A influência de variáveis psicobiológicas na adesão e aderência a um programa de exercício físico

A influência de variáveis psicobiológicas na adesão e aderência a um programa de exercício físico

Author Rosa, Joao Paulo Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Mello, Marco Tulio de Mello Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Psicobiologia
Abstract Despite the growing number of spaces to get a better physical conditioning and constant access to information about the importance of physical activity for health, we note that a large number of people who start exercise programs gives up even after a short time . Several studies have indicated that the level of motivation and previous expectations are relevant to increase the commitment to physical activity. Moreover, these aspects are not adequately described in terms of proximal (motivation / expectations) and (Evolutionary / anthropological) distal explanation in the literature. This study aims to determine the level of motivation (BREQ-2) and expectations for regular exercise (IMPRAF-54) before starting a one-year exercise program could determine the likelihood of adherence to exercise. One hundred volunteers (55 women) were recruited to participate in an exercise protocol with duration of 12 months. The IMPRAF-54 scale was used to evaluate six different expectations associated with physical activity, and BREQ-2 Inventory was used to assess the level of motivation in five stages (of motivation to intrinsic motivation). Individuals who completed the protocol had higher sociability and lower scores on "Pleasure" according to oIMPRAF-54. Logistic regression showed that an increase of one point in sociability score increased the chance of completing the program by 10% (OR = 1.1 [1.04 to 1.23]), and the same increase of one point in the score soon reduced the chance to complete the protocol by 16% (OR = 0.85 [, 74-, 98]). ROC curves were also calculated to establish cut-off points in IMPRAF-54 questionnaire for membership (Sociability - 18.5 points - 81% sensitivity / 50% specificity) and leaving (Pleasure - 25.5 points - 86% sensitivity -20% specificity) of the exercise protocol. The association between physical exercise and social activities may involve people to be physically active and can provide better results for membership and adherence to exercise programs for the general population.

Apesar do crescente número de iniciativas e facilidades para se adquirir um melhor condicionamento físico e constante acesso a informações sobre a importância da prática de atividade física para saúde, nota-se que pessoas iniciam programas de exercício físico e desistem do mesmo após pouco tempo. Estudos apontam que o nível de motivação e expectativas anteriores são aspectos relevantes para aumentar o compromisso com a atividade física. Além disso, esses aspectos não são adequadamente descritos em termos de explicações proximais (motivação/expectativas) e distais (evolutivas/ antropológicos) pela literatura. Este trabalho tem como objetivo verificar se o nível de motivação (BREQ-2) e expectativas em relação ao exercício físico regular (IMPRAF-54) antes de iniciar um programa de exercícios de um ano poderia determinar a probabilidade de aderência ao exercício físico. Cem voluntários (55 mulheres) com idade de 34,03±9,01 anos foram recrutados a participar de um protocolo de exercício físico com duração de 12 meses. A escala IMPRAF-54 foi utilizado para avaliar seis expectativas diferentes associados à atividade física, e do inventário BREQ-2 foi utilizado para avaliar o nível de motivação em cinco etapas (de desmotivação para a motivação intrínseca). Os indivíduos que completaram o protocolo apresentaram maior sociabilidade e pontuações mais baixas no domínio ?Prazer? de acordo com oIMPRAF-54. Um modelo de regressão logística mostrou que um aumento de um ponto no score de sociabilidade aumentou a chance de concluir o programa em 10% (OR = 1,1 [1,04-1,23]), e o mesmo incremento de um ponto na pontuação prazer reduziu a chance de completar o protocolo em 16% (OR = 0,85 [,74-,98]). Curvas ROC foram também calculados para estabelecer pontos de corte no questionário IMPRAF-54 para a adesão (Sociabilidade - 18,5 pontos - 81% de sensibilidade / 50% de especificidade) e abandono (Pleasure - 25,5 pontos - 86% de sensibilidade-20% de especificidade) do protocolo de exercício. A associação entre o exercício físico e as atividades sociais podem envolver as pessoas para serem fisicamente ativos e pode proporcionar melhores resultados de adesão e aderência em programas de exercícios físicos para a população em geral. Palavras ? Chave: Motivação, Exercício Físico, Adesão, Aderência
Keywords motivação
exercício físico
adesão
aderência
Language Portuguese
Date 2015-03-31
Published in ROSA, Joao Paulo Pereira. A influência de variáveis psicobiológicas na adesão e aderência a um programa de exercício físico. 2015. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 77 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2356744
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48724

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account