Measuring child exposure to violence and mental health reactions in epidemiological studies: challenges and current issues

Measuring child exposure to violence and mental health reactions in epidemiological studies: challenges and current issues

Título alternativo Criança, violência e saúde: desafios e questões atuais
Autor Duarte, Cristiane Seixas Autor UNIFESP Google Scholar
Bordin, Isabel Altenfelder Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Green, Genevieve Rachel Google Scholar
Hoven, Christina W. Google Scholar
Instituição Division of Child and Adolescent Psychiatry
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This paper examines challenges and current issues involved in measuring exposure to different types of violence which are associated mental health problems in children and adolescents. Standardized measures suitable for epidemiological studies, selected based on their relevance in the current literature, are briefly described and commented. The assessment of child's exposure to violence may focus on a specific event (e.g., kidnapping), a specific context (e.g., war) or even of a certain type of exposure (e.g., intrafamilial physical violence). The assessment of child mental health after exposure to violence has traditionally focused on posttraumatic stress disorder (PTSD) - most frequently measured through non-diagnostic scales. However, other mental health reactions may be present and screening as well as diagnostic instruments which may be used to assess these reactions are also described. Two issues of emerging importance - the assessment of impairment and of traumatic grief in children - are also presented. Availability of culturally appropriate instruments is a crucial step towards proper identification of child mental health problems after exposure to violence.

Este artigo examina os desafios e perspectivas atuais envolvidos na mensuração da exposição a diferentes tipos de violência e problemas de saúde mental em crianças e adolescentes. Instrumentos padronizados apropriados para estudos epidemiológicos, selecionados com base em sua relevância na literatura, são brevemente descritos e comentados. A avaliação de exposição à violência em crianças pode dizer respeito a um evento específico (como sequestro) ou um contexto específico (como guerra) ou mesmo um determinado tipo de exposição (como violência física intrafamiliar). A avaliação da saúde mental infantil após a exposição à violência tradicionalmente concentrou-se na avaliação do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) - freqüentemente avaliado através de escalas não-diagnósticas. Porém, outras reações psicológicas podem ocorrer e instrumentos que podem ser usados para avaliar estas reações também são descritos neste artigo. Dois tópicos de importância emergente - a avaliação de prejuízo funcional e do pesar traumático em crianças - são também apresentados. Instrumentos culturalmente apropriados são essenciais para a identificação de problemas de saúde mental em crianças após a exposição à violência.
Palavra-chave Posttraumatic stress disorder (PTSD)
Trauma
Child psychopathology
Epidemiology
Measurement
Violence
Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)
Trauma
Psicopatologia infantil
Epidemiologia
Mensuração
Violência
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-04-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 14, n. 2, p. 487-496, 2009.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 487-496
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000200017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000263122300017
SciELO S1413-81232009000200017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4972

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232009000200017.pdf
Tamanho: 73.88KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta