Factors relating to depressive symptoms among elderly people with chronic vestibular dysfunction

Factors relating to depressive symptoms among elderly people with chronic vestibular dysfunction

Título alternativo Fatores relacionados aos sintomas depressivos de idosos com disfunção vestibular crônica
Autor Gazzola, Juliana Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Aratani, Mayra Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Doná, Flávia Autor UNIFESP Google Scholar
Macedo, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Fukujima, Marcia Maiumi Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Mauricio Malavasi Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Fernando Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Bandeirante University of São Paulo
Resumo OBJECTIVE: To identify factors relating to depressive symptoms among elderly people with chronic vestibular dysfunction. METHOD: This was a cross-sectional study in which 120 elderly people with chronic vestibular dysfunction answered the Geriatric Depression Scale questionnaire. Multivariate linear regression analysis was performed (p<0.05 and 95% CI). RESULTS: The patients presented a mean score of 12.86 ± 6.39 points on the Geriatric Depression Scale, and 67 of them (55.8%) scored above the cutoff of 11 points. The predictive model for worsening of depressive symptoms was composed of female gender, memory and concentration disorders, insomnia, hearing disorders, poor sight, nonuse of walking aids and greater emotional impact of dizziness. CONCLUSION: Greater numbers of depressive symptoms among elderly people with chronic vestibular disease were related to the presence of memory and concentration disorders, insomnia, hearing disorders, very poor sight, greater emotional impact of dizziness, female gender and nonuse of walking aids.

OBJETIVO: Identificar os fatores relacionados aos sintomas depressivos de idosos com disfunção vestibular crônica. MÉTODO: Estudo transversal, em que 120 idosos com disfunção vestibular crônica submeteram-se ao questionário Geriatric Depression Scale. Realizou-se análise de regressão linear multivariada (p<0,05 e IC de 95%). RESULTADOS: Os pacientes apresentaram média de 12,86 ± 6,39 pontos no GDS, sendo que 67 idosos (55,8%) pontuaram acima da nota de corte 11. O modelo preditivo para piora dos sintomas depressivos foi composto por gênero feminino, distúrbios de memória e da concentração, insônia, hipoacusia, visão péssima, não utilização de dispositivo de auxílio à marcha e maior impacto da tontura no aspecto emocional. CONCLUSÃO: O maior número de sintomas depressivos de idosos vestibulopatas crônicos está relacionado à presença de distúrbios de memória e da concentração, insônia, hipoacusia, visão péssima, maior impacto da tontura no aspecto emocional, gênero feminino e não utilização de dispositivo de auxílio à marcha.
Palavra-chave risk factors
depression
elderly people
vestibular disease
fatores de risco
depressão
idoso
doença vestibular
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-06-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 67, n. 2b, p. 416-422, 2009.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 416-422
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2009000300009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000268140200009
SciELO S0004-282X2009000300009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5064

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2009000300009.pdf
Tamanho: 192.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta