Avaliação da linguagem oral e escrita em sujeitos com Síndrome de Asperger

Avaliação da linguagem oral e escrita em sujeitos com Síndrome de Asperger

Título alternativo Language assessment in subjects with Asperger Syndrome
Autor Dias, Karin Ziliotto Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Renata Cristina Dias Da Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Perissinoto, Jacy Autor UNIFESP Google Scholar
Bergamini, Carla De Queiroz Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Núcleo de Estudos Fonoaudiológicos
Resumo PURPOSE: to evaluate and characterize the oral and written language of subjects with Asperger Syndrome and compare them with a group of subjects with typical development. METHODS: a total of 44 subjects were assessed and divided in two groups. The Asperger group was composed by 22 subjects diagnosed with Asperger Syndrome by an expert clinical team following the DSM-IV criteria. The comparison group, referred to as low risk for developmental disorders was also composed by 22 subjects matched with the subjects in Asperger group by chronological age. All the assessed subjects were right-handed males, with chronological ages between 10 and 30 years and intelligence quotients above 68 according to Wechsler Scale. They completed the following assessment tools: phonological conscience proof, image Peabody vocabulary test, words and pseudo words reading proof, reading comprehension proof, writing proof of dictated words and pseudo words, and the semi-directed text writing proof. RESULTS: the statistical analysis revealed significant statistical differences between the medians obtained for the phonological conscience proof and the means of the image Peabody vocabulary test and the reading comprehension proof in both studied groups (p<0.05). CONCLUSION: for the oral and written language assessments the Asperger Syndrome group was characterized by a worse performance then the one displayed by the group of subjects with a typical development in the phonological conscience proof, Peabody vocabulary test and the reading comprehension proof, indicating handicaps in the phonological, semantic and pragmatic language levels.

OBJETIVO: avaliar e caracterizar provas fonoaudiológicas de linguagem oral e escrita de sujeitos com Síndrome de Asperger comparativamente a um grupo de sujeitos com desenvolvimento típico. MÉTODOS: avaliou-se 44 sujeitos que constituíram dois grupos: o grupo Asperger, composto por 22 sujeitos diagnosticados por equipe multidisciplinar como portadores de Síndrome de Asperger, conforme os critérios do DSM-IV; e o grupo de comparação, denominado grupo de baixo risco para alterações do desenvolvimento, também com 22 participantes, pareados com os sujeitos do grupo Asperger segundo a idade cronológica. Todos os sujeitos eram do sexo masculino, com idade cronológica entre 10 e 30 anos e quociente intelectual maior ou igual a 68 e foram submetidos à Prova de Consciência Fonológica, Teste de Vocabulário por Imagem Peabody, Prova de Leitura de Palavras e Pseudopalavras, Prova de Compreensão de Leitura, Prova de Escrita sob Ditado de Palavras e Pseudopalavras, Prova de Escrita Semidirigida de Textos. RESULTADOS: a análise estatística revelou diferenças estaticamente significantes entre as medianas da prova de consciência fonológica e entre as médias do teste de vocabulário por imagem Peabody e prova de compreensão de leitura nos dois grupos estudados (p<0,05). CONCLUSÃO: na avaliação da linguagem oral e escrita, o grupo de sujeitos com Síndrome de Asperger caracterizou-se por um desempenho pior do que o grupo de sujeitos de baixo risco para alterações do desenvolvimento nas provas fonoaudiológicas de consciência fonológica, teste de vocabulário por imagem Peabody e prova de compreensão de leitura, o que caracteriza prejuízo em níveis fonológico, semântico e pragmático da linguagem.
Palavra-chave Asperger Syndrome
Language Disorders
Language Tests
Síndrome de Asperger
Transtornos da Linguagem
Testes de Linguagem
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 11, p. 240-250, 2009.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 240-250
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462009005000004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462009000600014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4768

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462009000600014.pdf
Tamanho: 705.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta