Alegoria Da República: O Pano De Boca Da Sala De Espetáculos Do Theatro Da Paz (1890) E A Representação Da Nação Paraense Republicana

Alegoria Da República: O Pano De Boca Da Sala De Espetáculos Do Theatro Da Paz (1890) E A Representação Da Nação Paraense Republicana

Author Correa, Denise Avelino Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Squeff, Leticia Coelho Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program História Da Arte
Abstract This work intends to analyze the Alegoria da Republica (Allegory of the Republic – 1890), done by Chrispim do Amaral, a grand drape painting of the Theatro da Paz showroom, located in Belém, State of Pará. An important painting, completed in the first Republican year and unknown by authors of this period. This study intends to look at the real grand drape historiography, analyze their characters, as well, understand the imaginative function that the grand drape had on Pará society of the late nineteenth century. For a long time, this scenic object was mistakenly associated with another artist. Correcting the authorship of this important work of art is a way to contribute to Brazil research and expand information about the country theaters. For this, this work research the hiring of Chrispim do Amaral. Describes the types of Brazilian republican representations, analyzes the allegory characters, and makes a possible association with other works of the same theme. The dissertation will highlight the grand drape complexity, how the work allows to approach aspects of the political life and the culture of that time, presenting the new republican context and the racial problem with the end of slavery. The grand drape brings to Theatro da Paz stage not only a representation of the Republic, but also, various types of characters, which demonstrates racial and class differences.

O trabalho prevê o estudo da Alegoria da República (1890) de Chrispim do Amaral, pintura do pano de boca da sala de espetáculos do Theatro da Paz, localizado em Belém do Estado do Pará. Uma obra de grande importância, finalizada no primeiro ano republicano e pouco conhecida por autores que tratam desse período. O objetivo desse estudo é analisar o telão, as personagens ali representadas, assim como, entender a função imagética que o pano de boca tinha na sociedade paraense do final do século XIX. Além disso, essa peça cênica foi, por muito tempo, erroneamente associada a outro artista. Fazer a devida atribuição dessa importante obra é contribuir para a pesquisa no país e expandir a narrativa dos teatros no Brasil. Para tal, a dissertação investiga a contratação de Chrispim do Amaral. Finalmente, este trabalho promove um levantamento de representações da república brasileira, analisando os personagens presentes na alegoria e sua possível associação com outras obras de mesmo tema. A dissertação irá evidenciar a complexidade do conjunto, e o quanto a obra permite problematizar aspectos da vida política e da cultura da época, abordando o novo contexto republicano e o problema racial, com o fim da escravidão. O pano de boca traz, para o palco do Theatro da Paz, não apenas uma representação da República, como também, uma rica gama de personagens, que explicita as diferenças raciais e de classe.
Keywords Grand Drape
Theatro Da Paz
Republic
Theaters
Belém Do Pará
Pano De Boca
Theatro Da Paz
República
Teatros
Belém Do Pará
Language Portuguese
Date 2017-04-19
Research area Imagem, Cidade E Contemporaneidade.
Knowledge area História Da Arte
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 0p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5059325
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49921

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account