Verificação da sensibilidade longitudinal do questionário de qualidade de vida AVVQ-Brasil ao tratamento não-cirúrgico da doença venosa crônica

Verificação da sensibilidade longitudinal do questionário de qualidade de vida AVVQ-Brasil ao tratamento não-cirúrgico da doença venosa crônica

Título alternativo Evaluation of the longitudinal sensitivity of the quality of life questionnaire AVVQ-Brazil to the non-surgical treatment of chronic venous disease
Autor Leal, Flávia de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Andreoni, Solange Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde Coletiva – EPM
Resumo Introduction. Longitudinal sensitivity is an important property of a quality of life questionnaire that is being capable of reflecting the changes that have occurred over time in a variable, which should be investigated in the psychometric validation of an evaluation measure, such as the AVVQ-Brazil. Objective. To verify longitudinal sensitivity to the clinical changes of the Aberdeen quality of life questionnaire for varicose veins (AVVQ-Brazil) in phlebopathic subjects submitted to non-surgical treatment. Methods. Longitudinal validation study in which 112 chronic venous patients submitted to elective sclerotherapy with glucose and / or foam, Unna boot and / or dressings were evaluated for CEAP and pain visual analogue scale (VAS pain), as well as responding to the AVVQ-Brazil questionnaire and the Brazilian version of the VEINES-QOL / Sym in the pre (basal) and post-treatment moments, with an interval of 4 weeks between the assessments. Results expressed in mean, median, maximum and minimum values and standard deviation. Internal consistency of the questionnaire assessed by Cronbach's ?. The differences in the scores of the scales between moments were seen by the Student's parametric t-test and the Z Wilcoxon non-parametric, and the latter also evaluated the distribution of the patients by CEAP and the moments of evaluation. Effect size, confidence interval analysis, and eta-quadrante parcial (?2p) were used to verify sensitivity to changes occurred in the scales scores. Correlation coefficients of Pearson, Spearman and ?_b of Kendall were used to correlate the changes occurred in the scores of the scales themselves and between the scores of different scales. Results. Of the 112 patients, 92 (82.1%) were female. The mean age of the sample was 59.51 years ± 14.03, posture in prolonged orthostatism (49.1%), with at least incomplete elementary school (22.3%), complete 2nd grade (22.3%) or complete 3nd grade (25%) and severity of the disease in classes C2 (28.6%) and C6 (32.1%) of clinical CEAP. It is worth noting the general decrease in values of averages between the moments for all scales, except for the Varicosity Extension domain of the AVVQ-Brazil and the VEINES-QOL/SYM after 4 weeks. Cronbach's ? indicated, in general, moderate to high reliability of AVVQ-Brazil. The effect size indicated a small sensitivity to the AVVQ-Brazil and its domains and VAS pain, in addition to small to moderate sensitivity to the VEINES-QOL/SYM. The partial ?2 also showed, in general, small to large sensitivity of the scales. It was observed that most of the patients improved or maintained the same post-treatment CEAP clinical class, with a significant statistical difference. The correlation coefficients presented moderate to excellent correlations between the changes of the scales over time, with statistically significant differences. Conclusion. AVVQ-Brazil was sensitive to post-treatment small clinical changes in individuals with CVD, being an important measure of the QoL and severity of the disease in Brazil.

Introdução. Estudos para validar questionários de avaliação que permitem medir a influência da doença venosa crônica (DVC) ou seus tratamentos na qualidade de vida (QV) têm sido desenvolvidos, mas ainda ocorrem em pequeno número na literatura, principalmente verificando a sensibilidade longitudinal, importante propriedade psicométrica determinante da eficiência e qualidade de construção desses questionários. Objetivo. Verificar sensibilidade longitudinal às mudanças clínicas do questionário de qualidade de vida Aberdeen para veias varicosas (AVVQ-Brasil) em flebopatas submetidos a tratamento não-cirúrgico. Métodos. Estudo longitudinal de validação de questionário, no qual 112 pacientes com DVC, submetidos a tratamento eletivo de escleroterapia com glicose e/ou com espuma, bota de Unna e/ou curativos, foram avaliados quanto à classificação CEAP e escala visual analógica para dor (EVA dor), como também, responderam ao questionário AVVQ-Brasil e versão brasileira do VEINES-QOL/Sym nos momentos pré (basal) e pós-tratamento, com intervalo de 4 semanas entre as avaliações. Resultados expressos em média, mediana, valores máximos e mínimos e desvio padrão. Consistência interna do questionário avaliada pelo ? de Cronbach. As diferenças nas pontuações das escalas entre momentos foram vistas pelos testes paramétrico t Student pareado e não-paramétrico Z Wilcoxon, sendo que este último avaliou também a distribuição dos pacientes por CEAP e os momentos de avaliação. Foram utilizados o tamanho do efeito, a análise do intervalo de confiança e o eta quadrado parcial (?2p) para verificar a sensibilidade às mudanças ocorridas nas pontuações das escalas. Para correlação entre as mudanças ocorridas nas pontuações das próprias escalas e entre as pontuações de escalas distintas foram usados coeficientes de correlação de Pearson, de Spearman e ?_b de Kendall. Resultados. Dos 112 pacientes, 92 (82,1%) eram do gênero feminino. A idade média da amostra foi de 59,51 anos ± 14,03, postura em ortostatismo prolongado (49,1%), com pelo menos o 1º grau incompleto (22,3%), 2º grau completo (22,3%) ou 3º grau completo (25%) e gravidade da doença nas classes C2 (28,6%) e C6 (32,1%) do CEAP clínico. Destaca-se, diminuição geral dos valores das médias entre os momentos para todas as escalas, exceto o domínio Extensão da Varicosidade do AVVQ-Brasil e o VEINES-QOL/SYM. Os ? de Cronbach indicaram, em geral, moderada a alta confiabilidade do AVVQ-Brasil. O tamanho do efeito indicou sensibilidade pequena para AVVQ-Brasil e seus domínios e EVA dor, além de sensibilidade pequena a moderada para VEINES-QOL/SYM após 4 semanas. O ?2p mostrou também, em geral, sensibilidade pequena a grande das escalas. Observou-se que a maior parte dos pacientes melhorou ou manteve a mesma classe clínica CEAP pós-tratamento, com significativa diferença estatística. Os coeficientes de correlação apresentaram moderadas a excelentes correlações entre as mudanças das escalas ao longo do tempo. Conclusão. O AVVQ-Brasil foi sensível às pequenas mudanças clínicas pós-tratamento de pacientes com DVC, sendo uma medida importante de avaliação da QV e de gravidade da doença no Brasil.
Assunto Sensitivity and specificity
Health evaluation
Surveys and questionnaire
Quality of life
Venous insufficiency
Sensibilidade e especificidade
Avaliação em saúde
Inquéritos e questionário
Qualidade de vida
Insuficiência venosa
Saúde Coletiva
Idioma Português
Data 2018
Publicado em LEAL, Flávia de Jesus. Verificação da sensibilidade longitudinal do questionário de qualidade de vida AVVQ-Brasil ao tratamento não-cirúrgico da doença venosa crônica. 2018. Tese (Doutorado) Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2018.
Área de concentração Epidemiologia
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Brasil
Extensão 67 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49170

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: 2018-0008.pdf
Tamanho: 1.397Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)