Diversidade Genética Em Ameivula Nativo (Squamata: Teiidae), Um Lagarto Partenogenetico Ameaçado De Extinção(En) Nas Restingas Da Mata Atlantica

Diversidade Genética Em Ameivula Nativo (Squamata: Teiidae), Um Lagarto Partenogenetico Ameaçado De Extinção(En) Nas Restingas Da Mata Atlantica

Author Ferreira, Jessica Helena Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Pellegrino, Katia Cristina Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ecologia E Evolução
Abstract ABSTRACT Ameivula nativo is the only parthenogenetic lizard of its genus and endemic to the restingas of Espírito Santo and southern Bahia. It is considered as "Endangered" in the List of Threatened Species of Extinction, because it is a species of specific habitat and under intense degradation and fragmentation of its habitat in the Atlantic Forest. Its origin has been suggested as a result of hybridization between the potential parent species Ameivula ocellifera and Glaucomastix abaetensis (synonym Ameivula abaetensis). The evaluation of genetic diversity can serve as a subsidy for programs of conservation of endangered species, as well as help in the understanding of complex evolutionary mechanisms. The present study aimed at estimating the level of genetic variability and structuring of A. nativo throughout the geographic distribution of the species, and to identify potential priority localities for conservation. In addition, the results of this study may help in understanding the mechanism of origin of parthenogenesis. Fragments of 15 molecular markers of mtDNA (COI) and DNAnu (12 anonymous, KIAA2018 and NT3) were evaluated, totaling 6,271bp from a sample of 59 individuals from nine locations in the states of Espírito Santo (4) and southern Bahia (5). Analyzes revealed variable polymorphism between markers: polymorphic sites between 0 and 18, number of haplotypes ranging from 1 to 9, haplotype diversity ranging from 0 to 0.702 and nucleotide between 0 and 0.0252. In general, one or two more frequent haplotypes, and unique or rare haplotypes were inferred in few individuals from some localities that differed by few mutations. The results indicated low genetic diversity and lack of a clear pattern of structuring in A. nativo. However, for the mtDNA fragment there was a trend of structuring the locality of Linhares, ES, the most diverse among all those sampled for the COI and two anonymous regions. Although A. nativo presents as a large unstructured population, the genetic variability found in Linhares individuals should be considered in conservation programs of the species, mainly because the collections have occurred in the Vale Natural Reserve area, north of the county. This genetic diversity may be related to the presence of remnant areas and preserved habitats, emphasizing the importance of maintaining this reserve. Finally, we highlight that nine markers presented heterozygous sites and that the phylogenetic reconstructions support the hybrid origin hypothesis of A. nativo, being A. ocellifera, from localities near the coast of the state of Bahia, the potential maternal lineage and G. abaetensis the probable paternal specie. Keywords: conservation, genetic structure, Linhares, anonymous markers, hybrid origin.

RESUMO Ameivula nativo é o único lagarto partenogenético de seu gênero e endêmico das restingas do Espírito Santo e sul da Bahia. É considerada como “Em Perigo” na Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção, por ser uma espécie de habitat específico e sob intensa degradação e fragmentação na Mata Atlântica. Sua origem tem sido sugerida como resultado de hibridização entre as potenciais espécies parentais Ameivula ocellifera e Glaucomastix abaetensis (sinônimo Ameivula abaetensis). A avaliação da diversidade genética pode servir de subsídio para programas de conservação de espécies ameaçadas, bem como auxiliar no entendimento de mecanismos evolutivos complexos. O presente estudo objetivou estimar o nível de variabilidade genética e estruturação de A. nativo ao longo de toda a distribuição geográfica da espécie, e identificar potenciais localidades prioritárias para conservação. Além disso, os resultados deste estudo poderão auxiliar no entendimento do mecanismo de origem da partenogênese. Foram avaliados fragmentos de 15 marcadores moleculares do DNAmt (COI) e DNAnu (12 anônimos, KIAA2018 e NT3) totalizando 6.271pb de uma amostra de 59 indivíduos de nove localidades dos estados do Espírito Santo (4) e sul da Bahia (5). As análises revelaram níveis de polimorfismo variáveis entre os marcadores: sítios polimórficos entre 0 e 18, número de haplótipos variando de 1 a 9, diversidade haplotípica variando de 0 a 0,702 e nucleotídica entre 0 e 0,0252. De modo geral, foram inferidos um ou dois haplótipos mais frequentes, e haplótipos exclusivos ou raros em poucos indivíduos de algumas localidades que diferem entre si por poucas mutações. Os resultados indicaram baixa diversidade genética e ausência de um padrão claro de estruturação geográfica em A. nativo. Entretanto, para o fragmento do DNAmt houve uma tendência de estruturação da localidade de Linhares, ES, a mais diversa dentre todas as amostradas para as regiões do COI e duas anônimas. Apesar de A. nativo se apresentar como uma grande população não-estruturada, o grau de diferenciação nos indivíduos de Linhares deve ser considerado em programas de conservação da espécie, principalmente pelo fato das coletas terem ocorrido na área da Reserva Natural Vale, ao norte do município. Essa diversidade genética pode estar relacionada com a presença de áreas remanescentes e habitats preservados, ressaltando a importância da manutenção desta reserva. Finalmente, destaca-se que nove marcadores apresentaram sítios heterozigotos e que as reconstruções filogenéticas apoiam a hipótese de origem híbrida de A. nativo, sendo A. ocellifera, de localidades próximas à costa do estado da Bahia, a potencial linhagem materna e G. abaetensis a provável espécie paterna. Palavras-chave: conservação, estruturação genética, Linhares, marcadores anônimos, origem híbrida.
Keywords Conservation
Genetic Structure
Linhares
Anonymous Markers
Hybrid Origin
Conservação
Estruturação Genética
Linhares
Marcadores Anônimos
Origem Híbrida
Language Portuguese
Date 2017-08-30
Research area Sistemática, Biogeografia E Diversidade Genética
Knowledge area Ecologia E Evolução
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 87p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5094847
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50309

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account