A escolha da psiquiatria como carreira pelo sexto ano médico: revisão crítica no Brasil e no mundo

A escolha da psiquiatria como carreira pelo sexto ano médico: revisão crítica no Brasil e no mundo

Author Fernandes, Rubens Luis Folchini Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Citero, Vanessa de Albuquerque Citero Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psiquiatria e Psicologia Médica
Abstract Introdução: Existe baixa taxa de especialização em Psiquiatria no mundo, paralelamente à crescente demanda dos transtornos mentais na população. Portanto, torna-se foco de entendimento o fenômeno da escolha pela especialidade. Objetivos: A) Principal: realizar estudo de revisão sobre o contexto da Psiquiatria no Brasil e analisar os fatores influentes para escolha desta especialidade pelos estudantes do sexto ano médico; B) Específicos: (1) fornecer dados nacionais para estudo mundial sobre o tema e (2) realizar descrição preliminar dos dados coletados para o estudo multicêntrico. Métodos: Realizada revisão narrativa da literatura com os termos ?escolha da Psiquiatria?, ?ensino de Psiquiatria no Brasil? e ?escolha especialidade médica?; e realizado um estudo transversal multicêntrico com aplicação de escala padronizada para alunos no ultimo ano de formação médica sobre motivos da escolha da Psiquiatria. Resultados: Os resultados foram apresentados em dois artigos científicos, o primeiro, de revisão, no qual se encontrou uma baixa taxa de psiquiatras no Brasil (3.3/100.000 habitantes) em relação ao preconizado pela Organização Mundial de Saúde, distribuídos irregularmente pelo território nacional; escolher a carreira em psiquiatria foi resultado de variáveis que incluíram fatores pessoais (aspirações e tendências), culturais (estigma), institucionais (contato com a especialidade em cursos de graduação) e as perspectivas de carreira (estrutura de atendimento, oportunidades de pós-graduação e salários). O segundo artigo, com dados mundiais (incluindo dados de 12 alunos de 6º ano no Brasil), mostrou que 4,5% de estudantes decidiram pela Psiquiatria. Associaram-se a essa decisão: sexo feminino, experiências pessoais com doenças mentais e físicas, atitudes positivas em relação à Psiquiatria, participação em ligas ou estágio eletivos na área, contato com paciente agudo e sentir-se responsável nos estágios. Qualidade e número de estágios associaram-se a altos escores na escala de atitudes em Psiquiatria (ATP-18). Por fim, a descrição da amostra nacional foi apresentada, sendo que apenas dois dos 12 alunos mostravam interesse em fazer Psiquiatria.
Keywords psiquiatria
escolha da profissão
estudante de medicina
mercado de trabalho
estigma social
Language Portuguese
Date 2015-11-27
Published in FERNANDES, Rubens Luis Folchini. A escolha da psiquiatria como carreira pelo sexto ano médico: revisão crítica no Brasil e no mundo. 2015. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2619461
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48860

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account