O ensino do processo de enfermagem em angola

O ensino do processo de enfermagem em angola

Autor Carvalho, Maria Manuela Lemos de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ramos, Lais Helena Domingues Ramos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Enfermagem
Resumo O Processo de Enfermagem é um instrumento científico importante para a sistematizar a prática profissional do Enfermeiro. É essencial garantir que durante a sua formação o estudante de Enfermagem receba subsídios necessários para desenvolver com qualidade, as ações da assistência de Enfermagem. Posto isso, importa conhecer a visão dos professores relacionada a ministração dos conteúdos teóricos, e os procedimentos práticos do processo de Enfermagem. O presente trabalho foi realizado com objetivo de descrever como é ensinado o processo de Enfermagem em Angola. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, tipo transversal utilizando o método exploratório. Foram entrevistados 48 docentes do cursos de graduação em Enfermagem das escolas de Angola. O questionário objetivou coletar dados referentes a situação sócio-acadêmica dos docentes, o ensino das teorias de sustentação e etapas do processo de enfermagem, bem como as estratégias pedagógicas utilizadas no ensino. Os dados foram processados segundo a técnica de análise temática. Os resultados apontaram que os docentes têm conhecimento da importância do processo de enfermagem, e reconhecem o papel do professor como orientador para a sua aprendizagem. Existe falta de concenso entre os professores relacionado aos contúdos do ministrados, principalmente sobre o respaldo teórico e etapas do processo de Enfermagem. Verificou-se que o estudo de caso é a estratégia pedagógica mais utilizada pelos docentes entretanto há necessidade de se adotar metodologias de ensino inovadoras. O fato dos docentes assumirem varias disciplinas cada um, a excessiva carga horária por docente, a carência de docentes, o número elevado de alunos sala de aula tanto quanto nos estágio, a diversidade de e países de formação dos professores São fatores que influenciam negativamente o ensino do. Outros fatores que dificultam o ensino no processo de Enfermagem são: a fragilidade das políticas pedagógicas das escolas, a falta ou pouca experiência do docente com o trabalho do processo de enfermagem na prática, e a não implantação do processo de Enfermagem nas unidades hospitalares, são fatores que dificultam o ensino da assistência sistematizada de Enfermagem. Dessa forma, embora haja engajamento dos docentes em ministrar os conteúdos e direcionar os alunos, podemos assegurar que o ensino do processo de Enfermagem em Angola é permeado por dificuldades e falta de limguagem consensual. Portanto, ações pessoais e institucionais e devem ser realizadas, principalmente a melhoria das entratégias de ensino, revisão das filosofias pedagógicas das escolas, e criação de fóruns de discussão, para garantir qualidade no processo ensino/aprendizagem relacionados ao modo sistematizado de cuidar.
Assunto educação em enfermagem
processo de enfermagem
docentes de enfermagem
Idioma Português
Data 2015-12-23
Publicado em CARVALHO, Maria Manuela Lemos de. O ensino do processo de enfermagem em angola. 2015. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Linha de pesquisa Enfermagem
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3189179
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48394

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)