Comparação Entre Terapia Interdisciplinar E Treinamento Físico Em Mulheres Obesas: Um Ensaio Clínico Randomizado

Comparação Entre Terapia Interdisciplinar E Treinamento Físico Em Mulheres Obesas: Um Ensaio Clínico Randomizado

Author Cerrone, Leticia Andrade Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Gomes, Ricardo Jose Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar Em Ciências Da Saúde
Abstract Introduction: Obesity is a multicausal disease that creates large expenditures to the Sistema Único de Saúde (SUS), private healthcare systems and for families with obese individuals. It is important to note that obesity deregulates all organ systems, producing metabolic consequences that may be irreversible. Interdisciplinary therapy is recommended as the primary method for treating obesity. However, the cost of interdisciplinary treatment can be high because it requires the expertise of various specialized professionals. Given that physical training alone may also be an effective non-drug drug approach to combat obesity, it is valuable to compare these two methods for treating obesity. Objective: Compare the implications of 32 weeks of combined physical training and interdisciplinary therapy on anthropometric parameters, body composition, biochemical / hormonal and psychobiological parameters in obese women. Methods: 76 volunteers were randomized into two groups: Physical Exercise Group and Interdisciplinary Group. Each group being evaluated at the initial time and after 32 weeks of intervention. The evaluations were anthropometric, body composition, biochemical and psychobiological. The statistical analysis of the effects of intervention programs to compare these variables, according to the group (interdisciplinary and exercise), in the two evaluations made, were 2 x 2 mixed models (Group and Time), Bonferroni multiple comparison method and effect size. Results: The EXE and INTER groups were similar before the treatments and both presented improvements in the anthropometric parameters, body composition, biochemical, hormonal, insulin resistance, psychobiological parameters and quality of life after the therapies. Conclusion: The results confirm an important role of physical training alone, or of interdisciplinary therapy, on anthropometric factors, body composition, insulin resistance, biochemical, hormonal, psychobiological aspects and quality of life of obese women. We recognized that combined physical training can be incorporated into public and private health systems as an alternative to control obesity in places that lack the resources to offer with complete interdisciplinary therapy.

Introdução: A obesidade é uma doença multicausal que gera grandes gastos ao Sistema Único de Saúde (SUS), sistemas privados e também para as famílias com indivíduos obesos. É importante salientar que a obesidade desregula todos os sistemas, gerando consequências metabólicas que podem ser irreversíveis. A terapia interdisciplinar é recomendada como o principal método para tratamento da obesidade. Contudo o custo do tratamento interdisciplinar pode ser elevado, devido à necessidade de vários profissionais, de diferentes áreas de atuação. Tendo em vista que o treinamento físico isoladamente, também pode ser uma ferramenta não medicamentosa para controle da obesidade, é importante comparar as duas formas de tratamento em obesos. Objetivo: Comparar as implicações de 32 semanas de treinamento físico combinado e da terapia interdisciplinar sobre parâmetros antropométricos, composição corporal, bioquímicos/hormonais e psicobiológicos em mulheres obesas. Métodos: 76 voluntários foram randomizados em dois grupos: Grupo Exercício Físico e Grupo Tratamento Interdisciplinar sendo avaliados no momento inicial e após 32 semanas de intervenção. As avaliações foram antropométricas, composição corporal, bioquímicas e psicobiológicas. A análise estatística dos efeitos dos programas de intervenção para comparação dessas variáveis, conforme grupo (interdisciplinar e exercício), nas duas avaliações feitas, foi modelos mistos 2 x 2 (Grupo e Tempo), método de comparações múltiplas de Bonferroni e o tamanho de efeito para acompanhamento clínico. Resultados: Os grupos EXE e INTER foram semelhantes antes dos tratamentos e ambos apresentaram melhoras nos parâmetros antropométricos, composição corporal, bioquímicos, hormonais, resistência insulínica, parâmetros psicobiológicos e qualidade de vida após as terapias. Conclusão: Os resultados confirmam um relevante papel do treinamento fisco isoladamente, ou da terapia interdisciplinar, sobre fatores antropométricos, composição corporal, resistência à insulina, aspectos bioquímicos, hormonais, psicobiológicos e qualidade de vida de mulheres obesas. Percebemos que o treinamento físico combinado pode ser incorporado a sistemas de saúde públicos ou privados, como uma estratégia alternativa para controle da obesidade, em locais sem possibilidade de oferecer uma terapia interdisciplinar completa.
Keywords Obesity
Physical Training
Interdisciplinary Research
Acidentes De Trabalho
Construção Civil
Educação Em Saúde
Saúde Do Trabalhador
Trabalho
Language Portuguese
Date 2017-08-11
Research area Estratégias Interdisciplinares Na Pesquisa Experimental De Doenças Crônicas
Knowledge area Mecanismos Básicos De Processos Biológicos Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 133p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5287322
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50314

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account