Osteossíntese das fraturas da extremidade proximal do úmero com sistema de placa de ângulo fixo com parafusos bloqueados: técnica e resultados

Osteossíntese das fraturas da extremidade proximal do úmero com sistema de placa de ângulo fixo com parafusos bloqueados: técnica e resultados

Título alternativo Osteosynthesis of proximal humeral end fractures with fixed angle plate and locking screws: technique and results
Autor Cohen, Marcio Google Scholar
Amaral, Marcus Vinicius Google Scholar
Monteiro, Martim Google Scholar
Brandão, Bruno Lobo Google Scholar
Motta Filho, Geraldo Rocha Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Grupo de Ombro e Cotovelo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: Describe the results of proximal humeral fractures surgically treated with the Philos locking plate system. METHOD: Between March 2003 and October 2004 we prospectively reviewed 24 of 26 patients with proximal humerus fractures treated with a Philos plate. The mean follow-up time was 12 months and the mean age of patients was 57 years. Six patients had four-part proximal humerus fractures, 11 patients had three-part proximal humerus fractures, and nine patients had two-part proximal humerus fractures. Clinical evaluation was performed using the University of California at Los Angeles (UCLA) criteria. RESULTS: The mean UCLA score was 30 points (17-34). All fractures showed union. Three patients showed fracture union at varus position. The mean UCLA score for these patients was 27 points. CONCLUSION: Osteosynthesis with Philos plate provides a stable fixation method with good functional outcome.

OBJETIVO: Descrever os resultados do tratamento cirúrgico das fraturas da extremidade proximal do úmero com a placa de sistema bloqueado Philos. MÉTODOS: Entre março de 2003 e outubro de 2004 foram avaliados, de forma prospectiva, 24 de 26 pacientes com fratura da extremidade proximal do úmero tratados com a placa Philos. A média de seguimento foi de 12 meses e da idade dos pacientes, de 57 anos. Seis pacientes tinham fraturas em quatro partes, 11 em três partes e nove em duas partes. A avaliação clínica foi feita por meio dos critérios da University of California at Los Angeles (UCLA). RESULTADOS: A média do escore da UCLA foi de 30 pontos (17-35). Todas as fraturas consolidaram. Em três pacientes a fratura consolidou em varo. Nesses, o índice da UCLA médio foi de 27 pontos. CONCLUSÃO: A osteossíntese com a placa Philos permite fixação estável com bom resultado funcional.
Palavra-chave Humeral fractures
Fracture fixation, Internal
Cohort studies
Prospective studies
Fraturas do úmero
Fixação interna de fraturas
Estudos de coortes
Estudos prospectivos
Idioma Português
Data de publicação 2009-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 44, n. 2, p. 106-111, 2009.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 106-111
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162009000200004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162009000200004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4969

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-36162009000200004.pdf
Tamanho: 388.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta