Antecedente de terror noturno em adolescentes com enxaqueca

Antecedente de terror noturno em adolescentes com enxaqueca

Autor Fialho, Libania Melo Nunes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Rodrigues, Marcelo Masruha Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Neurologia - Neurociências
Resumo Purpose: to evaluate the antecedent of night terrors in a large consecutive series of adolescents with episodic migraine and chronic migraine as compared to controls , as well as to assess its relationship with several clinical characteristics, including age of migraine onset, frequency, duration of migraine attacks and the pain intensity depression and anxiety. Methods: it was a cross-section study with a semi-structured questionnaire applied to adolescents with episodic and chronic migraine and controls. The diagnosis of migraine was performed according to the international headache society criteria and the diagnosis of night terrors was performed according to the International Classification of sleep disorders. Results: A total of 187 subjects were referred to the study. From this total, 36 subjects were excluded. The remaining 151 subjects were in accordance with the inclusion criteria. Among them, 50 had episodic migraine (EM), 50 had chronic migraine (CM) and 51 were enrolled as the control group (CG). There was a strong correlation between the clinical history of night terrors and the diagnosis of migraine, especially among chronic ones. Among the patients with the antecedent of night terrors and the diagnosis of migraine, no differences regarding intensity, the frequency or duration of migraine attacks, depression or anxiety were found. Conclusions: Our study demonstrates a significant relationship between night terrors and migraine. Night terrors antecedent being consistently higher among adolescents with CM then in EM and in CG.

Objetivo: verfificar a presença de antecedente de terror noturno em adolescentes com enxaqueca episódica, crônica e controles, bem como investigar a sua relação com as características clínicas dos pacientes, incluindo tempo de início da enxaqueca, frequência, duração, intensidade das crises , presença de aura e associação com quadro de ansiedade, depressão e piora dos critérios de qualidade de vida. Métodos: entrevistas diretas com adolescentes de ambos os sexos portadores de enxaqueca episódica ou crônica comparados com adolescentes controles. O diagnóstico de enxaqueca foi realizado de acordo com os critérios estabelecidos pela International Headache Society na classificação internacional de cefaleias (CIC), e o diagnóstico de antecedentes de terror noturno foi estabelecido de acordo com os critérios da classificação internacional de distúrbios do sono. Utilizou-se um questionário preestabelecido com questões acerca de dados epidemiológicos e clínicos. Resultados: foram encaminhados 187 sujeitos para avaliação. Desse total, 36 foram excluídos. Os 151 sujeitos restantes estavam de acordo com os critérios de inclusão do estudo. Dentre eles, 50 eram portadores de enxaqueca episódica (EE), 50 de enxaqueca crônica (EC) e 51 eram controles (C). O antecedente de terror noturno esteve significativamente mais presente entre os adolescentes com enxaqueca episódica e crônica quando comparados com os controles. Entre os adolescentes portadores de enxaqueca episódica ou crônica, a presença de antecedente de terror noturno não interferiu na frequência, duração das crises nem na incidência de ansiedade ou depressão. Conclusões: O presente estudo demonstrou que existe uma correlação entre terror noturno e enxaqueca. Pode-se observar que, entre os pacientes com quadro de enxaqueca, o terror noturno esteve presente com maior frequência durante a infância, podendo ser, portanto, precursor de enxaqueca entre adolescentes.
Assunto terror noturno
enxaqueca
adolescência
Idioma Português
Data 2013-02-27
Publicado em FIALHO, Libania Melo Nunes. Antecedente de terror noturno em adolescentes com enxaqueca. 2013. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Linha de pesquisa Medicina
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=225208
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48961

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)