Escala De Comportamento Dos Pais Durante As Refeições:Comparação Das Respostas Entre Pais E Filhos Em Uma População De Adolescentes Com Excesso De Peso

Show simple item record

dc.contributor.advisor Escrivao, Maria Arlete Meil Schimith [UNIFESP]
dc.contributor.author Volpe, Carolina Bertagnoli [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2019-06-19T14:58:09Z
dc.date.available 2019-06-19T14:58:09Z
dc.date.issued 2017-03-29
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5298097 pt
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50606
dc.description.abstract The objective of this study was to compare the responses of parents and children to the Portuguese version of the Parent Mealtime Action Scale (PMAS) and to evaluate the associations between the reported behaviors. To compare the responses, a cross-sectional study was carried out with 72 patients from the Obesity Outpatient Clinic of the Discipline of Nutrology of the Department of Pediatrics of the Federal University of São Paulo (Unifesp) from 10 to 19 years and 11 months and their parents or guardians. First, the parents were interviewed and instructed to respond to the frequency (never, sometimes or always) with which they performed each of the PMAS behaviors. Then the teenagers answered the same questions. The general linear model (GLM) showed effect of the respondents and the interaction between respondents and sex. Finally, we also found an effect of triple interaction (sex x respondents x categorized age). The internal consistency of the PMAS scale was greater in relation to parents' responses than to their children's. This is probably due to the fact that the scale has been developed and validated to evaluate the pattern of parents' responses to their children's eating behavior. In addition, we note that parental strategies are already known, but the effectiveness of these strategies is not recognized by the children. Based on the analysis of the intra-class correlation between the original domains of the PMAS scale for parents and children, very low values ​​are observed (CCI: 0.130 - 0.578), showing that the factorial structure of PMAS can be considered only to evaluate the behavior of the parents and does not have adequate accuracy to evaluate the behavior of the children in relation to their own eating behavior. en
dc.description.abstract O objetivo deste trabalho foi comparar as respostas de pais e filhos à versão em português da Parent Mealtime Action Scale (PMAS) e avaliar as associações entre os comportamentos relatados. Para comparar as respostas foi realizado um estudo transversal com 72 pacientes do Ambulatório de Obesidade da Disciplina de Nutrologia do Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) de 10 a 19 anos e 11 meses e seus pais ou responsáveis. Primeiramente, os pais foram entrevistados e instruídos a responder a frequência (nunca, às vezes ou sempre) com que realizam cada um dos comportamentos da escala PMAS. Em seguida, os adolescentes responderam às mesmas perguntas. O modelo linear geral (GLM) mostrou efeito dos respondentes e da interação entre respondentes e sexo. Por fim, também foi encontrado efeito da interação tripla (sexo x respondentes x idade categorizada). A consistência interna da escala PMAS foi maior em relação às respostas dos pais do que às dos filhos. Provavelmente, isso se deve ao fato de a escala ter sido desenvolvida e validada para avaliar o padrão de respostas dos pais sobre o comportamento alimentar dos filhos. Além disto, observamos que as estratégias dos pais já são conhecidas, mas a eficácia destas estratégias não é reconhecida pelos filhos. Com base na análise da correlação intra-classe entre os domínios originais da escala PMAS para pais e filhos, observam-se valores muito baixos (CCI: 0,130 – 0,578), mostrando que a estrutura fatorial da PMAS pode ser considerada apenas para avaliar o comportamento dos pais e não possui acurácia adequada para avaliar o comportamento dos filhos em relação ao seu próprio comportamento alimentar. pt
dc.format.extent 0p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Obesity en
dc.subject Pmas en
dc.subject Obesidade pt
dc.subject Pmas pt
dc.title Escala De Comportamento Dos Pais Durante As Refeições:Comparação Das Respostas Entre Pais E Filhos Em Uma População De Adolescentes Com Excesso De Peso pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2017-0758.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2017)
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt
unifesp.graduateProgram Nutrição pt
unifesp.knowledgeArea Nutrição pt
unifesp.researchArea Saúde E Nutrição Em Grupos Populacionais Específicos pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account