Estudo das funções no desenvolvimento do sistema estomatognático em recém nascidos prematuros

Estudo das funções no desenvolvimento do sistema estomatognático em recém nascidos prematuros

Autor Bautzer, Ana Paula Doi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Guedes, Zelita Caldeira Ferreira Guedes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Distúrbios da Comunicação Humana (Fonoaudiologia)
Resumo Objetivo: Verificar em que idade gestacional corrigida, menor que 34 semanas, um prematuro estará apto para iniciar intervenção fonoaudiológica de estimulação da função de sucção e para a transição alimentação para via oral, dentro de uma UTIN. Método: Estudo de caráter longitudinal e comparativo com 132 recém-nascidos prematuros com idade gestacional entre 28 e 37 semanas segundo a DUM. Para análise foram divididos em três grupos de acordo com a idade gestacional e classificação estabelecida pela OMS,2012. Todos os recém-nascidos prematuros passaram por estimulação das funções do Sistema estomatognático como sucção e deglutição. Resultados: Foi aplicado o teste não paramétrico Kruskal-Wallis para verificar a relação das estimulações de sucção não nutritiva, idade gestacional e idade de alta. Foram analisados o comportamento dos recém-nascidos prematuros com idade gestacional maior e menor que 34 semanas de idade gestacional. Não houve diferença nos grupos que iniciaram estimulação específica de sucção não nutritiva. Conclusão: Os recém nascidos prematuros menores que 34 semanas de idade gestacional podem iniciar estimulação específica de sucção não nutritiva, em nosso estudo sugerimos que idade inicial seja maiores que 32 semanas. As respostas da estimulação se assemelham ao respostas e desenvolvimento normal e esperado.
Assunto prematuro
lactente extremamente prematuro
comportamento de sucção
Idioma Português
Data 2015-10-31
Publicado em BAUTZER, Ana Paula Doi. Estudo das funções no desenvolvimento do sistema estomatognático em recém nascidos prematuros. 2015. 73 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Linha de pesquisa Fonoaudiologia
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2988730
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48833

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)