Participação Da Neurotransmissão Serotoninérgica Do Colículo Inferior Na Modulação Da Resposta De Inibição Por Pré- Pulso Do Reflexo De Sobressalto Acústico E Interação Social Em Ratos Wistar

Participação Da Neurotransmissão Serotoninérgica Do Colículo Inferior Na Modulação Da Resposta De Inibição Por Pré- Pulso Do Reflexo De Sobressalto Acústico E Interação Social Em Ratos Wistar

Author Oliveira, Rodolpho Pereira De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Silva, Regina Claudia Barbosa Da Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar Em Ciências Da Saúde
Abstract Schizophrenia is a devastating psychiatric disorder that affects approximately 1% of the population over a lifetime, and generally affects individuals in the prime of their productive potential. The relationship between serotonergic dysfunction and schizophrenia began with the discovery of the effects of lysergic acid diethylamide (LSD) that shows high affinity for the 5-HT2A receptor, and that generated delusions and hallucinations which are positive symptoms of schizophrenia. Another substance, 2,5-dimethoxy-4-iodoanfetamine (DOI), also displays hallucinogenic properties and 5- HT2A antagonism as LSD. An animal model widely used, based on attentional processes, is the model of pre-pulse inhibition (PPI) of the startle reflex. The primary neuronal pathway, mediating PPI response is in the brainstem, and the inferior colliculus (IC) is a key structure in this circuitry. One of the main negative symptoms of schizophrenia is the social withdrawal that leads to important losses in the personal and professional sphere of the individual. In this sense, the objective of this study was to investigate the role of serotonergic neurotransmission of the IC in the modulation of PPI response and social interaction. To this end, we microinjected an agonist and an antagonist of 5-HT2A receptors, DOI (10.0 ug/0.3uL ), and ritanserin (4 ug/0.3uL ), respectively in the IC of these animals. In an attempt to establish a parallel with the clinic, we verified whether pre-treatment with clozapine (5 mg/kg) prior to intracollicular microinjection of DOI could reverse the deficits of PPI and social interaction. The results showed that the microinjection of DOI into de IC produced deficits in PPI and social interaction that were reversed by pretreatment with clozapine. The microinjection of ritanserin in this structure did not produce any effect on PPI and social interaction responses. Together, our results point to the involvement of the serotonergic system of the IC as a critical neural substrate in mediating these responses.

A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico devastador que acomete aproximadamente 1% da população ao longo da vida e, em geral, afeta indivíduos no auge de seu potencial produtivo. A relação entre a disfunção serotoninérgica e a esquizofrenia começou com a descoberta dos efeitos da dietilamida do ácido lisérgico (LSD) que tem alta afinidade pelo receptor 5-HT2A. A sua ativação gera delírios e alucinações que são sintomas positivos da esquizofrenia. Outra substância, o 2,5- dimetoxi-4-iodoanfetamina (DOI), também exibe propriedades alucinógenas sendo agonista 5-HT2A como o LSD. Um modelo animal, bastante utilizado, baseado em processos atencionais, é o modelo da inibição por pré-pulso (IPP) do reflexo de sobressalto acústico. A via neuronal primária, que medeia à resposta de IPP encontra-se no tronco encefálico, sendo o colículo inferior (CI) uma estrutura chave nesta circuitaria. Um dos principais sintomas negativos da esquizofrenia é o retraimento social que leva a prejuízos importantes na esfera pessoal e profissional do indivíduo. O objetivo deste trabalho foi investigar a participação da neurotransmissão serotoninérgica do CI na modulação da resposta de IPP e de interação social em ratos. Para tal, microinjetamos um agonista e um antagonista de receptores 5-HT2A, o DOI (10.0 ug/0.3uL) e a ritanserina (4 ug/0.3uL), respectivamente, no CI destes animais. Na tentativa de estabelecermos um paralelo com a clínica, verificamos se o pré-tratamento com a clozapina (5 mg/kg), antes da microinjeção intracolicular de DOI poderia reverter os déficits de IPP e de interação social. Os resultados mostraram que a microinjeção de DOI no CI produziu déficits de IPP e de interação social que foram revertidos pelo pré- tratamento com a clozapina. A microinjeção de ritanserina nesta estrutura não produziu efeitos na resposta de IPP e de interação social. Conjuntamente, os nossos resultados apontam para o envolvimento do sistema serotoninérgico do CI como um substrato neural crítico na mediação destas respostas.
Keywords Schizophrenia
5-Ht2
Doi
Clozapine
Inferior Colliculus
Ppi
Social Interaction
Esquizofrenia
5-Ht2
Doi
Clozapina
Colículo Inferior
Ipp
Interação Social
Language Portuguese
Date 2017-03-23
Research area Neurociências E Comportamento
Knowledge area Mecanismos Básicos De Processos Biológicos Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 311p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5020674
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50326

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account