O papel da modulação autonômica nos ajustes de temperatura em teiús (salvator merianae)

O papel da modulação autonômica nos ajustes de temperatura em teiús (salvator merianae)

Author Scalione, Simone Serrano Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Leite, Cleo Alcantara Costa Leite Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ecologia e Evolução
Abstract There is evidence that in reptiles there is the ability to regulate the rate of heat exchange between the body and the means adjusting the peripheral blood flow and for this by increasing or decreasing the heart rate. This phenomenon causes the same body temperature is related to different heart rates if the animal is warming up or cooling down, this phenomenon is called hysteresis heart. We suggest that autonomic tone would be different for cardiac control over development and the SNA fulfill a key role in cardiovascular control that allows changes in the dynamics of heating and cooling in lizards. The objectives of this study are: 1) to compare the differences in cardiac control by the autonomic tone in different life stages of the lizards; 2) assess seasonal differences in autonomic tone in lizards and their role in thermal exchanges were used for this study lizards (Salvator merianae) from the scientific breeding, UNESP Rio Claro, SP. In the first stage of this work, we we assess the cholinergic and adrenergic tone through pharmacological blockade with atropine and propranolol, at different stages of life from Tegu (embryo, young, adults activity and dormancy) at baseline, kept at 30 ° C. In the second step we evaluated the SNA role in heating and cooling dynamics in adult lizards in activity and dormancy period, it was held cholinergic and adrenergic pharmacological blockade with atropine and propranolol. Body temperature (Tb) and heart rate (fH) were recorded by a telemetry device. In the first stage of the experiment during the embryonic stage, the adrenergic tone is the main modulator of heart rate. The transition to the control of cholinergic tone occurs in young being kept in adults, with marked elevation of cholinergic tone in tegu into dormancy. In the second stage, the autonomic blocks have not eliminated the heart hysteresis observed in lizards but the heating and cooling time varied between treatments and the seasonal period. We conclude that autonomic tone in lizards are different at each stage of development and despite the autonomic control not be primarily responsible for the cardiac hysteresis, it plays a role in thermoregulation.

Há evidências de que nos répteis exista a capacidade de regular a velocidade de trocas térmicas entre corpo e o meio ajustando o fluxo sanguíneo periférico e para tal, aumentando ou diminuindo a frequência cardíaca. Esse fenômeno faz com que a mesma temperatura corpórea esteja relacionada a frequências cardíacas distintas se o animal estiver aquecendo ou resfriando, esse fenômeno é denominado histerese cardíaca. Sugerimos que os tônus autonômicos para controle cardíaco seriam diferentes ao longo do desenvolvimento e que o SNA cumpriria um papel fundamental no controle cardiovascular que permite as alterações na dinâmica de aquecimento e resfriamento em teiús. Os objetivos desse estudo são: 1) verificar se há diferenças no controle cardíaco pelo tônus autonômico em diferentes fases de vida dos teiús; 2) aferir as diferenças sazonais no tônus autonômico em teiús e seu papel nas trocas térmicas Foram utilizados para este estudo teiús (Salvator merianae) provenientes do criatório científico, UNESP Rio Claro, SP. Na primeira etapa desse trabalho, nós aferimos os tônus colinérgico e adrenérgico através de bloqueio farmacológico com atropina e propranolol, nas diferentes fases de vida do teiú (embrião, filhotes, adultos em atividade e dormência) em estado basal, mantidos à 30°C. Na segunda etapa nós avaliamos o papel do SNA nas dinâmicas de aquecimento e resfriamento em teiús adultos no período de atividade e dormência, foi realizado bloqueio farmacológico colinérgico e adrenérgico com atropina e propranolol. A temperatura corporal (Tb) e frequência cardíaca (fH) foram registradas por um dispositivo de telemetria. Na primeira etapa do experimento durante a fase embrionária o tônus adrenérgico é o principal modulador da frequência cardíaca. A transição para o controle do tônus colinérgico ocorre em filhotes sendo mantido nos adultos, havendo acentuada elevação do tônus colinérgico no teiú em dormência. Na segunda etapa, os bloqueios autonômicos não eliminaram a histerese cardíaca observada nos teiús, porém o tempo de aquecimento e resfriamento variou entre os tratamentos e o período de sazonalidade. Concluímos que os tônus autonômicos em teiús são diferentes em cada fase do desenvolvimento e apesar do controle autonômico não ser o principal responsável pela histerese cardíaca, ele desempenha um papel durante a termorregulação.
Keywords salvator merianae
autonomic nervous system
heart hysteresis
thermoregulation
pharmacological blockade
salvator merianae
autonomic nervous system
heart hysteresis
thermoregulation
pharmacological blockade
Language Portuguese
Date 2015-10-29
Published in SCALIONE, Simone Serrano. O papel da modulação autonômica nos ajustes de temperatura em teiús (salvator merianae). 2015. 55 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, 2015.
Research area Ecologia
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 55 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3233152
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47742

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account