Equilíbrio e retração muscular em jovens estudantes usuárias de calçado de salto alto

Equilíbrio e retração muscular em jovens estudantes usuárias de calçado de salto alto

Título alternativo Equilibrium and muscle retraction in young female students users of high-heeled shoes
Autor Bertoncello, Dernival Google Scholar
Sá, Cristina dos Santos Cardoso de Autor UNIFESP Google Scholar
Calapodópulos, Anna Helena Google Scholar
Lemos, Vanessa Linhares Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Precocity has been noticed in the use of high-heeled shoes. However, there are not many studies on its consequences. The aim of this work was to search for equilibrium alterations in young women used to daily wearing high-heeled shoes. Thirty female undergraduates (mean aged 20 years old) were asked to write down, for two weeks, the number of hours per day they remained with the shoes on. They were then assessed as to posture deviations, as to muscle retractions of the posterior chain by means of the sit and reach test, and as to equilibrium by the Romberg test. Results were statistically analysed. Mean volunteers' height was 1.63 m and mean body mass, 58.5 kg. A negative, strong correlation (r=-0.8692; p<0.0001) was noticed between reach range and weekly time (in hours) of high-heeled shoe wearing. No correlation was found between reach range and time of high-heel use in years. Seventeen out of the 30 volunteers presented positive test for loss of equilibrium when barefoot with closed eyes. A weak, negative correlation (r=-0.4178; p=0.0216) was found between loss of equilibrium and weekly time of high-heel use. A positive moderate correlation was found between reach range and time of equilibrium (r=0.6078; p<0.0004). The use of high-heeled shoes for more than four hours per day can hence be said to cause equilibrium changes and muscle retraction in young women.

Verifica-se precocidade na utilização de calçado de salto alto, mas não há muitos estudos identificando suas conseqüências. O objetivo deste trabalho foi verificar alterações de equilíbrio e eventual retração muscular em estudantes universitárias habituadas a utilizar salto alto diariamente. Foram avaliadas 30 jovens (média de 20 anos de idade) que anotaram, durante duas semanas, o tempo diário em que permaneciam com o calçado. Foram avaliadas quanto a desvios posturais, quanto às retrações musculares da cadeia posterior, pelo teste de alcance horizontal, e quanto ao equilíbrio, pelo teste de Romberg. Os resultados foram analisados estatisticamente. A média de estatura foi 1,63 m e a de massa corporal, 58,5 kg. O tempo médio de uso dos sapatos de salto alto foi de 34 h por semana. Ao relacionar o alcance horizontal com o tempo semanal de uso do salto alto, verificou-se forte correlação negativa (r=-0,8692; p<0,0001). Não houve correlação entre o alcance horizontal e o tempo de uso de salto alto em anos. O teste de 17 das 30 voluntárias foi positivo para perda de equilíbrio quando descalças, de olhos fechados. A correlação foi negativa com o tempo de uso semanal de salto alto (r=-0,4178; p=0,0216). Foi encontrada correlação positiva moderada entre o alcance horizontal e o tempo de equilíbrio (r=0,6078; p<0,0004). Conclui-se que o uso de calçado de salto alto por mais de 4 horas diárias pode promover alterações de equilíbrio em mulheres jovens, além de retração muscular.
Palavra-chave Musculoskeletal equilibrium
Posture
Shoes
Equilíbrio musculoesquelético
Postura
Sapatos
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-01
Publicado em Fisioterapia e Pesquisa. Universidade de São Paulo, v. 16, n. 2, p. 107-112, 2009.
ISSN 1809-2950 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade de São Paulo
Extensão 107-112
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1809-29502009000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1809-29502009000200003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5033

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1809-29502009000200003.pdf
Tamanho: 89.32KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta