Avaliação de um pacote de medidas para prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica em unidades de terapia intensiva de um hospital universitário

Avaliação de um pacote de medidas para prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica em unidades de terapia intensiva de um hospital universitário

Author Pereira, Elaine Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Pneumologia)
Abstract Ventilator-associated pneumonia (VAP) is the leading cause of infection in intensive care units (ICU) is associated with high mortality rates, longer hospital stay and higher costs. Among patients using mechanical ventilation around 10-20% develop this infection. There are simple steps that when applied together appear to be favorable in reducing rates of this infection. Objective: To evaluate the impact of a protocol for prevention of VAP incidence of this infection, mortality, duration of mechanical ventilation and length of hospital stay in two ICUs. Method: Patients admitted to the ICU of Pneumology and ICU of Cardiovascular Surgery (UPOCC) of a university hospital underwent a daily protocol for prevention of VAP between January 1 to December 31, 2011 In this protocol we evaluated the suitability of elevation bedside between 30th - 45th, cuff pressure above 20 cmH2O, exchange ventilatory circuit every seven days, no condensate in the ventilatory circuit, peptic ulcer prophylaxis, prophylaxis for deep venous thrombosis and awaken daily sedation. The information collected in 2011 were compared to information collected retrospectively in 2010 when there was no application of the Protocol. For statistical analysis statistical tests such as Pearson chi-square, Student's t test, considering a significance level of 5% and a confidence interval of 95% were used. Was also used Stata 12 program to calculate the density of incidence of pneumonia, with a confidence interval of 95%. Results: In the Pulmonary ICU decreased the duration of mechanical ventilation ranged from an average of 12 days in 2010 to 9.5 days in 2011 (p = 0.024). Although this unit was a reduction in the number of reintubations which in 2010 had a mean value of 15.1 episodes in 2011 and the value was 14.9 (p = 0.001). ICU of Pneumology there was a reduction in the incidence density, which ranged from 15.4%, with a total of 19 cases in 2010 to 9.3%, with a total of 10 cases in 2011 (p = 0.193) . In UPOCC was no reduction in length of hospital stay showed that on average 45 days in 2010 and 40 days in 2011 (p = 0.014). In UPOCC was no increase in incidence density which increased from 13.6% with a total of 16 cases in 2010 to 14.5% with a total of 10 cases in 2011 (p = 0.896). The adequacy in relation to the indicators obtained a value greater than 80% in at least five of the seven indicators, with XIX better performance presented by UPOCC. The ICU of Pneumology had a worse performance than the realization of awakening diary already UPOCC was less adequate in relation to the measurement of cuff pressure. Microorganisms found in two ICUs were similar between the pre-intervention period and intervention in both ICUs. Conclusion: Although we found no statistically significant difference in ICU Pulmonology showed a lower value in the incidence density of VAP in the year in which the protocol was applied. The period of application of the Protocol statistically significant difference in ICU of pulmonology in relation to shorter mechanical ventilation, and reducing episodes of reintubation was observed. The UPOCC showed a reduction in hospital stay. We observe a good fit to the protocol in two ICUs studied. Studies with a longer period of time are needed to confirm the usefulness of prevention protocols in reducing VAP.

A pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) é a principal causa de infecção em unidades de terapia intensiva (UTI), está associada a altos índices de mortalidade, maior tempo de internação hospitalar e maiores custos. Entre os pacientes que utilizam ventilação mecânica cerca de 10 ? 20% desenvolvem esta infecção. Existem medidas simples que quando são aplicadas em conjunto mostram-se favoráveis na redução das taxas dessa infecção. Objetivo: Avaliar o impacto de um protocolo de prevenção de PAV na incidência desta infecção, mortalidade, tempo de ventilação mecânica e tempo de internação hospitalar em duas UTIs. Método: Os pacientes internados na UTI da Pneumologia e UTI da Cirurgia Cardiovascular (UPOCC) de um hospital universitário foram submetidos a um protocolo diário para prevenção de PAV entre 01 janeiro a 31 de dezembro de 2011. Nesse protocolo avaliou-se a adequação da elevação da cabeceira entre 30º - 45º, pressão do cuff acima de 20 cmH2O, troca do circuito ventilatório a cada sete dias, ausência de condensado no circuito ventilatório, profilaxia para úlcera péptica, profilaxia para trombose venosa profunda e despertar diário da sedação. As informações coletadas em 2011 foram comparadas às informações coletadas retrospectivamente no ano de 2010 quando não houve aplicação do protocolo. Para análise estatística foram utilizados testes estatísticos como o qui quadrado de Pearson, teste t de Student, considerado um nível de significância de 5% e intervalo de confiança de 95%. Foi também utilizado o programa Stata 12 para calcular a densidade de incidência de pneumonia, com um intervalo de confiança de 95%. Resultados: Na UTI da Pneumologia houve redução no tempo de ventilação mecânica que variou de um valor médio de 12 dias em 2010 para 9,5 dias em 2011(p=0.024). Ainda nesta unidade houve uma redução no numero de reintubações que em 2010 apresentou um valor médio de 15,1 episódios e em 2011 o valor foi de 14,9 (p=0,001). Na UTI da Pneumologia houve uma redução na densidade de incidência, que variou de 15,4%, com um total de 19 casos, em 2010, para 9,3%, com um total de 10 casos, em 2011(p=0,193). Na UPOCC houve redução no tempo de internação hospitalar que em média xvii apresentou 45 dias em 2010 e 40 dias em 2011(p=0.014). Na UPOCC houve aumento na densidade de incidência que passou de 13,6% com um total de 16 casos em 2010 para 14,5% com um total de 10 casos em 2011 (p=0,896). A adequação em relação aos indicadores obteve um valor maior do que 80% em pelo menos cinco dos sete indicadores, com melhor desempenho apresentado pela UPOCC. A UTI da Pneumologia teve um pior desempenho em relação a realização do despertar diário, já a UPOCC foi menos adequada em relação à medida de pressão do cuff. Os microrganismos encontrados nas duas UTIs foram semelhantes entre o período pré-intervenção e intervenção em ambas UTIs. Conclusão: Apesar de não termos encontrado diferença estatística significativa, a UTI da pneumologia apresentou um valor menor na densidade de incidência de PAV no ano em que foi aplicado o protocolo. No período de aplicação do protocolo foi observada diferença estatística significativa na UTI da Pneumologia em relação ao menor tempo de ventilação mecânica, e redução dos episódios de reintubações. A UPOCC evidenciou uma redução no tempo de internação hospitalar. Observamos uma boa adequação ao protocolo nas duas UTIs estudadas. Estudos com um intervalo de tempo maior são necessários para comprovar a utilidade de protocolos de prevenção na redução de PAV.
Keywords pneumonia
unidade de terapia intensiva
infecção
prevenção
fisioterapia
Language Portuguese
Date 2014-08-31
Published in PEREIRA, Elaine Cristina. Avaliação de um pacote de medidas para prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica em unidades de terapia intensiva de um hospital universitário. 2014. 91 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 91 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1933111
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48814

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account