Usos e ameaças às tartarugas marinhas no santuário ecológico de Ilhabela (SP): subsídios para readequação de uma área marinha protegida

Usos e ameaças às tartarugas marinhas no santuário ecológico de Ilhabela (SP): subsídios para readequação de uma área marinha protegida

Author Guilhon e Sa, Maila Paisano Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Neiman, Zysman Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Controle e Remediação
Abstract The survival of the seven species of marine turtles is threatened by various human activities such as fishing, meat consumption, egg collection, collision with vessels, environmental pollution and climate change, among others. Ilhabela was characterized as foraging, resting and transitional area for sea turtles. This area houses a marine protected area called Ecological Sanctuary of Ilhabela. However the nomenclature "Sanctuary" is no longer a category in the brazilian protected area legislation, the National Protected Areas System (SNUC), requiring framing process. The Ecological Sanctuary of Ilhabela area does not have any fiscalization and monitoring, therefore various activities are practiced without control or regulation in the region. Several fishing arrangements such as gillnets and angling, as well as intense vessel traffic at high speeds use the coastal region without any supervision, emerging as a potential threat to sea turtles. The aim of this study was to diagnose and characterize potential human impacts to sea turtles in the Ecological Sanctuary of Ilhabela with the purpose of contribute with subsidies for the framing process of the region in SNUC. A fixed-point methodology was used to collect information about vessel traffic and other activities in Sergio, Portinho, Oscar, Pedras Miúdas and Piúva beaches, as well as dives to check if live animals presented signals of vessels collision or entanglement in fishing nets. After this survey a threat matrix was constructed to rank the activities, based on the "Threat Ranking" developed by WWF. The most observed vessel was the ?Speedboat? with 59,4% of the observations with the main purpose of the "Leisure" (73%). Regarding the distance from the coast and speed, 41,2% of vessels traveled a shorter distance than 200m from the coast, and 72,8% traveled above or equal 19km/h, a speed classified as "Fast" for animal to escape. The most observed activity was snorkelling, representing 49,3% of people observed performing some type of activity. There were also records of harpoon fishing, collection of marine specimens and animal feeding. For fishing, 44,4% of nets were recorded in Portinho Beach and sport fishing at Oscar Beach. From 65 sea turtles identified only one presented a mark from unknown reasons. The data demonstrate the need for planning and ordering activities as well as a legislation which regulates uses in the area, such as vessel traffic, fishing activities, specimens collection, among others. This achievement would be possible through the creation of a marine protected area in the region. The Threat Ranking indicates conservation priorities for the area.

A sobrevivência das sete espécies de tartarugas-marinha existentes encontra-se ameaçada por diversas atividades humanas como a pesca, consumo de sua carne, coleta dos ovos, colisão com embarcações, poluição ambiental e mudanças climáticas, entre outros. Ilhabela foi caracterizada como local de alimentação, descanso e passagem de tartarugas marinhas. Nesta área está inserido o Santuário Ecológico de Ilhabela, uma área marinha protegida. A nomenclatura ?Santuário?, no entanto, não se enquadrada em nenhuma das categorias do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), necessitando ser readequada. A área do Santuário Ecológico não possui nenhum tipo de fiscalização e monitoramento e, portanto, diversas atividades são praticadas sem nenhum tipo de controle ou regulação na área. Modalidades de pesca envolvendo a utilização de redes de emalhe e pesca amadora, bem como grande fluxo de embarcações que passam em alta velocidade próximas à costa ocorrem na região no Santuário sem qualquer fiscalização, surgindo como potencial ameaça às tartarugas marinhas da região. Este trabalho teve por objetivo diagnosticar e caracterizar potenciais impactos antrópicos às tartarugas marinhas no Santuário Ecológico de Ilhabela visando contribuir com subsídios para o processo de enquadramento da região no SNUC. Foi utilizada metodologia de ponto-fixo para coleta de informações e atividades realizadas nas Praias do Sérgio, Portinho, Oscar, Pedras Miúdas e Piúva, bem como mergulhos para verificar se os animais vivos apresentavam sinais de colisão com embarcações ou emaranhamento em redes de pesca. Após este levantamento foi construída uma matriz de ameaças através da qual as atividades foram ranqueadas, baseando-se no ?Threat ranking? da WWF. A embarcação mais visualizada em campo foi do tipo lancha com 59,4% das observações, sendo a principal finalidade o ?Lazer? (73%). Com relação à distância da costa e velocidade, 41,2% das embarcações trafegaram a uma distância menor de 200m da costa e, do total, 72,8% trafegaram com uma velocidade igual ou maior de 19km/h, classificada como ?rápida? para tempo de fuga dos animais. A atividade mais observada em campo foi o mergulho livre, representando 49,3% das pessoas observadas realizando algum tipo de atividade. Foram registradas também pesca submarina, coleta de espécimes marinhos e alimentação de animais. Quanto à pesca, 44,4% das redes foram registradas na Praia do Portinho, sendo a pesca amadora mais observada na Praia do Oscar. Das 65 tartarugas observadas durante os mergulhos, apenas uma apresentou marca classificada como advinda de razões desconhecidas. Os dados obtidos demonstram a necessidade de ordenamento das atividades e de uma legislação que regulamente a utilização da área quanto à passagem de embarcações, permissões de pesca, coleta de espécimes, entre outros, como seria possível através da criação de uma unidade de conservação. O ranking de ameaças desenvolvido indica prioridades de conservação na área.
Keywords Sea turtles
Human impacts
Vessel collision
Marine protected area
Tourism
Tartarugas marinhas
Impacto antrópico
Colisão com embarcações
Unidade de conservação
Turismo
Language Portuguese
Date 2016-01-04
Published in GUILHON E SA, Maila Paisano. Usos e ameaças às tartarugas marinhas no santuário ecológico de Ilhabela (SP): subsídios para readequação de uma área marinha protegida. 2016. 81 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, 2016.
Research area Ciências ambientais
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 81 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3648199
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47770

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account