Composição nutricional de frutas da biodiversidade brasileira e seu emprego na alimentação escolar na Região Sudeste

Composição nutricional de frutas da biodiversidade brasileira e seu emprego na alimentação escolar na Região Sudeste

Author Silva, Camila Pia Delgado da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Rosso, Veridiana Vera de Rosso Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Alimentos, Nutrição e Saúde
Abstract The objectives of this study were to compile the nutritional composition data of five native fruit species from biodiversity and evaluate the inclusion of these and other fruit trees in school feeding in the Southeast region of Brazil. To survey the inclusion of fruit species was developed a structured, self-administered, and application through electronic form. To compile the literature search was made in the main available online scientific databases, using as avalaible reference the methodology INFOODS (International Network of Food Data Systems). Of all municipalities in the Southeast 187 agreed to participate and only 5.9% (n = 11) reported making a purchase of fruit species from biodiversity, which are the origin of family farming. The lack of coordination between the actors of the Programa Nacional de Alimentação Escolar was one of the main limiting factors for insertion of native biodiversity fruits on menus of school meals. It was observed that the field of sustainability and biodiversity are still unknown and challenging before the professionals who work in school feeding, since only 40.6% of the dietitians reported taking into account the biodiversity factor in the preparation of school meals menus. Another limiting informed by nutritionists was the lack of information of the nutritional composition of these fruits. The compilation of the nutritional composition data was performed from five species and gathered 24 publications, and the species: 1- Surinam cherry- (Eugenia uniflora L.); 2 Jussara (Euterpe edulis M.); 3- Jenipapo (Genipa americana L.); 4 Jabuticaba or Jaboticaba (Plinia cauliflora M.) and 5- Pink pepper (Schinus terebinthifoli). The ripe pulp Surinam cherry had higher concentrations of dietary fiber, pro-vitamin A and vitamin C, the other species. Additionally, the frozen pulp Surinam cherry was classified as excellent source of carotenoids (> 200 mcg / 100 grams of edible portion). The ripe pulp jussara showed high levels of lipids, dietary fiber, vitamin C and iron. The ripe pulp jenipapo showed intermediate levels of carbohydrate, vitamin C, ß carotene, lycopene and phenolic compounds when compared to other species without study. Three publications have been found on the nutritional composition of jabuticaba and no study has been obtained on the nutritional composition of the pink pepper species. Therefore it was concluded that despite the challenges to inclusion of fruit species biodiversity in school feeding, some municipalities in the Southeast are already making the purchase and offering these foods on school menus. Also, species such as Surinam cherry and jussara show nutritional value highlighted and has the potential for insertion in school

Os objetivos desse estudo foram realizar a compilação dos dados de composição nutricional de cinco espécies frutíferas provenientes da biodiversidade nativa e avaliar a inserção destas e outras espécies frutíferas na alimentação escolar da região Sudeste do Brasil. Para o levantamento da inserção de espécies frutíferas foi desenvolvido um questionário estruturado, de autopreenchimento, e com aplicação por meio de formulário eletrônico. Para a compilação, a busca na literatura foi feita nas principais bases de dados científicos disponíveis online, utilizando como referência a metodologia disponibilizada pela FAO/ INFOODS (Food and Agriculture organization/ International Network of Food Data Systems). Da totalidade dos munícipios da região Sudeste 187 aceitaram participar do estudo e somente 5,9% (n=11) informaram realizar a compra de espécies frutíferas provenientes da biodiversidade nativa, sendo estas de procedência da agricultura familiar. A ausência de articulação entre os atores do Programa Nacional de Alimentação Escolar foi um dos principais fatores limitantes para inserção destas frutas nativas nos cardápios da alimentação escolar. Foi observado, que o campo da sustentabilidade e biodiversidade ainda é desconhecido e desafiador perante aos profissionais que atuam na alimentação escolar, uma vez que só 40,6% dos nutricionistas informaram levar em conta o fator biodiversidade na elaboração dos cardápios da alimentação escolar. Outro limitador informado pelos nutricionistas foi a ausência de informações da composição nutricional destas frutas. A compilação dos dados de composição nutricional foi realizada a partir de cinco espécies e reuniu 24 publicações, sendo as espécies: 1- Pitanga- (Eugenia uniflora L.); 2- Juçara (Euterpe edulis M.); 3- Jenipapo (Genipa americana L.); 4- Jabuticaba ou Jaboticaba (Plinia cauliflora M.) e 5- Aroeira-periquita (Schinus terebinthifoli). A polpa da pitanga madura apresentou maiores concentrações de fibra alimentar, pró-vitamina A e vitamina C, do que as outras espécies. Adicionalmente, a polpa congelada de pitanga foi classificada como excelente fonte de carotenoides (> 200mcg/100 gramas da porção comestível). A polpa da juçara madura apresentou teores elevados de lipídeos, fibra alimentar, vitamina C e ferro. O jenipapo polpa madura mostrou teores intermediários de carboidrato, vitamina C, ?-caroteno, licopeno e compostos fenólicos, quando comparados com as demais espécies em estudo. Foram encontradas três publicações sobre a composição nutricional da jabuticaba e nenhum estudo foi obtido sobre composição nutricional da espécie aroeira-periquita. Portanto concluiu-se que apesar dos desafios para inserção de espécies frutíferas da biodiversidade na alimentação escolar, alguns municípios da região Sudeste já estão realizando a aquisição e ofertando esses alimentos no cardápio escolar. Além disso, espécies como a pitanga e a juçara apresentaram valor nutricional destacado e tem potencial para inserção na alimentação escolar, desde que os municípios façam a aquisição e os nutricionistas incluam preparações destes alimentos no cardápio.
Keywords school food
public policy
biodiversity
nutritional composition
pnae
fruits
alimentação escolar
política pública
biodiversidade
composição nutricional
pnae
frutas
Language Portuguese
Date 2016-04-25
Published in SILVA, Camila Pia Delgado da. Composição nutricional de frutas da biodiversidade brasileira e seu emprego na alimentação escolar na Região Sudeste. 2016. 84 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Nutrição
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 84 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4013981
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47764

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account