Propostas De Métodos De Biópsia Cerebral Canina

Propostas De Métodos De Biópsia Cerebral Canina

Author Abreu, Felipe Andrei Suarez De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Zymberg, Samuel Tau Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Otorrinolaringologia)
Abstract Introduction: The paradigm of dogs as companion animals changed a lot in the last decades. Many people consider pets as important members of the family, spending time and worrying about healthcare for them. As consequence, animal life expectancy has risen and new diagnostic technologies such as computed tomography and magnetic resonance imaging have been incorporated as veterinary tools, allowing more age related problems to be diagnosed, like cerebral neoplasms. However, imaging is often not enough. The golden pattern for a definitive diagnosis is the histopathology exam. Materials and Methods: In order to find out which brain biopsy technique is the most applicable in a clinical setting on a big Brazilian urban center, with access to computed tomography and magnetic resonance imaging, published series regarding brain biopsy in dogs were reviewed. Of the 165 publications, 23 publications treated this subject as its major topic and were analyzed for four inclusion criteria: use of live animals, thorough description of the method, needle placement error and adverse effects following the procedure Results: 23 articles met totally or partially the inclusion criteria. Only one met all four criteria. The other 22 publications were used to make comparisons about three biopsy techniques: freehand, stereotactic biopsy and neuronavigation Discussion: Freehand biopsy has the lowest accuracy rate and the highest biopsy related morbidity. Stereotactic biopsy is the most complicated technique: there are very few commercially available veterinary systems and all of them need adaptations in order to accommodate different dog sizes. Its accuracy, morbidity and mortality rates ate very variable, probably due to the needed modifications, rending comparison impossible. Neuronavegation have more homogenous results, but it’s still a very new system and more studies are needed. So far, there are only four published papers, each with a different goal. We conclude that, among the analyzed techniques, neuronavigation is the most promising.

Introdução: O paradigma dos cães como animais de estimação mudou nas últimas décadas. Muitas famílias consideram seus animais membros ativos do núcleo familiar e dispensam atenção e cuidados maiores a eles. Em consequência, a expectativa de vida desses animais aumentou e novas tecnologias de diagnóstico como tomografia computadorizada e ressonância magnética foram incorporadas à rotina veterinária, aumentando o número de diagnósticos de alterações ligadas à idade, como as neoplasias cerebrais. No entanto, muitas vezes as imagens não são precisas o suficiente para dar um diagnóstico definitivo. O padrão ouro para essa definição é o exame histopatológico. Material e métodos: Para definir qual técnica de biópsia cerebral canina é a mais aplicável em uma rotina clínica de grandes centros urbanos brasileiros com acesso a exames de tomografia computadorizada e ressonância magnética, foi realizado levantamento bibliográfico sobre as séries publicadas sobre biópsia cerebral canina, resultando em 165 trabalhos. Destes, 23 artigos falavam diretamente sobre o assunto e quatro critérios foram usados para selecionar os trabalhos mais relevantes para comparação posterior: Realização de biópsias em animais vivos; descrição reprodutível da técnica utilizada; análise da precisão da biópsia; e análise dos efeitos adversos relacionados ao procedimento. Resultados: Foram selecionados 23 trabalhos que preenchiam total ou parcialmente os critérios de inclusão. Apenas um destes trabalhos preencheu totalmente os critérios. Os 22 artigos remanescentes foram utilizados para as comparações entre três métodos de biópsia: à mão livre, guiada por estereotaxia e guiada por neuronavegador. Discussão: As biópsias à mão livre têm menor acurácia e maior índice de complicações relacionadas ao procedimento. A biópsia por estereotaxia é a mais complexa para realização: há poucos modelos de aparelhos veterinários disponíveis comercialmente e todos eles necessitam de adaptações para comportar cães de todos os portes. Seus índices de precisão e complicações são muito variáveis, muito provavelmente pela necessidade de adaptações realizadas por diferentes autores, impossibilitando uma análise mais homogênea desse método. A neuronavegação
Keywords Image
Veterinary Guided Biopsy
Biopsy
Methods
Neuronavigation
Veterinary
Biópsia Guiada Por Imagem
Veterinária
Biópsia
Métodos
Neuronavegação
Veterinária
Language Portuguese
Date 2017-01-31
Research area Novas Ferramentas No Ensino E Treinamento Em Otorrinolaringologia E Cabeça E Pescoço
Knowledge area Ciências Otorrinolaringológicas E Base De Crânio
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 38p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5069667
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50323

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account