Transtornos mentais durante a gravidez e condições do recém-nascido: estudo longitudinal com gestantes assistidas na atenção básica no município de Embu das Artes

Transtornos mentais durante a gravidez e condições do recém-nascido: estudo longitudinal com gestantes assistidas na atenção básica no município de Embu das Artes

Author Costa, Daisy Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Louzada, Maria Wany Louzada Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria
Abstract Objective: To determine the presence and possible association of possible mental disorders (MD) diagnoses in pregnant women assisted in primary care (PC) and newborns?s conditions. Methods: A longitudinal study with pregnant women (18-39 years), during the second and third trimesters of pregnancy, assisted at PC in the metropolitan region of São Paulo, from February to August 2014 has used: sociodemographic questionnaire; instrument for MD Assessment for Primary Care (PRIME-MD); and a interview with informations and mother´s perception about the behavior (crying, sleeping, feeding, cramp) of the newborns. Results: Of the 300 pregnant women interviewed, 76 (26.6%) presented possible diagnosis of MD. Among the disorders, 46 (16.2%) women had symptoms of depression / dysthymia and 58 (20.4%) anxiety / panic. There were 14 (4.9%) low birth weight (LBW) and 19 (6.7%) premature children. There was no association between the probable diagnosis of MD and low birth weight or prematurity; the possible presence of MD was associated with maternal perception?s about newborns behavior (p = 0.001). Conclusion: It was observed that pregnant women assisted at low risk prenatal care showed relevant frequency of possible MD associated with maternal complaints about newborns behavior. Identification of potential MD during pregnancy can also contribute to a better understanding of the mother and child dynamics and contribute to the quality of family care.

Os transtornos mentais (TM) constituem um problema de saúde pública e a gestação pode desencadear ou exacerbar transtornos psiquiátricos, com consequente comprometimento da saúde da criança. A investigação de TM na Atenção Básica (AB) ainda é um desafio para os profissionais de saúde, com dificuldades na elaboração do diagnóstico Objetivo: Verificar a presença e possível associação entre diagnósticos prováveis de TM em gestantes usuárias da AB e condições dos recém-nascidos (RN). Métodos: Estudo longitudinal com gestantes (18 a 39 anos), durante o segundo e terceiro trimestres da gravidez, assistidas na AB da região Metropolitana de São Paulo, de fevereiro a agosto de 2014. Foram aplicados: questionário sociodemográfico, instrumento para Avaliação de TM para Atenção Primária (PRIME-MD) e entrevista sobre informações e percepção sobre o comportamento (choro, cólica, sono, alimentação) do RN. Resultados: Das 300 gestantes entrevistadas, 76 (26,6%) apresentaram diagnóstico provável de TM. Entre os transtornos, 46 (16,2%) gestantes apresentavam sintomas de depressão/distimia e 58 (20,4%) ansiedade/pânico. Observou-se baixo peso ao nascer (BPN) e prematuridade em 14 (4,9%) e 19 (6,7%) dos RN, respectivamente. Não foi verificada associação entre os diagnósticos prováveis de TM e BPN ou prematuridade; a presença de possíveis TM associou-se com a percepção materna de alterações no comportamento do RN (p = 0,001). Conclusão: Observou-se que gestantes em acompanhamento de pré-natal de baixo risco apresentam frequência relevante de TM com associação à percepção materna de alterações no comportamento do RN. A identificação de possíveis TM na gestação pode também colaborar para uma melhor compreensão da dinâmica do binômio mãe-filho e contribuir com a qualidade na assistência à família.
Keywords pregnancy
mental disorders
birth weight
premature
gravidez
peso ao nascer
prematuro
transtornos mentais
Language Portuguese
Date 2015-09-24
Published in COSTA, Daisy Oliveira. Transtornos mentais durante a gravidez e condições do recém-nascido: estudo longitudinal com gestantes assistidas na atenção básica no município de Embu das Artes. 2015. 74 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 74 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2695659
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47604

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account