Identificação de limiares metabólicos durante testes de exercício em esteira rolante de ratos geneticamente obesos

Identificação de limiares metabólicos durante testes de exercício em esteira rolante de ratos geneticamente obesos

Author Rosa, Thiago dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Silva, Bruno Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina Translacional
Abstract Atualmente não é claro se os métodos tradicionais de avaliação da capacidade aeróbia são adequados para animais obesos, nem qual é o efeito do treinamento aeróbio sobre os diferentes índices de medida da capacidade aeróbia, assim como em parâmetros metabólicos (e.g. colesterol e frações, triacilglicerol, glicemia e balanço redox) associados à obesidade. Assim, verificou-se 1) em qual percentagem de velocidade máxima (Vmax) ocorre a máxima fase estável de lactato (MLSS) em ratos Zucker, machos de 12 semanas de idade; 2) o efeito do treinamento sobre a MLSS e sobre os limiares de lactato (LT) e glicêmico (GT); 3) a associação entre a MLSS e os limiares; 4) o efeito do treinamento sobre parâmetros metabólicos. Dez ratos Zucker obesos e dez magros realizaram testes contínuos em esteira para determinar a MLSS e testes incrementais para determinar o LT e o GT. O treinamento consistiu em 8 semanas de treinamento em carga constante (intensidade relativa a MLSS), 5 vezes por semana, 60 minutos por dia. Os limiares foram identificados por meio de inspeção visual (LTv e GTv), ajuste polinomial (LTp e GTp) e outros modelos matemáticos (LTs. Dmax e Log- log LTs). A MLSS correspondeu a 78% e 68% da Vmax no pré-treinamento para grupos obesos e magros, respectivamente. O treinamento aumentou a MLSS, LT e GT de modo semelhante entre os grupos. O LTv, GTv, LTs e o Log- log LTs apresentaram maior concordância com à MLSS em comparações intra-grupos, em análise por Bland-Altman plot, além de apresentarem maiores valores nas análises de coeficiente de correlação intraclasse. O treinamento aeróbio promoveu melhora de fatores que podem indicar risco à saúde, como o colesterol total, triacilglicerol, HDLc, balanço entre marcadores anti- e pró-oxidantes (razão GSH/TBARS) e glicemia em obesos, demosntrando que a intensidade relativa à MLSS é eficiente no controle da resistência à insulina, dislipidemias e estresse oxidativo que caracterizam a síndrome metabólica em obesos. Além disso, a razão GSH/TBARS (pré- e pós-treinamento) apresentou maior associação com a MLSS do que com a glicemia, peso corporal ou variáveis lipídicas (pré e pós-treinamento). Portanto, a identificação da MLSS e / ou LT e GT pode ser usada para definir com precisão os protocolos de treinamento e quantificar o efeito do treinamento em ratos Zucker, assim como o treinamento baseado na MLSS pode melhorar a condição de saúde metabólica de maneira independente do peso corporal.
Keywords capacidade aeróbia
exercício
diabetes
obesidade
Language Portuguese
Date 2014-09-24
Published in ROSA, Thiago dos Santos. Identificação de limiares metabólicos durante testes de exercício em esteira rolante de ratos geneticamente obesos. 2014. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1808150
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48220

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account