Taxa de elocução de fala segundo a gravidade da gagueira

Taxa de elocução de fala segundo a gravidade da gagueira

Título alternativo Speech rate according to stuttering severity
Autor Arcuri, Cláudia Fassin Autor UNIFESP Google Scholar
Osborn, Ellen Autor UNIFESP Google Scholar
Schiefer, Ana Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: speech duration has been the subject of acoustic studies due to its relationship with rhythm and speech rate. The speech analysis of stutterers has revealed data which often differs from that found in non-stutterers. These differences most likely stem from timing disturbances related to speech motor control. OBJECTIVE: to compare the speech rates of individuals presenting different stuttering severity levels. METHOD: participants were 6 adult stutterers with the following severity levels: 2 with mild stuttering; 2 with moderate stuttering and 2 with severe stuttering. The words cavalo (horse), pipoca (popcorn) and tapete (carpet) were introduced in a carrier phrase, Digo......baixinho (Say ......in a low voice). Each phrase was uttered by the researcher and then repeated aloud 3 times by the participants while being recorded in a computer. Utterances containing speech disruptions were discarded. Subsequently, timing measurements were made, using the Praat 4.2 software. Utterances were divided into segments delimited by two consecutive voice onsets, and speech rate was then calculated (number of vowel-vowel segments divided by the total sum of duration of the segments). The data were analyzed statistically using ANOVA. RESULTS: the group with mild/moderate stuttering presented higher and similar speech rates, differing statistically from the group with severe stuttering, therefore indicating that the higher the severity of stuttering, the lower the speech rate. This difference seems to be related to difficulties in motor programming, affecting mainly the rhythm and the timing of discourse. CONCLUSIONS: the rate of fluent speech during a repetition task differentiated the studied individuals according to the severity of stuttering.

INTRODUÇÃO: o aspecto da duração da fala tem sido investigado acusticamente por estar relacionado ao ritmo e taxa de elocução. A análise da fala de gagos tem revelado dados, por vezes, diferentes daqueles encontrados nos não-gagos, devido às perturbações temporais no controle motor da fala do gago. OBJETIVO: comparar as taxas de elocução de indivíduos com diferentes gravidades de gagueira. MÉTODO: foram selecionados seis adultos gagos, tendo dois deles gagueira de grau leve, dois de grau moderado e dois grave. As palavras cavalo, pipoca e tapete foram introduzidas na frase-veículo Digo...... baixinho. Cada frase foi emitida pela pesquisadora e repetida em voz alta três vezes pelos indivíduos, com gravação em computador. Foram desconsideradas as frases em que ocorreram disfluências. Posteriormente, foram realizadas as medidas de duração, no programa Praat 4.2. As frases foram divididas em segmentos delimitados por dois onsets vocálicos consecutivos, e então, foram calculadas as taxas de elocução (número de segmentos vogal-vogal dividido pela soma total da duração dos segmentos). Os dados foram analisados através de ANOVA. RESULTADOS: o grupo com gagueira de grau leve e moderado apresentou taxas de elocução semelhantes e maiores, diferenciando-se estatisticamente do grupo com gagueira grave, indicando que quanto maior a gravidade, menor a taxa de elocução. A diferença parece dever-se às dificuldades na programação motora que afetam principalmente o ritmo e a temporalidade do discurso. CONCLUSÕES: a taxa de elocução de fala fluente, durante tarefa de repetição, diferenciou os indivíduos estudados segundo a gravidade da gagueira.
Assunto Speech Disorders
Stuttering
Speech Acoustics
Speech Production Measurement
Distúrbio da Fala
Gagueira
Acústica da Fala
Medida da Produção da Fala
Idioma Português
Data 2009-03-01
Publicado em Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 21, n. 1, p. 45-50, 2009.
ISSN 0104-5687 (Sherpa/Romeo)
Editor Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Extensão 45-50
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872009000100008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-56872009000100008 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4906

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0104-56872009000100008.pdf
Tamanho: 67.34Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)