Radiofrequência não ablativa associada ou não à terapia a laser de baixa intensidade no tratamento de rugas faciais em mulheres adultas

Radiofrequência não ablativa associada ou não à terapia a laser de baixa intensidade no tratamento de rugas faciais em mulheres adultas

Author Pereira, Thalita Rodrigues Christovam Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Aveiro, Mariana Chaves Aveiro Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Objectives: To evaluate the effects of nonablative Radiofrequency (RF) associated ou not with Low Level Laser Therapy (LLLT) onaspect of facial wrinkles among adult women, and the impact of both of themon female self-esteem. Methods: This was a controlled clinical trial, randomized and blind.46 women between 30 and 50 years old presenting I-IV Fitzpatrick skin phototype and II-III Glogau degrees of aging were included. Participants were randomized between 3 groups: Control Group (CG), Nonablative Radiofrequency Group (RG) and Nonablative Radiofrequency and Low Level Laser Therapy Group (RLG). CG was only evaluated, RG received four sessions of nonablative radiofrequency (RF), RLG received four sessions of RF and 24 sessions of low level laser therapy (LLLT).The baseline (T0) consisted of general data, medical and dermatologic history, assessment of skin type using the Roberts Skin Type Classification System and evaluation of self-esteem through the Brazilian version of the Rosenberg Self-Esteem Scale. The participants were re-evaluated after eight weeks of the initial assessment (T8) and eight weeks after T8 (follow up). Each woman was photographed in order to assess the degree of nasolabial and periorbital wrinkles (Modified Fitzpatrick Wrinkle Scale and The Fitzpatrick Wrinkle Classification System, respectively) and the improvement in appearance through the Global Aesthetic Improvement Scale. Photograph analyzes were performed by an independent evaluation commission who had no knowledge of the allocation of the participants in the study groups. Results: Nasolabial and periorbital wrinkles classification did not show significant improvement between groups throughout the study. Analysis of aesthetic improvement indicated a significant improvement for nasolabial folds on the right side immediately after treatment (T0vs. T8, p=0.018) and follow up (T0 vs. followup, p=0.029) comparison. RG presented better results than CG immediately after treatment (p=0.041, effect size=-0.49) and on follow up (p=0.041, effect size=-0.49) and than RLG for immediately after treatment (p=0.041, effect size=-0.49). RLG presented better results than CG on follow up (p=0.007, effect size=-0.37). GR improved self-esteem during treatment (p=0.040). Conclusion: There was no significant difference in the classification of nasolabial and periorbital wrinkles between the groups throughout the study; however, it was observed some Global Aesthetic Improvement.

Objetivos: Avaliar o efeito da Radiofrequência não ablativa (RF) associada ou não à Terapia a Laser de Baixa Intensidade (LLLT) no aspecto de rugas faciais em mulheres adultas, bem como investigar o impacto do tratamento de rugas faciais na autoestima feminina. Métodos: Trata-se de um ensaio clínico controlado, randomizado e cego. Foram analisadas 46 mulheres entre 30 e 50 anos de idade que apresentaram fototipo de pele de Fitzpatrick de I-IV e graus de envelhecimento de Glogau de II-III.As participantes foram randomizadas entre 3 grupos: Grupo Controle (GC), Grupo Radiofrequência não ablativa (GR) e Grupo Radiofrequência não ablativa eTerapia a Laser de Baixa Intensidade (GRL). O GC passou apenas pelas avaliações, o GR recebeu quatro sessões de radiofrequência não ablativa (RF), o GRL recebeu quatro sessões de RF e 24 sessões de terapia a laser de baixa intensidade (LLLT). A avaliação inicial (T0) constou de dados gerais, histórico médico e dermatológico; avaliação do tipo de pele utilizando o Sistema de Classificação dos Tipos de Pele de Roberts e avaliação da autoestima por meio da Versão Brasileira da Escala de Autoestima de Rosenberg. As participantes foram reavaliadas depois de oito semanas da avaliação inicial (T8) e oito semanas após T8 (follow up). Todas as mulheres foram fotografadas para a avaliação do grau de rugas nasolabiais e periorbitais (Escala Modificada de Rugas de Fitzpatrick e Sistema de Classificação de Rugas de Fitzpatrick, respectivamente) e quanto à melhora da aparência ao longo do estudo por meio da Escala de Melhora Estética Global. As análises fotográficas foram realizadas por uma comissão avaliadora independente que não tinha conhecimento da alocação das participantes nos grupos do estudo. Resultados: A classificação das rugas nasolabiais e periorbitais não apresentou diferença significativa entre os gruposao longo do estudo. A análise da melhora estética indicou diferença significativaintergrupo para as rugas nasolabiais do lado direito tanto para comparação imediatamente após o final do tratamento (To vs. T8, p=0,018) quanto na avaliação de acompanhamento (T0 vs. follow up, p=0,029). GR apresentou melhores resultados que o GC logo após finalização do tratamento (p=0,041, tamanho do efeito=-0,49) e na avaliação de acompanhamento (p=0,041, tamanho do efeito=-0,49) e, melhores que o GRL após o final do tratamento (p=0,041, tamanho do efeito=-0,49). GRL apresentou melhores resultados do que GC no acompanhamento (p=0,007, tamanho do efeito=-0,37). O GRL apresentou melhora da autoestima ao longo do tratamento (p=0,040). Conclusão: Não houve diferença significativa da classificação das rugas nasolabiais e periorbitais entre os grupos ao longo do estudo, entretanto pode ser observada alguma melhora estética global.
Keywords skin aging
rejuvenation
radio waves
low-level laser therapy
envelhecimento da pele
rejuvenescimento
ondas de rádio
terapia a laser de baixa intensidade
Language Portuguese
Date 2016-04-19
Published in PEREIRA, Thalita Rodrigues Christovam. Radiofrequência não ablativa associada ou não à terapia a laser de baixa intensidade no tratamento de rugas faciais em mulheres adultas. 2016. 106 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 106 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3700321
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47804

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account