Cálcio dietético: estratégias para otimizar o consumo

Cálcio dietético: estratégias para otimizar o consumo

Título alternativo Dietary calcium: strategies to optimize intake
Autor Pereira, Giselle A. P. Autor UNIFESP Google Scholar
Genaro, Patrícia S. Google Scholar
Pinheiro, Marcelo de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Szejnfeld, Vera Lucia Autor UNIFESP Google Scholar
Martini, Lígia A. Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Calcium is an essential nutrient required for numerous biological functions. Studies have demonstrated an association between low calcium intake and chronic diseases, such as osteoporosis, colon cancer, hypertension, and obesity. However, most Brazilians do not meet the adequate intake for calcium. This review focuses on the endogenous (age, hormonal state) and exogenous (phytate, oxalate, sodium, bioactive compounds and vitamin D) factors that can influence calcium absorption. The main methods used for evaluating calcium absorption and bioavailability. The potential factors for the low calcium intake: 1) Food habits - substitution of milk for soft drinks, eating away from home and skipping meals specially breakfast; 2) High cost of dairy food. Besides, this article discuss strategies to optimize calcium intake: 1) Increase knowledge of the relationship between calcium and health and the main food sources; 2) Increase availability of calcium-fortified foods; 3) Supplement use for target groups - when and how administrate calcium salts.

O cálcio é um nutriente essencial necessário em diversas funções biológicas. Estudos têm demonstrado a associação entre o baixo consumo de cálcio e doenças crônicas, entre elas osteoporose, câncer de colón, hipertensão arterial e obesidade. Entretanto, grande parte da população brasileira apresenta consumo de cálcio abaixo do recomendado. Este artigo objetiva revisar os fatores endógenos (idade e estado hormonal) e exógenos (fitatos, oxalatos, sódio, compostos bioativos e vitamina D) que influenciam a absorção do cálcio, bem como as principais metodologias utilizadas para avaliar a absorção e biodisponibilidade desse nutriente. Discorre-se sobre os possíveis fatores para o baixo consumo de cálcio: 1) Hábito alimentar - substituição de leite por bebidas com baixo teor de cálcio como o refrigerante, refeições realizadas fora de casa e a não realização de refeições como o café da manhã; 2) Alto custo dos alimentos fontes de cálcio. Além disso, este artigo discute as estratégias para otimizar o consumo do cálcio, que incluem: 1) Aumentar o conhecimento sobre a importância do consumo de cálcio para a saúde e as principais fontes alimentares desse nutriente; 2) Aumentar a disponibilidade de alimentos fortificados com cálcio; 3) Uso de suplementos em grupos específicos - quando e como administrar os sais de cálcio.
Palavra-chave calcium
absorption
bioavailability
intake
calcium salts
cálcio
absorção
biodisponibilidade
consumo
sais de cálcio
Idioma Português
Data de publicação 2009-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 49, n. 2, p. 164-171, 2009.
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 164-171
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042009000200008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0482-50042009000200008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4990

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0482-50042009000200008.pdf
Tamanho: 554.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta