Concentração capilar de cortisol em pacientes em primeiro episódio psicótico

Concentração capilar de cortisol em pacientes em primeiro episódio psicótico

Author Andrade, Elvis Henrique Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Brietzke, Elisa Macedo Brietzke Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psiquiatria e Psicologia Médica
Abstract Objectives: To compare hair cortisol levels of drug naïve FEP patients and healthy controls and investigate if variations in hair cortisol in the three months preceding the FEP are correlated with severity of symptoms. Methods: A total of 24 drug naïve FEP patients and 27 sex- and age-matched healthy control subjects were selected to this study. SCID I was used to confirm/exclude diagnosis and PANSS to assess symptoms dimensionally. At least 2 cm of hair was obtained by cutting a sample as near to the scalp as possible. Hair samples were processed in 1-cm segments and hair cortisol concentrations were obtained through standardized procedure. First segment was defined as the closest to the scalp and considered to reflect the mean cortisol in the preceding month. The second segment was obtained between 1 and 2 cm from the scalp and the 3rd segment between 2 and 3 cm, reflecting mean cortisol concentration between 30-60 days and 60-90 days, respectively. Results: Two-way ANCOVA with sex and age as covariates was able to demonstrate a group effect but not a time effect (F (1.106) = 4.899, p = .029) in the sample. The difference between 3rd and 2nd segments was positively correlated with total PANSS score (r = .576; p = 0.039). The ratio between the absolute variation between 2nd and 1st segments and the absolute variation between 3rd and 1st segments was negatively correlated to PANSS General Psychopathology Subscale (r = -.615; p = 0.044) and PANSS total score (r = -.661; p =0.027). In the subgroup in which cortisol levels was decreased, there were negative correlations between hair cortisol levels in 1st, 2nd and 3rd segments and GAF score (r = -.870, r= -.943; r = -.900; p = 0.024; p =0.005; p = 0.037, respectively). Conclusion: The present study suggested that HPA axis activation is abnormal in early stages of psychosis, as expressed by hair cortisol levels. We hypothesize that there is a group of FEP patients in which HPA axis is hyporresponsive, reflecting functional abnormalities since the premorbid period. The magnitude of changes in hair cortisol in the three months previous to admission in an emergency unit correlates to psychopathology. Thus, HPA axis abnormalities may be present even before full-blown psychosis.

Comparar a concentração de cortisol no fio de cabelo (HCC) de indivíduos em primeiro episódio psicótico (PEP) não medicados previamente com a de controles saudáveis e investigar se variações na HCC nos três meses precedentes a admissão hospitalar correlacionam-se com a gravidade dos sintomas. Métodos: Vinte e quatro indivíduos em PEP não previamente medicados e vinte e sete controles saudáveis pareados por sexo e idade foram selecionados para esse estudo. A SCID I foi usada para confirmar/excluir o diagnóstico e a PANSS foi usada para mensurar os sintomas dimensionalmente. Amostras de pelo menos 2 cm de cabelo foram obtidos cortando-se o mais próximo possível do escalpo e processadas em segmentos de 1 cm. A HCC foi obtida por procedimentos padronizados. O 1º segmento foi definido como o mais próximo ao escalpo e, portanto, referente ao mês anterior à admissão hospitalar. O 2º segmento, entre 1 e 2 cm do escalpo, e o 3º segmento, entre 2 e 3 cm, referiam-se aos períodos de 30 ? 60 e 60 ? 90 dias, respectivamente. Resultados: Uma ANCOVA de duas vias com sexo e idade como covariáveis foi capaz de demonstrar um efeito de grupo, mas não de tempo (F (1.106) = 4.899, p =.029) na amostra. A diferença entre o 3o e o 2o segmentos correlacionou-se positivamente com o escore Total da PANSS (r =.576; p = 0.039). A razão entre a diferença absoluta entre o 2o e o 1o segmentos e a diferença absoluta entre o 3o e o 1o segmentos correlacionou-se negativamente com a subscala de psicopatologia geral da PANSS (r = -.615; p = 0.044) e o escore Total da PANSS (r = -.661; p =0.027). No subgrupo no qual as HCCs diminuíram, houve correlação negativa entre a HCC no 1o, 2o, e 3o segmentos e o escore GAF (r = -.870, r= -.943; r = -.900; p = 0.024; p =0.005; p = 0.037, respectivamente). Conclusão: O presente estudo sugere que a ativação do eixo HPA, conforme expressa pela concentração de cortisol no cabelo, está anormal nos estágios iniciais da psicose. Formulamos a hipótese de que há um subgrupo de pacientes em PEP nos quais o eixo HPA é hiporresponsivo, refletindo anormalidade funcional desde o período pré-mórbido. A magnitude das mudanças na concentração de cortisol no cabelo nos três meses anteriores à admissão no setor de emergência correlacionase com psicopatologia. Assim, anormalidades no eixo HPA podem ocorrer mesmo anteriormente à plena manifestação clínica.
Keywords psicose
cortisol
esquisofrenia
eixo hipotálamo-hipófise-adrenal
estresse crônico
Language Portuguese
Date 2015-07-31
Published in ANDRADE, Elvis Henrique Santos. Concentração capilar de cortisol em pacientes em primeiro episódio psicótico. 2015. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2398452
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48858

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account