Avaliação das espécies de malassezia em indivíduos com pitiriíse versicolor e clinicamente sadios

Avaliação das espécies de malassezia em indivíduos com pitiriíse versicolor e clinicamente sadios

Autor Bezerra, Fabiane Castilho Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Barbosa, Dulce Aparecida Barbosa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Enfermagem
Resumo Introdução: O gênero Malassezia compreende leveduras lipodependentes, exceto a M. pachydermatis. Várias espécies do gênero fazem parte da biota da pele e sob certas condições produzem diferentes infecções cutâneas. A pitiríase versicolor é doença de distribuição universal, prevalente em climas tropicais e subtropicais. Clinicamente representada por máculas ou placas de coloração variável (eritematosa, hipocrômica ou hipercrômicas), descamativas e assintomáticas, embora alguns pacientes relatem prurido. Localiza-se principalmente no tronco superior e membros superiores, podendo afetar outras áreas. O diagnóstico clínico é confirmado por exame laboratorial. Objetivos: Isolar e identificar Malassezia spp. de pacientes com pitiríase versicolor e de indivíduos sem lesões clínicas aparentes; empregar métodos fenotípicos na caracterização das espécies; avaliar as espécies conforme as variantes clínicas e distribuição das lesões quanto às regiões do corpo; verificar a viabilidade de dois métodos diferentes na preservação do cultivo. (INSERI, CONFERIR SE ESTÁ OK) População e métodos: Trata-se de estudo transversal realizado no ambulatório da Universidade Federal de São Paulo, no período de setembro de 2011 a agosto de 2012 em indivíduos de ambos os sexos, de 18 a 40 anos com ou sem lesão clínica aparente,de pitiríase versicolor (PV). Foram excluídos indivíduos com história de tratamento antifúngico tópico ou sistêmico há menos de dois meses, em uso de imunossupressores ou com distúrbios da sudorese e xerose cutânea. Foi pesquisada a presença de Malassezia spp; escamas de lesão sugestiva de PV foram coletadas com lâmina de vidroe foi realizado esfregaço na região anterior do tórax com feltro esterilizado. Foi feito exame microscópico direto das escamas, cultura em meio ágar Sabouraund dextrose com cloranfenicol, Dixon modificado e provas da catalase, esculina, Tween e Cremophor EL. Resultados: Das amostras coletadas (n=xxx) 31% eram provenientes de pacientes com diagnóstico clínico de PV e 68% de indivíduos sadios. Nos pacientes com PV, 10% referiam quadro prévio da doença, 13% caso semelhante em familiares ou coabitantes e 30% prática de esporte. ???Nos sadios 2, 3 e 33% respectivamente. Grau moderado de acometimento clínico foi evidenciado na maior parte dos pacientes. Nos dois grupos estudados M. furfur foi a espécie mais isolada, seguida por M. globosa e M. pachydermatis respectivamente nos pacientes com PV e sadios. Conclusão: Não houve diferença entre espécies isoladas de pacientes com PV e de pacientes clinicamente sadios, bem como correlação entre a espécie isolada e grau de acometimento clínico. História prévia da doença e antecedentes familiares de PV foram fatores significativos no desenvolvimento da doença. Outras condições inerentes ao hospedeiro podem ser determinantes na manifestação clínica de pitiríase versicolor.
Assunto malassezia
levedura
pitiríase versicolor
identificação
conservação
Idioma Português
Data 2013-08-28
Publicado em BEZERRA, Fabiane Castilho. Avaliação das espécies de malassezia em indivíduos com pitiriíse versicolor e clinicamente sadios. 2013. 57 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Linha de pesquisa Enfermagem
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 57 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=643726
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48684

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)