Como os anfíbios anuros respondem a alterações das fitofisionomias do cerrado?

Show simple item record

dc.contributor.advisor Brasileiro, Cinthia Aguirre [UNIFESP]
dc.contributor.author Oliveira, Vitor Freitas [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2019-06-19T14:57:42Z
dc.date.available 2019-06-19T14:57:42Z
dc.date.issued 2017-04-27
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5015148 pt
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50291
dc.description.abstract Cerrado is a mosaic of phytophysiognomies composed of grasslands and forests. Herpetofauna of cerrado's grasslands have a greater diversity than cerrado's forests areas. Our aim was to evaluate how anuran amphibians respond to the increase in the complexity of vegetation structure in cerrado's grasslands in the medium term. We tested the hypothesis that the diversity of amphibians will be smaller after increasing the structural complexity of the vegetation of the phytophysiognomies. Our study was carried out at the Itirapina Ecological Station in 2000-2001 and in 2015-2016. After 11 years without burning, the cerrado's campo sujo showed a higher density of grasses and seedlings and a decrease in the density of shrubs, herbaceous and low plants while in the cerrado's campo cerradofield showed higher density of seedlings and smaller density of average plants. The richness of anurans was similar in both phytophysiognomies between the sampling periods and related to the low plant density. However, the abundance of anurans was lower only in campo sujo and this difference was related to the density of clumps, low plants and high plants. The increase of vegetation can interfere in anurans advertisement call, affecting the attraction of females, besides affecting the survival of tadpoles in puddles due to canopy cover and decrease of water temperature and primary productivity. The composition of the species was different between the sampling periods. The relative abundance of Leptodactylus mystacinus and Physalaemus nattereri was higher in both phytophysiognomies in 2015, while the abundances of Physalaemus marmoratus L. furnarius, L. fuscus and P. cuvieri were lower. Our study shows that there is a change in the community structure of the anurans by the cange of complexity of the Cerrado's phytophysiognomies, however, changes in the anuran community seem to be slow and gradual and long term studies may show patterns different from those observed in this study. en
dc.description.abstract O Cerrado é um mosaico de fitofisionomias composto por campos e florestas. As áreas campestres do cerrado possuem uma maior diversidade de herpetofauna que as áreas florestais. O objetivo deste estudo foi avaliar como a diversidade e populações de anfíbios anuros respondem ao aumento da complexidade da estrutura da vegetação em cerrado campestre à médio prazo. Testamos a hipótese que a diversidade de anfíbios será menor após o aumento da complexidade estrutural da vegetação das fitofisionomias. As amostragens foram realizadas na Estação Ecológica de Itirapina em 2000-2001 e em 2015-2016. Após 11 anos sem queimadas, o campo sujo apresentou maior densidade de touceiras de gramíneas e plântulas e uma diminuição na densidade de arbustos, herbáceas e plantas baixas enquanto no campo cerrado apresentou maior densidade de plântulas e menor de plantas médias. A riqueza de anuros foi semelhante em ambas as fitofisionomias entre os períodos de amostragem e relacionadas com a densidade de plantas baixas. No entanto, a abundância de anuros foi menor apenas no campo sujo e esta diferença foi relacionada a densidade de touceiras de gramíneas, plantas baixas e altas. O aumento da vegetação pode interferir na propagação do canto, dificultando a atração de fêmeas além de afetar a sobrevivência dos girinos em poças devido ao sombreamento e consequentemente a diminuição da temperatura da água e produtividade primária. A composição das espécies foi diferente entre os períodos de amostragem. A abundância de Leptodactylus mystacinus e Physalaemus nattereri foi maior em ambas fitofisionomias em 2015 enquanto que as abundâncias de Physalaemus marmoratus L. furnarius, L. fuscus e P. cuvieri foram menores. Nosso estudo mostra que há alteração na estrutura da comunidade de anuros quando ocorre alterações na complexidade das fitofisionomias do Cerrado, no entanto a alterações na comunidade de anuros parece ser lenta e gradual e estudos à longo prazo poderão evidenciar padrões diferentes dos observados neste estudo. pt
dc.format.extent 31 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Community en
dc.subject Fire en
dc.subject Frogs en
dc.subject Savanna en
dc.subject Sucession en
dc.subject Comunidades pt
dc.subject Fogo pt
dc.subject Sapos pt
dc.subject Savana pt
dc.subject Sucessão pt
dc.title Como os anfíbios anuros respondem a alterações das fitofisionomias do cerrado? pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2017-0443.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2017)
unifesp.campus Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF) pt
unifesp.graduateProgram Ecologia e Evolução pt
unifesp.knowledgeArea Biodiversidade pt
unifesp.researchArea Sistemática, Biogeografia e Diversidade Genética pt



File

Name: Dissertação - Vitor Freitas Oliveira.pdf
Size: 1.125Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account