Reconhecimento de fala no nível de máximo conforto em pacientes adultos com perda auditiva neurossensorial

Reconhecimento de fala no nível de máximo conforto em pacientes adultos com perda auditiva neurossensorial

Título alternativo Speech recognition in the maximum comfort level in adults with sensorineural hearing loss
Autor Zaboni, Zuleica Costa Autor UNIFESP Google Scholar
Iorio, Maria Cecilia Martinelli Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To obtain the Percentage Index of Speech Recognition (PISR) at maximum comfortable level (MCL) in adults with mild to moderately severe (up to 60 dB) sensorineural hearing loss. METHODS: The subjects evaluated were grouped according to the degree of hearing loss (Groups I, II and III). The groups were further divided into subgroups (IA,IB, IIA, IIB, IIIA, IIIB) as it follows. In the subgroup A of each group, the PISR was determined at 40 dB SL, beginning with the right ear. The patient was then requested to inform how comfortable the sound was at this level of stimuli presentation, according to a scale with four possibilities: low, comfortable, high and excessively high. After that, the maximum comfortable level (MCL) was obtained, and the PISR was carried out using that intensity level. In the subgroup B of each group, the same procedure was carried out, only reversely, performing initially the PISR at MCL, and then at 40 dB SL. In this subgroup the test began with the left ear. RESULTS: After evaluating the subjects of the three groups, the mean MCL was calculated. It varied from 25 to 32.95 dB SL. The subjects had better results in the PISR when stimuli were presented at MCL. CONCLUSION: PISR evaluation at MCL, for individuals with mild to moderately severe sensorineural hearing loss, provides better Speech Recognition results.

OBJETIVO: Pesquisar o Índice Percentual de Reconhecimento de Fala (IPRF) no nível de máximo de conforto em adultos com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo até 60 dB NA. MÉTODOS: Os indivíduos avaliados foram agrupados de acordo com o grau de perda auditiva (Grupos I, II e III). Feito isso, os grupos foram subdivididos (IA, IB, IIA, IIB, IIIA, IIIB) conforme explicado a seguir. No subgrupo A de cada um dos grupos, foi determinado o IPRF a 40 dB NS, obtendo-se as respostas iniciando-se pela orelha direita. O paciente foi solicitado a informar quão confortável estava o som neste nível de apresentação dos estímulos, utilizando-se para obter a informação, uma escala com quatro descritores: baixo, confortável, alto e alto demais. Depois disso, foi pesquisado o nível de máximo conforto (NMC) e nessa intensidade foi obtido o IPRF. No subgrupo B de cada um dos grupos, foi realizado o mesmo procedimento, porém obtendo-se primeiramente o IPRF no NMC, e a seguir a 40 dB NS. Nesse subgrupo, o teste foi iniciado na orelha esquerda. RESULTADOS: Após a avaliação dos indivíduos dos três grupos foi calculado o nível de audição médio em que os indivíduos referiram maior conforto que variou de 25 a 32,95 dB NS. No NMC de apresentação dos estímulos, houve maior percentagem de acertos de palavras. CONCLUSÃO: A avaliação do IPRF no nível de máximo conforto para indivíduos com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo, proporciona melhores resultados de Reconhecimento de Fala.
Palavra-chave Hearing loss
sensorineural
Auditory threshold
Audiometry, speech
Speech perception
Perda auditiva neurosensorial
Limiar auditivo
Audiometria da fala
Percepção da fala
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 14, n. 4, p. 491-497, 2009.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 491-497
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000400011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342009000400011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4862

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-80342009000400011.pdf
Tamanho: 214.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta