Estapedotomia Endoscópica Versus Microscópica: Comparação De Resultados

Estapedotomia Endoscópica Versus Microscópica: Comparação De Resultados

Author Lira, Francisco Iure Sampaio Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Testa, Jose Ricardo Gurgel Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Otorrinolaringologia)
Abstract Objective: To compare the results of stapedotomy performed with the microscope with that performed by endoscopic approach, as well as possible differences in the incidence of postoperative complications. Methods: A cross-sectional study of all patients diagnosed with otosclerosis who underwent stapedotomy from February 1994 to December 2015. The patients were divided into group I (microscope) and group II (endoscopy). Air-bone gap, bone conduction PTA, and pre and postoperative WRS were evaluated, as well as complications in both groups, and compared to each other. Overall, 121 patients and 129 procedures were identified. All surgeries were done by the same surgeon. Results: There was no statistical difference between the groups, either at the closure of the air-bone gap, bone conduction PTA variation or WRS. The incidence of complications was also similar among the groups. Conclusion: Endoscope can be used to perform stapedotomy, with good results and low incidence of complications.

Objetivo: Comparar os resultados da estapedotomia realizada com o microscópio com a feita via endoscópica, bem como possíveis diferenças na incidência de complicações pós-operatórias. Método: Estudo de coorte histórica, transversal, por meio de revisão de prontuários, de todos os pacientes com diagnóstico de otosclerose submetidos a estapedotomia no período de fevereiro de 1994 a dezembro de 2015. Os pacientes foram divididos em grupo I (microscópio) e grupo II (endoscópio). Foram avaliados gap aéro-ósseo, PTA da via óssea e IRF pré e pós-operatórios, além das complicações em ambos os grupos, e comparados entre si. No total, foram identificados 121 pacientes e 129 procedimentos. Todas as cirurgias foram feitas pelo mesmo cirurgião. Resultados: Não houve diferença estatística entre os grupos, seja no fechamento do gap aéro-ósseo, variação do PTA da via óssea ou IRF. A incidência de complicações também foi semelhante entre os grupos. Conclusão: O endoscópio pode ser utilizado na realização da estapedotomia, com bons resultados e baixa incidência de complicações.
Keywords Otosclerosis
Stapedotomy
Endoscopy
Hearing Loss
Otosclerose
Estapedotomia
Endoscopia
Perda Auditiva
Language Portuguese
Date 2017-05-31
Research area Mecanismos Morfofisiopatológicos Das Disfunções Sensoriais E Neurais Da Audição E Equilibrio Corporal
Knowledge area Ciências Otorrinolaringológicas E Base De Crânio
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 34p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5074601
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50336

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account