A importância de proteínas quinases c na secreção de citocinas por células epiteliais durante a interação paracoccidioides brasiliensis

A importância de proteínas quinases c na secreção de citocinas por células epiteliais durante a interação paracoccidioides brasiliensis

Author Alcantara, Cristiane Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Toledo, Erika Suzuki de Toledo Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Microbiologia e Imunologia
Abstract A paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose humana sistêmica causada por fungos do gênero Paracoccidioides. De maneira geral, as primeiras interações entre fungo e hospedeiro ocorrem no epitélio. As células epiteliais, embora pouco estudadas, desempenham um importante papel na defesa do organismo, seja formando uma barreira física e/ou secretando citocinas e quimiocinas para a ativação da resposta imune inata. Neste estudo foi investigada a importância de proteínas quinases C (PKCs) na secreção das citocinas inflamatórias interleucina (IL)-6 e IL-8, durante o contato entre células epiteliais A549 com leveduras de P. brasiliensis e também, a importância destas quinases na ativação das vias de sinalização das MAPKs (“Mitogen-activated protein kinases”) e do fator de transcrição NF-B (“nuclear fator kappa B”) durante esta interação. Inicialmente, observamos que durante a interação com P. brasiliensis, as células A549 expressam RNAm de todas as isoformas de PKCs encontradas em mamíferos (, βI, βII, δ, , ƞ, θ, ξ e ι) e, ainda, mostramos que o fungo induz a fosforilação de PKCs em sítios específicos que são importantes para a estabilização e posterior ativação destas quinases. A inibição de PKCs com Go 6983 (inibidor de amplo espectro de PKCs) ou Rottlerin (inibidor da ativação de PKC δ) reduziu significativamente a ativação das três vias de MAPKs (ERK 1/2, p38 MAPK e SAPK/JNK) e também do fator de transcrição NF-B. Além disso, mostramos que P. brasiliensis induz a secreção das citocinas inflamatórias IL-6 e IL-8, mas, não da anti-inflamatória IL-10. A inibição de PKCs com estes mesmos inibidores (Go 6983 ou Rottlerin), reduziu os níveis de IL-6 e IL-8 secretados pelas células epiteliais durante sua interação com o P. brasiliensis. Ensaio realizado com células A549 silenciadas para PKC δ, igualmente mostrou níveis reduzidos destas citocinas nos sobrenadantes de cultura das células A549 na presença dos fungos, confirmando a importância de PKC δ na secreção destas citocinas. Desta forma, demostramos pela primeira vez que PKCs (em especial PKC δ) são importantes para a secreção de IL-6 e IL-8 por células epiteliais A549 em resposta a leveduras de P. brasiliensis e ainda, que estas quinases são importantes para a ativação das MAPKs e do fator de transcrição NF-B.
Keywords paracoccidioides brasiliensis
Language Portuguese
Date 2014-09-30
Published in ALCANTARA, Cristiane. A importância de proteínas quinases c na secreção de citocinas por células epiteliais durante a interação paracoccidioides brasiliensis. 2014. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Microbiologia
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1304088
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48789

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account