Aderência à higiene das mãos em precaução de contato, utilizando como ferramenta o relatório do sistema de chamada da enfermagem e dados dos contadores eletrônicos para dispensação de gel alcoólico

Aderência à higiene das mãos em precaução de contato, utilizando como ferramenta o relatório do sistema de chamada da enfermagem e dados dos contadores eletrônicos para dispensação de gel alcoólico

Author Franca, Satiro Ribeiro de Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Marra, Alexandre Rodrigues Marra Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Infectologia
Abstract Introduction: Adherence to hand hygiene is one of the most important procedures to prevent and avoid hospital infections. Objective: To evaluate adherence to hand hygiene by the multidisciplinary team in rooms with or without contact precautions (CP). Methods: From January to June 2011, this study was conducted in a semiintensive adult care unit to assess the level of hand hygiene among nurses by comparing compliance rates for patients who did or did not use contact precautions, who had two or more invasive devices such as nasogastric tube, gastrostomy, jejunostomy, tracheostomy, peripheral venous access or central venous access, drains and urinary catheter. A working strategy with the methodology of Positive Deviance (PD) ? which promotes the exchange of experiences, quality improvement, and feedback, involving professionals or groups with similar behavior to change the vision of the precautions ? was created aspart of a protocol that reduces the risk of contact with body fluids or fluids of patients with known or suspected infections easily transmitted by direct contact (in this case, the hands of health professionals) or by contact with objects surrounding the patient. Two sources of available data were used: data from the nurse call system and data from electronic meters installed in alcoholbased hand sanitizer dispensers. Results: Data was analyzed from 20 patients with PC and 60 patients who were not with PC, all admitted to the unit more than 24 hours earlier. No differences were observed among patients in PC or not PC when analyzed in subgroups by number of invasive devices for any of the three main variables evaluated: the number of use of alcoholbased hand sanitizer a day, the number of daily nursing calls and the duration (in minutes) of care by nursing staff per day. A statistically significant difference was found in the average service time (in minutes) when patients were compared, simultaneously by PC status and the number of invasive devices (p = 0.001). Conclusion: There were no differences in adherence to hand hygiene using alcoholbased hand sanitizer in the process of caring patients with contact precautions versus patients without contact precautions.

Introdução: A aderência à higiene das mãos é um dos procedimentos mais importantes para prevenir e evitar as infecções hospitalares. Objetivo: Avaliar a aderência à higienização das mãos pela equipe multiprofissional em quartos com ou sem precaução de contato (PC). Métodos: De janeiro a junho de 2011, este estudo foi realizado em uma unidade semi-intensiva de adulto para avaliar a aderência da higienização das mãos entre os profissionais de enfermagem, comparando as taxas de conformidade para os pacientes que estavam ou não estavam em precauções de contato, que apresentavam dois ou mais dispositivos invasivos, como sonda nasoenteral, gastrostomia, jejunostomia, traqueostomia, acesso venoso periférico ou acesso venoso central, drenos e sonda vesical de demora. Foi criada uma estratégia de trabalho com a metodologia do Positive Deviance (PD), que favorece a troca de experiências, melhoria de qualidade, feedback dos resultados, envolvendo os profissionais ou os grupos com comportamentos semelhantes, para mudar a visão em relação às precauções de contato que fazem parte de um protocolo que diminui o risco do contato com secreções ou fluidos corporais de pacientes com suspeita ou diagnóstico de infecções facilmente transmitidas pelo contato direto (neste caso, as mãos dos profissionais de saúde) ou pelo contato com objetos do ambiente do paciente. Foram utilizados dados de duas fontes disponíveis: os dados do relatório do sistema de chamada da enfermagem e os dados dos contadores eletrônicos instalados em dispensadores de gel alcoólico. Resultados: Foram analisados dados de 20 pacientes com PC e 60 pacientes que não estavam com PC. Eram pacientes internados na unidade por mais de 24 horas. Não foram observadas diferenças entre os pacientes em PC ou em não PC, quando analisados em subgrupos pelo número de dispositivos invasivos, para qualquer uma das três principais variáveis avaliadas: o número de utilização de gel alcoólico por dia, o número de chamada da enfermagem por dia e a duração (em minutos) do cuidado pela equipe de enfermagem por dia. A diferença estatisticamente significativa foi encontrada apenas no tempo médio de atendimento (em minutos) quando os pacientes foram comparados, simultaneamente, pelo status CP e pelo número de dispositivos invasivos (p = 0,001). Conclusão: Não houve diferenças na aderência à higienização das mãos utilizando gel alcoólico, no cuidado de pacientes em precaução de contato versus pacientes sem precaução de contato.
Keywords higiene das mãos
precaução de contato
sistema de chamada da enfermagem
contador eletrônico
Language Portuguese
Date 2015-11-24
Published in FRANCA, Satiro Ribeiro de. Aderência à higiene das mãos em precaução de contato, utilizando como ferramenta o relatório do sistema de chamada da enfermagem e dados dos contadores eletrônicos para dispensação de gel alcoólico. 2015. 52 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 52 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3117136
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48552

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account