Análise da evolução do estado nutricional de lactentes portadores de proctocolite alérgica

Análise da evolução do estado nutricional de lactentes portadores de proctocolite alérgica

Autor Camargo, Ludimilla Scodeler de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Taddei Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria
Resumo Objetivo: Avaliar a evolução antropométrica de lactentes com proctocolite alérgica (PA) no momento do diagnóstico e entre 1 e 6 meses após a intervenção nutricional. Métodos: Ensaio do tipo pré e pós-teste em uma coorte retrospectiva de lactentes com diagnóstico de PA acompanhados no Instituto de Gastroenterologia Pediátrica de São Paulo (IGASTROPED), Brasil. Os dados foram obtidos a partir dos prontuários de lactentes atendidos ambulatorialmente, coletando-se informações acerca do diagnóstico clínico, conduta terapêutica e dados antropométricos. A intervenção terapêutica foi caracterizada pela manutenção do aleitamento materno exclusivo com dieta de exclusão materna de seis alérgenos (AME-DEM) ou uso de fórmulas hipoalergênicas (FHA). Resultados: Dos 44 lactentes diagnosticados com PA, 23 eram do sexo feminino. A mediana de idade dos lactentes foi de 3,5 meses no momento da admissão, e de 6 meses após a intervenção. A queixa clínica principal foi hematoquezia (70,5%), associada ou não a outros sintomas da PA. A análise da evolução antropométrica quando relacionada às dietas nos dois momentos da investigação não demonstrou diferenças estatisticamente significantes. Ambas as intervenções nutricionais resultaram na recuperação da evolução pondero-estatural dos lactentes dentro dos padrões esperados e com o desaparecimento total dos sintomas. Conclusão: A vigência da PA não provocou agravo do estado nutricional dos lactentes quando aplicada intervenção nutricional apropriada, resultando em desaparecimento dos sintomas clínicos e recuperação da evolução pondero-estatural. Além disso, também pode ser levado em consideração o papel benéfico do AME-DEM no processo de recuperação nutricional do lactente em relação aos lactentes alimentadas por FHA, sugerindo-se supérflua utilização desta última.
Assunto proctocolite
estado nutricional
lactente
Idioma Português
Data 2015-08-10
Publicado em CAMARGO, Ludimilla Scodeler de. Análise da evolução do estado nutricional de lactentes portadores de proctocolite alérgica. 2015. 51 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Linha de pesquisa Medicina
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2692905
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48844

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)