Qual o benefício do inibidor da anidrase carbônica como quarta droga no paciente com glaucoma primário?

Show simple item record

dc.contributor.advisor Prata, Tiago dos Santos Prata [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Juncal, Verena Ribeiro [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-30T11:44:50Z
dc.date.available 2018-07-30T11:44:50Z
dc.date.issued 2016-11-29
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4122483 pt
dc.identifier.citation JUNCAL, Verena Ribeiro. Qual o benefício do inibidor da anidrase carbônica como quarta droga no paciente com glaucoma primário?. 2016. 25 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47611
dc.description.abstract OBJECTIVE: To evaluate the efficacy of the carbonic anhydrase inhibitor as the fourth drug In the intraocular pressure (IOP) of patients with primary glaucoma. METHODS: This was a prospective study involving 25 patients Accompanied at the Federal University of São Paulo with primary glaucoma and Treated concomitantly with the following topical medications: Prostaglandin, beta-blocker, alpha-adrenergic agonist and anhydrase inhibitor Carbonic acid. The patients were recruited between August and November Initially underwent the complete ophthalmic examination and the IOP was measured at 8:00 a.m., 10:00 a.m. and 12:00 p.m. Then the carbonic anhydrase inhibitor was suspended For 15 days and, after this period, the patients were reassessed for measurement Of IOP. RESULTS: The majority of the patients were female, white, with a Mean age of 66.4 ± 9.7 years. Suspension of the fourth medication had a Was statistically significant at peak IOP (1.20 mmHg increase, p <0.01) and Mean IOP (1.23mmHg increase, p <0.01), but did not significantly interfere In its morning fluctuation (p = 0.83). After discontinuation of the fourth drug, the IOP Increased ? 2 mmHg in 32% of the patients and there was a significant increase in IOP (Defined as ?20%) in only 5 patients (20%). Advanced age (greater than 60 years) was the only factor among those analyzed that showed an association With IOP variation after discontinuation of the fourth drug (R2 = 0.19; P = 0.03). CONCLUSIONS: Removal of the fourth medication had a statistically significant Significant difference in IOP control. However, this increase does not seem to have been clinically meaningful, since not only the mean variation was small (<1.3 MmHg), but also the majority of the patients (80%) presented no increase Significant difference in IOP (defined as IOP variation ?20%). Google Tradutor para empresas:Google Toolkit de tradução para appsTradutor de sitesGlobal Market Finder en
dc.description.abstract Objetivo: Avaliar a eficácia do inibidor da anidrase carbônica como quarta droga no controle da pressão intraocular (PIO) de pacientes com glaucoma primário. Métodos: Trata-se de um estudo prospectivo que incluiu 25 pacientes acompanhados na Universidade Federal de São Paulo com glaucoma primário e tratados concomitantemente com as seguintes medicações tópicas: análogo da prostaglandina, betabloqueador, agonista alfa-adrenérgico e inibidor da anidrase carbônica. Os pacientes foram recrutados entre agosto e novembro de 2013. Foram inicialmente submetidos ao exame oftalmológico completo e a PIO foi medida às 8:00, 10:00 e 12:00 horas. Em seguida, o inibidor da anidrase carbônica foi suspenso por 15 dias e, após este período, os pacientes foram novamente avaliados para medida da PIO. Resultados: A maioria dos pacientes eram do sexo feminino, brancos, com uma idade média de 66,4 ± 9,7 anos. A suspensão da quarta medicação teve um efeito estatisticamente significativo no pico da PIO (aumento de 1,20mmHg; p<0,01) e na PIO média (aumento de 1,23mmHg; p<0,01), mas não interferiu significativamente na sua flutuação matutina (p=0,83). Após a descontinuação da quarta droga, a PIO aumentou ? 2mmHg em 32% dos pacientes e houve um aumento significativo da PIO (definido como ?20%) em apenas 5 pacientes (20%). Idade avançada (maior do que 60 anos) foi o único fator entre os analisados que mostrou uma associação significativa com a variação da PIO após a descontinuação da quarta droga (R2=0.19; p=0.03). Conclusões: A remoção da quarta medicação teve impacto estatisticamente significante no controle da PIO. Porém, esse aumento não parece ter sido significativo do ponto de vista clínico, uma vez que não só a variação média foi pequena (<1,3 mmHg), mas também a maioria dos pacientes (80%) não apresentou aumento significativo da PIO (definido como variação da PIO ?20%). pt
dc.format.extent 25 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject primary glaucoma en
dc.subject carbonic anhydrase inhibitor therapy en
dc.subject glaucoma primário pt
dc.subject inibidor da anidrase carbônica terapia pt
dc.title Qual o benefício do inibidor da anidrase carbônica como quarta droga no paciente com glaucoma primário? pt
dc.type Dissertação de mestrado profissional
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2016-0849.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Oftalmologia e Ciências Visuais pt
unifesp.knowledgeArea Ciências da saúde pt
unifesp.researchArea Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account