ao estresse oxidativo/nitrosativo imposto por células do sistema imune, particularmente macrófagos alveolares. Atualmente, pouco se conhece sobre as vias de transdução de sinal envolvidas na resposta aos mecanismos de defesa do hospedeiro e são certamente desencadeadas por espécies reativas de oxigênio e nitrogênio (ROS/RNS) geradas por células do hospedeiro. Levando-se em conta que o efeito do óxido nítrico (NO) sobre o patógeno é dependente das concentrações disponíveis, tais efeitos podem alterar o status redox dos resíduos de cisteína podendo influenciar (ativando ou inibindo) uma variedade de funções de proteínas, destacando-se a S-nitrosilação, uma importante modificação pós-traducional dependente de NO que regula grande variedade de funções celulares e eventos de sinalização. Foi demonstrado por nosso grupo que células leveduriformes de Paracoccidioides proliferam quando expostas a baixas concentrações de NO. Dessa forma, este trabalho propôs avaliar o perfil de proteínas S-nitrosiladas em P. brasiliensis, bem como a identificação de sítios de S-nitrosilação, após o estímulo com diferentes concentrações de RNS. Através de análises por espectrometria de massas e quantificação Label-free foram identificadas 487 proteínas no estudo do proteoma total e 474 no estudo de proteínas S-nitrosiladas. A identificação de proteínas que sofreram S-nitrosilação com baixas concentrações de NO, apresentou um perfil de resposta proliferativo, com diversas proteínas envolvidas com regulação do ciclo celular e crescimento, e, representariam em última análise moléculas com papel importante na virulência do fungo. Por outro lado, a análise de proteínas S-nitrosiladas a partir de exposição com altas concentrações de NO apresentaram uma resposta de sobrevivência e podem tanto ajudar a explicar as propriedades antifúngicas das RNS, quanto identificar potenciais alvos moleculares para o desenvolvimento futuro de novas drogas.
Keywords Paracoccidioides Brasiliensis
Paracoccidioides Brasiliensis
Language English
Date 2017-03-31
Research area Estudos De Biologia Celular, Sinalização, Mecanismos De Patogenicidade E Fatores De Virulência Em Patógenos Humanos (Vírus, Bactérias, Fungos E Tripanosomatídeos) E No Cancer
Knowledge area Biologia Celular
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 79p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5001643
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50659

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account