Análise vocal e endoscópica do método da bomba velofaríngea na aquisição da voz esofágica

Análise vocal e endoscópica do método da bomba velofaríngea na aquisição da voz esofágica

Autor Oliveira, Lais Rocha de Barros Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chiari, Brasilia Maria Chiari Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Distúrbios da Comunicação Humana (Fonoaudiologia)
Resumo Purpose: To describe and define the physiological and acoustic adjustments in the velopharyngeal pump method esophageal voice. Methods: A total of 9 total laryngectomy were submitted to the method of velopharyngeal pump to acquisition of esophageal voice, 8 men and 1 woman, aged between 48 and 73 years. Voice and speech recordings were made for perceptual analysis (PA), fluency and acoustic analysis and as well as fiberoptic laryngoscopy in order to assess the pharyngoesophageal configuration. PA were assessed by the overall impression of vocal deviation of esophageal speech using the visual analogue scale. We used the Speech Fluency Scale to evaluate the fluency. Acoustic evaluations were carried out in two phases: evaluation of acoustic parameters: F0, intensity, jitter, shimmer, HNR and maximum phonation time (MPT) and; the acoustic signal typing through visual inspection of spectrograms of the sustained /a/. The analysis of the pharyngoesophageal configuration evaluated the following parameters: presence of volitive control, participation of the pharyngoesophageal segment (PES) in phonation, presence of prominence and its participation in esophageal speech, participation of adjacent structures, type of closure of the SFE and the adjacent structures and salivary stasis. Results: Most of the subjects were classified as fluent speakers. The fundamental frequency presented a variation of the 261,37Hz to 71,36Hz. There was no presence of signal type I. MPT mean found was 0,54s (+ 0,48s). In pharyngoesophageal configuration we pointed up the presence of PES in phonation, the presence of prominence in the PES, the involvement of adjacent structures and the salivary stasis. Conclusion: Our results showed that the overall impression of esophageal voice appears to be associated with both the degree of fluency as the type of spectrographic signal; the absent of prominence and volitive control parameters were observed in subjects with degree of deviation close to intense and speech not fluent; the total presence of the PES phonation, the presence of the prominence and participation of adjacent structures, regardless of the type of closure, and full volitive control are shown as essential factors in the success of the esophageal speech; the subjects with the worst performers appear to be those with structural changes (surgical and radiotherapy) more impaired when compared to others.

Objetivo: Descrever e definir os ajustes fisiológicos e acústicos presentes na emissão esofágica pelo método de aquisição da bomba velofaríngea. Métodos: Participaram do estudo 9 laringectomizados totais submetidos ao método da bomba velofaríngea para aquisição de voz esofágica, sendo 8 homens e uma mulher, com idades entre 48 e 73 anos. Foram realizadas gravações de voz e de fala para análise perceptivo-auditiva (PA), fluência e análise acústica e realização do exame de videonasofibroscopia, este último a fim de avaliar a configuração faringoesofágica. Na avaliação P.A foi avaliada a impressão geral de desvio vocal da voz esofágica utilizando-se a escala analógica visual. A avaliação da fluência foi realizada por meio da Speech Fluency Scale. Já as avaliações acústicas foram realizadas em dois momentos: avaliação dos parâmetros acústicos de: F0, intensidade, jitter, shimmer, HNR e tempo máximo fonatório e; o tipo de sinal espectrográfico, por meio da avaliação visual do tipo do traçado da vogal /a/. A análise da configuração faringoesofágica levou em consideração os seguintes parâmetros: presença de controle volito, participação do segmento faringoesofágico (SFE) na fonação, presença de proeminência e sua participação na fonação esofágica, participação de estruturas adjacentes, tipo de fechamento do SFE e das estruturas adjacentes e presença de estase salivar. Resultados: A maioria dos sujeitos foi classificada como falantes fluentes. A frequência fundamental apresentou uma variação de 261,37Hz a 71,36Hz. Não houve presença de sinal tipo I. A média encontrada do TMF foi de 0,54s (+ 0,48s). Na configuração faringoesofágica destacaram-se: a presença do SFE na fonação, a presença da proeminência no SFE, a participação de estruturas adjacentes e a presença de estase salivar. Conclusões: Nossos resultados demonstraram que a impressão geral da voz esofágica parece estar associada tanto com o grau de fluência quanto com o tipo de sinal espectrográfico; a ausência da proeminência e do controle volitivo foram parâmetros observados nos sujeitos com grau de desvio próximo ao intenso e de fala não fluente; a participação total do SFE na fonação, a presença da proeminência e a participação das estruturas adjacentes, independente do tipo de fechamento, e presença de controle volitivo total mostraram-se como fatores essenciais para o sucesso da emissão; os sujeitos com os piores desempenhos foram aqueles com alterações estruturais (cirúrgica e por radioterapia) mais comprometidas quando comparados aos demais.
Assunto voz alaríngea
voz esofágica
laringoscopia
acústica da fala
Idioma Português
Data 2015-03-25
Publicado em OLIVEIRA, Lais Rocha de Barros. Análise vocal e endoscópica do método da bomba velofaríngea na aquisição da voz esofágica. 2015. 58 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Linha de pesquisa Fonoaudiologia
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 58 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2372132
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49045

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)