Desenvolvimento docente e a formação de médicos

Desenvolvimento docente e a formação de médicos

Título alternativo Teaching development and medical education
Autor Perim, Gianna Lepre Google Scholar
Abdalla, Ively Guimarães Autor UNIFESP Google Scholar
Aguilar-da-Silva, Rinaldo Henrique Google Scholar
Lampert, Jadete Barbosa Google Scholar
Stella, Regina Celes de Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
Costa, Nilce Maria da Silva Campos Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Londrina
Ministério do Esporte Secretaria Nacional de Esporte Educacional
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Faculdade de Medicina de Marília
Universidade Federal de Santa Maria
Universidade Federal de Goiás
Resumo Based on the results obtained in the self-assessment performed by 28 medical schools (MS) making part of the Project Evaluation of Change Trends (Caem/Abem), this paper examines the behavior of medical schools according to the predominant alternatives (traditional, innovative, progressive) with regard to the four vectors comprising the axis Teaching Development: Pedagogical Training; Technical-Scientific Up-Dating; Participation in Assistance Services and Management. Although half of these MS consider themselves traditional, the group recognizes the importance and influence of this axis in the medical education process, considering it essential for supporting the implemented changes and ensuring interaction between University, Health Services and Community from the perspective of integrality. For this group of 28 medical schools, the axis Teaching Development is very far from the recommendations of the National Curriculum Guidelines.

Com base nos resultados obtidos pela auto-avaliação realizada por 28 escolas médicas brasileiras (EMBs) que integram o Projeto de Avaliação de Tendências de Mudanças no Curso de Graduação das Escolas Médicas, da Caem/Abem, este trabalho analisa o comportamento das escolas segundo as alternativas predominantes (tradicional, inovadora, avançada) no eixo Desenvolvimento Docente, composto por quatro vetores: Formação Pedagógica; Atualização Técnico-Científica; Participação nos Serviços de Assistência; e Capacitação Gerencial. Embora metade das EMBs estudadas neste eixo se percebam tradicionais, reconhecem sua importância e influência no processo de formação do médico, considerando-o essencial para dar suporte às mudanças implementadas e garantir a interação entre ensino, serviços e comunidade voltada ao paradigma da integralidade. Para este grupo de 28 escolas, o Desenvolvimento Docente é o eixo que se encontra mais distante do preconizado para atender às Diretrizes Curriculares.
Palavra-chave Program evaluation
medical education
undergraduate
teachers
Avaliação de programas
educação médica
ensino superior
docentes
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 33, p. 70-82, 2009.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 70-82
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022009000500008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022009000500008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4822

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-55022009000500008.pdf
Tamanho: 293.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta