Políticas públicas de saúde, risco e vulnerabilidade em AIDS: discursos e ações voltadas às travestis no município de Franca/SP

Políticas públicas de saúde, risco e vulnerabilidade em AIDS: discursos e ações voltadas às travestis no município de Franca/SP

Autor Santos, Elaine Teixeira Alves dos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mendes, Rosilda Mendes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde
Resumo The incidence of AIDS among men who have sex with men experienced a significant increase in recent years in Brazil and among the most vulnerable groups are the transvestites and transsexuals. We hypothesized that, despite a policy of prevention and health promotion aimed at transvestites and transsexuals, there is a difficulty of ensuring access to these policies in fact, with the backdrop of the issue of AIDS is still doing this in reality of this population. We use a qualitative approach to the research. Data collection occurred through the techniques of research documents related to public policy and build narratives of four users of the Center for STD Prevention of Franca. Inclusion criteria were that subjects attend the Center for Prevention, which had aged 18 years and who agreed to participate in the research. The subjects were chosen with the aid of the unit staff, noting the inclusion criteria. We organize the data using the technique of triangulation method that allows the combination and cross data extracted from the narrative, the documentary research and field diary. The analysis was conducted in the light of the hermeneutic-dialectic perspective. The analysis was performed on three foundational principles: 1 - From risk to vulnerability AIDS: changes in discourse and maintenance practices; 2 - Disease Prevention and Health Promotion; 3 (In) visibility, prejudice and discrimination: developments in the health-disease process. Through research it was possible to understand that transvestites and transsexuals still have their health demands mainly related to the issue of AIDS, another important finding is the fact that this population be accessing the health facilities of the city, but only do so when they are in a disease process, ie, with attention to transvestites and transsexuals are focused on curative interventions.

A incidência de AIDS entre homens que fazem sexo com homens sofreu um importante aumento nos últimos anos no Brasil e dentre os grupos mais vulneráveis estão as travestis e as transexuais. Partimos da hipótese de que, apesar de haver uma política de prevenção e promoção da saúde voltadas para as travestis e transexuais, existe uma dificuldade de garantir acesso a essas políticas de fato, tendo como pano de fundo da questão da AIDS ainda se fazendo presente na realidade desta população. Utilizamos a abordagem qualitativa para a realização da pesquisa. A coleta dos dados se deu por meio das técnicas de pesquisa de documentos relacionados às políticas públicas e construção de narrativas de quatro usuárias do Centro de Prevenção em DST\AIDS de Franca. Utilizamos como critério de inclusão que os sujeitos frequentassem o Centro de Prevenção, que tivessem idade igual ou superior a 18 anos e que aceitassem participar da pesquisa. Os sujeitos foram eleitos com o auxílio dos profissionais da unidade, observando os critérios de inclusão. Organizamos os dados por meio da técnica de triangulação de métodos que permite a combinação e cruzamento dos dados extraídos das narrativas, da pesquisa documental e do diário de campo. A análise foi realizada à luz da perspectiva hermenêutica-dialética. A análise foi realizada sob três eixos fundantes: 1 - Do risco à vulnerabilidade em AIDS: mutações do discurso e manutenção das práticas; 2 - Prevenção da doença e Promoção da saúde; 3- (In)visibilidade, preconceito e discriminação: desdobramentos no processo saúde-doença. Por meio da pesquisa foi possível compreender que as travestis e transexuais ainda têm suas demandas de saúde relacionadas principalmente à questão da AIDS, outra constatação importante é o fato desta população estar acessando os equipamentos de saúde da cidade, porém apenas o fazem quando estão em um processo de adoecimento, ou seja, a atenção junto às travestis e transexuais estão centradas em intervenções curativas.
Assunto risk
health promotion
aids
vulnerability
transsexuality
risco
promoção da saúde
aids
vulnerabilidade
transexualidade
Idioma Português
Data 2014-11-17
Publicado em SANTOS, Elaine Teixeira Alves dos. Políticas públicas de saúde, risco e vulnerabilidade em AIDS: discursos e ações voltadas às travestis no município de Franca/SP. 2014. 113 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Linha de pesquisa Ensino
Área de concentração Multidisciplinar
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 113 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1463889
http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/017_bx_elaineteixeira_tese.pdf
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47732

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)