Efeito do inibidor de protease ecti em células tumorais de câncer de próstata

Efeito do inibidor de protease ecti em células tumorais de câncer de próstata

Author Bozato, Reni Luci Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Oliva, Maria Luiza Vilela Oliva Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências Biológicas (Biologia Molecular)
Abstract The prostate cancer is a highly heterogeneous disease which affects principally men over 50 years old. The most common treatment for this type of cancer is the hormonal therapy, which is realized by chemical or surgical castration. Initially, these kinds of treatment bring benefits to the individuals, however, with the disease progression, the prostate cancer tends to increase to a state of castration resistance, and some individuals develop bone metastasis, leading to death. Nowadays a lot of drugs are available for the treatment of locating tumors, but the therapies for men who have metastatic disease are limited. Therefore, it is extremely important the research for new drugs which aim the curing of metastatic diseases, or impairing the change of the tumor cell phenotype to a metastatic phenotype. During the development of metastasis, numerous cellular mechanisms are unchained, like migration, invasion, the loss of adhesion and cellular proliferation. These mechanisms, among others, are studied in the investigation of agents against cancer. EcTI, is a protein extracted from Enterolobium contortisiliquum seeds, capable to inhibit different classes of proteases and it was also demonstrated it is antitumor action on different cell lines. In this study, its action was evaluated on two prostate cancer cell line, both removed of metastasis. The results showed that EcTI reduced the viability and proliferation of PC-3 and DU 145 cells in a dose-dependent manner. It also decreased PC-3 and not allowed the DU 145 cell line migration. Thus, EcTI may contribute to the elucidation of biochemical pathways involved in prostate tumor repression.

O câncer de próstata é uma doença altamente heterogênea que acomete principalmente homens acima dos 50 anos. O tratamento mais comum para este tipo de câncer é a terapia hormonal, que é realizada por castração química ou cirúrgica. Inicialmente, este tipo de tratamento traz benefícios aos indivíduos, entretanto, com o avanço da doença, o câncer de próstata tende a progredir para um estado de resistência à castração e alguns indivíduos desenvolvem metástases ósseas, que levam à morte. Atualmente muitas drogas estão disponíveis para o tratamento de tumores localizados, porém, as terapias para homens que apresentam doença metastática são limitadas. Assim, é extremamente importante a busca por novos fármacos que visem o tratamento de doenças metastáticas, ou que diminua a mudança do fenótipo celular tumoral, para um fenótipo metástatico. Durante o desenvolvimento de metástases são desendadeados inúmeros mecanismos celulares, como a migração, a invasão, a perda da adesão e a proliferação celular. Estes mecanismos, entre outros, são estudados na busca de agentes contra o câncer. O EcTI, é uma proteína extraída das sementes de Enterolobium contortisiliquum, capaz de inibir diferentes classes de proteases e já demonstrou ação anti-tumoral sobre diferentes linhagens celulares. Neste estudo, sua ação foi avaliada sobre duas linhagens de câncer de próstata, ambas retiradas de metástases. Os resultados mostraram que o EcTI reduziu a viabilidade e a proliferação das linhagens PC-3 e DU 145, de maneira dose dependente. E também, reduziu a migração da linhagem PC-3 e não permitiu a migração da linhagem DU 145. Assim, o EcTI pode contribuir para a elucidação de vias bioquímícas envolvidas na repressão do câncer de próstata.
Keywords câncer de próstata
inibidor de protease
ecti
Language Portuguese
Date 2015-10-29
Published in BOZATO, Reni Luci. Efeito do inibidor de protease ecti em células tumorais de câncer de próstata. 2015. 88 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Bioquímica
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 88 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2569609
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48214

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account