Avaliação das respostas cardiovasculares e simpáticas promovidas pela injeção de moxonidina no núcleo do trato solitário comissural de rato

Avaliação das respostas cardiovasculares e simpáticas promovidas pela injeção de moxonidina no núcleo do trato solitário comissural de rato

Author Alves, Thales Biffe Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Colombari, Eduardo Colombari Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Farmacologia
Abstract Importantes drogas de ação anti-hipertensiva utilizadas na clínica médica são os agonistas adrenérgicos ?2 e imidazólicos. Várias evidências têm sugerido que o efeito anti-hipertensivo desses fármacos é mediado, pelo menos em parte, pela ativação de receptores imidazólicos do tipo I1 presentes na região rostroventrolateral (RVL) do bulbo. Resultados do nosso grupo mostraram que a moxonidina pode produzir hipotensão por agir na região do núcleo do trato solitário comissural (NTScom). Experimentos in vitro mostraram que os efeitos hiperpolarizantes produzidos pela clonidina eram abolidos após a aplicação prévia do antagonista de receptores GABA-A bicuculina. Ademais, alguns trabalhos na literatura demonstraram que o bloqueio de receptores glutamatérgicos ionotrópicos no RVL foi capaz de prevenir a hipotensão produzida pela rilmenidina em ratos espontaneamente hipertensos. Desse modo, a nossa hipótese foi que a moxonidina, atuando em neurônios do NTScom e mediante sua ação integrada com receptores GABAérgicos e glutamatérgicos, poderia exercer os seus efeitos de hipotensão e simpato-inibição. Para isso, foram registrados a pressão arterial media e a atividade simpática do nervo esplâncnico. Foram utilizados ratos Wistar (250-350g, n = 6/grupo) anestesiados com uretano (1,2 g/kg, iv) e ventilados artificialmente. Nossos resultados evidenciaram que a injeção do antagonista de receptores adrenérgicos ?2 ioimbina (10 nmol/50 nl) no NTScom foi capaz de bloquear as respostas hipotensora (? = -3 ± 2 mmHg, vs. moxonidina: ? = -22 ± 4 mmHg) e a simpatoinibição (? = -2 ± 5%, vs. moxonidina: ? = -26 ± 3% do basal) produzida pela injeção de moxonidina (5 nmol/50 nl) no NTScom. Similarmente, a injeção do antagonista de receptores GABAérgicos do sub-tipo A bicuculina (25 pmol/50 nl) na região do NTScom atenuou a hipotensão (? = -11 ± 3, vs. moxonidina: -28 ± 5 mmHg) e a simpatoinibição (? = 13 ± 3% vs. moxonidina: ? = -24 ± 2% do basal) promovida pela injeção de moxonidina no NTScom. Contudo, a administração do antagonista de receptores glutamatérgicos ionotrópicos ácido quinurênico (2,5 nmol/50 nl) na região do NTScom não foi efetivo em atenuar a hipotensão (? = -24 ± 3, vs. moxonidina: ? = 25 ± 9 mmHg) e a simpatoinibição (? = -22 ± 5% vs. moxonidina: ? = -28 ± 9%, do basal) promovida pela injeção de moxonidina no NTScom. Os nossos resultados mostram também que as respostas hipotensoras e simpatoinibitórias promovidas pela injeção de moxonidina no NTScom não dependem da integridade dos neurônios catecolaminérgicos bulbo espinais da região rostroventrolateral do bulbo, sugerindo que os neurônios C1 não são essenciais para as respostas de redução da PA e atividade simpática exercida pela moxonidina. Assim, os efeitos anti-hipertensivos da moxonidina parecem carecer de mecanismos adrenérgicos ?2 e GABAérgicos, mas não glutamatérgicos, pelo menos ionotrópicos, para exercer de forma significante o efeito hipotensor e simpatoinibitório.
Keywords hipertensão
moxonidina
Language Portuguese
Date 2015-03-31
Published in ALVES, Thales Biffe. Avaliação das respostas cardiovasculares e simpáticas promovidas pela injeção de moxonidina no núcleo do trato solitário comissural de rato. 2015. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Farmacologia
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2886664
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48560

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account