Incidência de úlcera por pressão em pacientes neurocirúrgicos de hospital universitário

Incidência de úlcera por pressão em pacientes neurocirúrgicos de hospital universitário

Título alternativo The incidence of pressure ulcer in neurosurgical patients from a university hospital
Incidencia de úlcera por decúbito en pacientes neuroquirúrgicos de un hospital universitario
Autor Diccini, Solange Autor UNIFESP Google Scholar
Camaduro, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Iida, Luciana Inaba Senyer Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To identify the incidence of pressure ulcer in the preoperative and postoperative period in neurosurgical patients and to describe preventive measures adopted by nursing staff. METHODS: A prospective study was conducted in the neurosurgical unit of the São Paulo hospital. The sample consisted of inpatients who were admitted for elective surgeries of the central nervous system and who did not have pressure ulcer. RESULTS: Sixty patients participated in the study. They have a mean age of 49 years, ranging from 19 to 78 years. The majority of patients (56.6%) were female. Only 8 patients (13.4%) developed nine pressure ulcers. Among the patients identified as having risk for pressure ulcers, preventive measures were implement to 3 of them (25%) during the preoperative period, to 33 of them (66%) during the immediate postoperative period, and to 23 (86.6%) during the mediate postoperative period. CONCLUSION: The incidence of pressure ulcer in the study sample was 13.3%. There is a need to implement a preventive program to decrease the incidence of pressure ulcers in neurosurgical patients.

OBJETIVO: Conocer la incidencia de úlcera por decúbito en el pre y post operatorio de pacientes neuroquirúrgicos y describir las medidas preventivas implementadas por el equipo de enfermería durante esos períodos. MÉTODOS: Estudio de Cohorte prospectivo realizado en la unidad de neurocirugía del Hospital São Paulo. Fueron incluidos pacientes sometidos a cirugías electivas del sistema nervioso central y que no presentaron úlcera por decúbito en el internamiento. RESULTADOS: Se evaluaron 60 pacientes de los cuales 34 (56,6%) eran del sexo femenino. El promedio de edad fue de 49 años, con variación de 19 a 78 años. Ocho (13,4%) pacientes desarrollaron nueve úlceras por decúbito. De los pacientes de riesgo para úlcera por decúbito, tres (25%) en el pre-operatorio, 33 (66%) en el post-operatorio inmediato y 13 (86,6%) en el post-operatorio mediato tenían medidas de prevención para úlcera por decúbito. CONCLUSIÓN: La incidencia de úlcera por decúbito fue del 13,3%. Hay necesidad de implantación de programas de prevención, con la finalidad de disminuir la úlcera por decúbito en pacientes neuroquirúrgicos.

OBJETIVO: Conhecer a incidência de úlcera por pressão no pré e pós-operatório de pacientes neurocirúrgicos e descrever as medidas preventivas implementadas pela equipe de enfermagem durante nesses períodos. MÉTODOS: Estudo de Coorte prospectivo realizado na unidade de neurocirurgia do Hospital São Paulo. Foram incluídos pacientes submetidos a cirurgias eletivas do sistema nervoso central e que não apresentaram úlcera por pressão na internação. RESULTADOS: Foram avaliados 60 pacientes sendo que 34 (56,6%) do sexo feminino. A mediana da idade foi de 49 anos, com variação de 19 a 78 anos. Oito (13,4%) pacientes desenvolveram nove úlceras por pressão. Dos pacientes de risco para úlcera por pressão, três (25%) no pré-operatório, 33 (66%) no pós-operatório imediato e 13 (86,6%) no pós-operatório mediato tinham medidas de prevenção para úlcera por pressão. CONCLUSÃO: A incidência de úlcera por pressão foi de 13,3%. Há necessidade de implantação de programas de prevenção, com a finalidade de diminuir a úlcera por pressão em pacientes neurocirúrgicos.
Palavra-chave Pressure ulcer
Nursing
Incidence
Neurosurgical procedures
Úlcera de pressão
Enfermagem
Incidência
Procedimentos neurocirúrgicos
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 22, n. 2, p. 205-209, 2009.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 205-209
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002009000200014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000269670200014
SciELO S0103-21002009000200014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4769

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002009000200014.pdf
Tamanho: 425.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta