Avaliação do efeito in vitro da 1,25 dihidroxivitamina d3 no perfil de citocinas relacionadas aos linfócitos t em pacientes com lupus eritematoso sistêmico

Avaliação do efeito in vitro da 1,25 dihidroxivitamina d3 no perfil de citocinas relacionadas aos linfócitos t em pacientes com lupus eritematoso sistêmico

Author Mariz, Henrique de Ataide Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Sato, Emilia Inoue Sato Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências da Saúde Aplicadas à Reumatologia
Abstract Introdução: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune caracterizada por diversas alterações imunológicas. Os linfócitos T estimulam a produção de autoanticorpos pelos linfócitos B através da produção de citocinas pró-inflamatórias. A vitamina D apresenta propriedade imunomoduladora e sua deficiência já foi bem descrita em pacientes com LES, mas poucos estudos analisaram o efeito da 1,25- dihidroxivitamina D3 [1,25 (OH)2D3] sobre as células mononucleares de sangue periférico (PBMCs). Objetivos: 1) avaliar o efeito imunomodulador da 1,25 (OH)2D3 sobre o perfil de citocinas no sobrenadante de cultura de PBMCs em pacientes com LES; 2) avaliar o perfil de citocinas em cultura de PBMCs de pacientes com LES, com doença ativa e sem atividade; 3) avaliar o perfil de citocinas em cultura de PBMCs de pacientes com LES com níveis séricos de 25-hidroxivitamina D3 [25 (OH)D3] normais (?30 ng/dl) e deficientes (<20 ng/dl). Material e Métodos: A amostra foi composta por 27 pacientes com LES do ambulatório do Hospital das Clínicas-UFPE que preencheram os critérios de classificação do ACR (American College of Rheumatology). A atividade da doença e o índice de dano foram avaliados pelo SLEDAI (Systemic Lupus Erythematosus Disease Activity Index) e SLICC (Systemic Lupus International Collaborating Clinic/ACR Damage Index for Systemic Lupus Erythematosus), respectivamente. Após coleta de 30 ml de sangue, foram isoladas as PBMCs e realizadas dosagens de 25 (OH)D3, anti-DNA e complemento no soro. A cultura das PBMCs foi realizada nas condições de 0,1; 1; 10 e 100 nM de 1,25 (OH)2D3 por 48 horas, e as citocinas IL-17A, IL-22, IL-21, IL-9, IFN-?, IL-4, IL-10, IL-2, IL-6 and TNF foram quantificadas através do cytometric bead array (CBA) e enzimaimunoensaio (ELISA) no sobrenadante. Resultados: A média de idade das pacientes foi 36,2±10,5 anos e a mediana do SLEDAI foi 4(0-6), com oito pacientes classificados aleatoriamente com doença em atividade (SLEDAI?6). As pacientes apresentaram insuficiência (<30ng/dl) e deficiência (<20ng/dl) de vitamina D em 66,7 % e 18,5 %, respectivamente. A adição de 1,25 (OH)2D3 diminuiu significativamente os níveis da IL-17 A, IL-22, IL-21, IL-9, IFN-? e TNF no sobrenadante de cultura de PBMCs nas concentrações de 10 e 100 nM (p?0,02). O efeito inibitório da 1,25 (OH)2D3 foi semelhante ao da dexametasona para as citocinas IL-17A, IL-22, IL-21 e IFN-?. A 1,25 (OH)2D3 aumentou os níveis da IL-4 nas doses de 0,1, 1, 10 e 100 nM (p?0,0006), IL-10 nas doses de 0,1, 1 e 10 nM (p?0,015) e da IL-2 (nas doses de 0,1, 1 e 100 nM, p?0,010). O efeito imunomodulador da 1,25 (OH)2D3 ocorreu nas citocinas IL-17A, IL-22, IFN-? e IL-6 (p?0,047) no subgrupo de pacientes com SLEDAI? 6. Não houve efeito imunomodulador da 1,25 (OH)2D3 quando analisados os pacientes com deficiência de vitamina D (níveis séricos de 25 OHD3< 20 ng/ml). Conclusão: A 1,25 (OH)2D3 apresentou efeitos inibitórios em citocinas pró-inflamatórias e aumentou a produção de citocinas anti-inflamatórias em pacientes com LES. Como essas citocinas estão implicadas na etiopatogenia do LES, este resultado reforça a necessidade de manter níveis adequados de vitamina D em pacientes com LES.
Keywords lupus eritematoso sistêmico
vitamina d3
citocinas
interleucinas imunomodulação
Language Portuguese
Date 2016-04-05
Published in MARIZ, Henrique de Ataide. Avaliação do efeito in vitro da 1,25 dihidroxivitamina d3 no perfil de citocinas relacionadas aos linfócitos t em pacientes com lupus eritematoso sistêmico. 2016. 82 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 82 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3608923
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48675

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account