O Trabalho Docente Na Prisão Por Professores Da Rede Estadual De São Paulo: Entre A Lógica Da Formação E A Lógica Da Adaptação

O Trabalho Docente Na Prisão Por Professores Da Rede Estadual De São Paulo: Entre A Lógica Da Formação E A Lógica Da Adaptação

Author Silva, Andressa Baldini Da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Penna, Marieta Gouvea De Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Educação
Abstract The subject of this study regards the teacher’s work in prison. The general purpose was to identify and analyze aspects of the teacher’s work in schools located inside prisons of the State of São Paulo, aiming at understanding the teacher’s practice as well as how agents understand and carry out the teaching exercise within this context. The following question was defined as the main issue of the study: “How teaching is set inside prisons and which are the working conditions provided to teachers?”. The hypothesis guiding this research was that the forms of hiring, training and working conditions provided to teachers acting in schools inside prisons in São Paulo explicit and enhance the social and political devaluation of teaching. Research data were collected by means of documents, questionnaires and semi-structured interviews with six teachers who work in schools of prison units of São Paulo. As theoretical reference, the concepts created by Pierre Bourdieu – such as field and habitus – were used, which help to comprehend the objective mechanisms to which agents are submitted. Among the results obtained, the precariousness and devaluation of teaching in the State of São Paulo are highlighted; this is evidenced by the process of hiring teachers and employment relationship maintained with the State, the working agreement, the low wages, the lack of recognition of the profession and lack of materials available in order to perform the classes. With respect to training strategies of teachers, these relate much more to the setting of safety measures and the definition of the teacher’s position inside the prison system through their way of acting – their behavior, clothes and boundaries in their relationship with students, than to an education focused on the reflection on the teacher’s practice. The motivation for choosing teaching in prison refers to the objective conditions of agents. In the interviews, it was clear the adaptation of teachers to the prison dynamics and the fact school is designated as a value – teachers feel valued when teaching in prison units due to the relationship stablished with the students.

O tema deste estudo refere-se ao trabalho do professor na prisão. O objetivo geral foi identificar e analisar aspectos do trabalho do professor em escolas situadas nas prisões na rede estadual de São Paulo, buscando entender a prática do professor bem como as formas que os sujeitos compreendem e realizam o exercício docente nesse contexto. Delimitou-se como questão central de estudo a pergunta: “Como se configura a docência na prisão e quais são as condições de trabalho oferecidas aos professores?”. A hipótese que orientou essa pesquisa foi de que as formas de contratação, formação e condições de trabalho dos professores que atuam nas escolas situadas em estabelecimentos prisionais em São Paulo explicitam e acentuam a desvalorização política e social da docência. Os dados da pesquisa foram coletados por meio de documentos, questionários e entrevistas semiestruturadas realizadas com seis professores que lecionam em escolas das unidades prisionais paulistas. Como referência teórica, partiu-se de conceitos formulados por Pierre Bourdieu, como os de campo e habitus, que auxiliam a compreensão dos mecanismos objetivos aos quais os agentes estão submetidos. Dentre os resultados obtidos, destacaram-se a precarização e a desvalorização da docência no estado de São Paulo, isso é evidenciado na contratação dos professores e no vínculo mantido com o Estado, no contrato de trabalho, nos baixos salários, na falta de reconhecimento da profissão e na falta de materiais disponíveis para realização das aulas. Com relação às estratégias de formação dos professores referem-se muito mais para configuração do lugar da segurança e definição do lugar do professor dentro do sistema prisional, por meio dos seus modos de agir – pelo seu comportamento, pela sua vestimenta e pelos limites na relação com o seu aluno, do que uma formação para reflexão sobre a prática do professor. As motivações para a escolha pela docência na prisão referem-se às condições objetivas dos sujeitos. Nas entrevistas evidenciou-se a adaptação dos professores à dinâmica carcerária, e a escola sendo apontada como um valor - os professores se sentem valorizados ao lecionar nas unidades prisionais pela relação que estabelecem com seus alunos.
Keywords Teaching
Prison Education
School In Prison
Precariousness Of Teaching
Young And Adult Education In Prision
Preceptoria
Formação Profissional Em Saúde
Enfermeiro
Language Portuguese
Date 2017-08-21
Research area Sujeitos, Saberes E Processos Educativos
Knowledge area Educação
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 141p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5072814
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50245

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account