Cognição, afeto e relacionamento interpessoal de mulheres com transtorno afetivo bipolar

Cognição, afeto e relacionamento interpessoal de mulheres com transtorno afetivo bipolar

Título alternativo Cognition, affection and interpersonal relationship of women with bipolar disorder
Autor Hisatugo, Carla Luciano Codani Autor UNIFESP Google Scholar
Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Porto, Jose Alberto Del Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The bipolar affective disorder induces incapacitation and social isolation, and might lead to suicide. It was a clinical study of multiple cases using the following instruments: Beck Depression Inventory (BDI), Beck Suicide Inventory (BSI), Hamilton Scale of Depression (HAM-D) and the Rorschach, by Exner's Comprehensive System (CS). The objective was to analyze the affective, cognitive and interpersonal aspects of the patients. Four female out-patients who were previously diagnosed as bipolar depressive, by the Psychiatry Interview according to Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (SCIDI/CV-DSM-IV) criteria were studied. Results had indicated undervalued feelings about themselves, euphoric contents and lack of insight about the self-tolerance related to stress controls. Emotional and cognitive aspects have influenced the interpersonal context leading to increased suffering. Other qualitative and clinic data have been observed and commented.

O transtorno afetivo bipolar causa incapacitação e isolamento social, podendo levar ao suicídio. Tratou-se de estudo clínico de casos múltipos com uso de: Inventário de Depressão (BDI) e Suicídio (BSI) de Beck, Escala de Depressão de Hamilton (HAM-D) e Rorschach, Sistema Compreensivo. O objetivo foi analisar os aspectos afetivos, cognitivos e interpessoais das pacientes. Quatro pacientes foram estudadas. Foram atendidas em ambulatório público e préviamente diagnosticadas com depressão bipolar, segundo Entrevista Psiquiátrica (SCID-I/CV-DSM-IV). Resultados indicaram sentimentos depreciativos na autoimagem, conteúdos eufóricos e falta de insight sobre a auto-tolerância ao estresse. Aspectos emocionais e cognitivos influenciaram no contexto interpessoal, acentuando o sofrimento. Outros dados qualitativos clínicos foram observados e comentados.
Palavra-chave Bipolar depressive disorder
Affection
Cognition
Stress
Rorschach
Transtorno depressivo bipolar
Afeto
Cognição
Estresse
Rorschach
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em HISATUGO, Carla Luciano Codani; YAZIGI, Latife; PORTO, José Alberto Del. Cognição, afeto e relacionamento interpessoal de mulheres com transtorno afetivo bipolar. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre , v. 22, n. 3, p. 377-385, 2009
ISSN 0102-7972 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Extensão 377-385
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722009000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000274726600008
SciELO S0102-79722009000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4783

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-79722009000300008.pdf
Tamanho: 66.10KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta