Música e processamento temporal em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (tdah)

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Muszkat, Mauro Muszkat [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Carrer, Luiz Rogerio Jorgensen [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-30T11:44:16Z
dc.date.available 2018-07-30T11:44:16Z
dc.date.issued 2014-09-17
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1309382 pt
dc.identifier.citation CARRER, Luiz Rogerio Jorgensen. Música e processamento temporal em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (tdah). 2014. 82 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2014.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47330
dc.description.abstract ADHD is one of the most all-embracing neurodevelopmental disorders involving cognitive and behavioral aspects with repercussion in many environments of life of children and their families like social interaction and academic performance, and also with frequent association with psychiatric comorbidities. In this sense, we think that music, with its playful and spontaneous, affective, motivational, temporal and rhythmic dimension can be of great help to study many aspects of temporal processing related to ADHD. In this work we study time processing with sounds and music in children with ADHD, evaluating how time perception and expression in music is related to the modulation of executive and inhibitory control of impulsive behaviors related to ADHD with the hypothesis that children with ADHD have differentiated performance when compared with children with typical development in tasks of time estimation, production, reproduction of time durations and temporal synchronization with music. Objectives: Develop a battery of sound and musical tasks to evaluate and correlate performance of children with ADHD, with and without use of stimulant medication, compared to a control group of children with typical development. Method: 36 participants aged 6 to 14 years where recruted at NANI-Unifesp, sub-divided into three groups with 12 children: without medication, with medication, and control group. Evaluation sheets and data collected with the computer recorded the participant's performance in the tasks. Place: Serene’s Music Cognition Laboratory. Instrument: The tasks of BAMT were divided into the following sections: spontaneous time; time synchronization; time estimation with simple sounds; time estimation with music, and time reproduction. Results: 1 - The performance of group ADHD/SM in the task of temporal synchronization with music was statistically lower than the control group and ADHD/CM only when task reaches 60 seconds of accomplishment. 2 - Performance of ADHD/SM in temporal estimation of simple sounds in short time intervals (30 ms) was statistically lower than the control and ADHD/CM groups. 3 - Performance of ADHD/CM was higher than the ADHD/SM group and control group in time estimated with music. 4 – In the task of comparison between musical excerpts of the same duration, ADHD group (with and without medication) considered as longest the track that contained largest number of notes with longer durations (track 7). While in the control group, duration was related to the density of sound stimuli (musical notes). BAMT may be a proposal integrating areas such as music therapy, neuroscience and cognition within musical approach in order to minimize the impact and repercussions of pedagogical and educational disorders through positive mediation of art. en
dc.description.abstract O TDAH é um dos transtornos do neurodesenvolvimento mais abrangentes, com repercussão em várias esferas da vida da criança e de seus familiares como a interação social e o desempenho acadêmico, além da frequente associação com comorbidades psiquiátricas. Nesse sentido, pensamos que a música pode ser de grande auxílio para avaliar aspectos do processamento temporal relacionado ao TDAH. No presente trabalho, estudamos o processamento temporal com sons e música em crianças com TDAH, avaliando de que maneira a percepção do tempo musical relaciona-se à modulação do controle executivo e inibitório dos comportamentos impulsivos relacionados ao TDAH, com a hipótese de que crianças com TDAH apresentam desempenho diferenciado quando comparadas às crianças com desenvolvimento típico em tarefas de estimativa, produção, reprodução de durações de tempo, além da sincronização temporal com música. Objetivos: elaborar uma bateria de tarefas sonoras e musicais para avaliar o desempenho de crianças com TDAH, com e sem uso de medicação estimulante, comparadas a um grupo controle de crianças com desenvolvimento típico. Método: 36 participantes com idade entre 6 e 14 anos, divididos em três grupos com 12 participantes, sem uso de medicação, com uso da medicação e grupo controle. Coleta de dados: fichas de avaliação e registro do desempenho dos participantes no computador. Local da pesquisa: Laboratório de Cognição Musical Serene. Instrumento: Bateria de Avaliação Musical do Tempo (BAMT) subdividida nas seguintes secções: Tempo Espontâneo; Tempo Coordenado; Estimativa Temporal com sons simples; Estimativa Temporal com música e Reprodução Temporal. Resultados: 1 – O desempenho do grupo TDAH/SM na tarefa de sincronização temporal com música foi estatisticamente inferior aos grupos Controle e TDAH/CM apenas quando a tarefa atinge 60 segundos de realização. 2 – O desempenho do grupo TDAH/SM na tarefa de estimativa temporal de sons simples em intervalos temporais de curta duração (30 ms), foi estatisticamente inferior ao grupo Controle e TDAH/CM. 3 – O desempenho do grupo TDAH/CM foi superior ao grupo TDAH/SM e grupo Controle na estimativa temporal com música. 4 – Na comparação de trechos musicais de mesma duração, os grupos TDAH consideraram como mais longo o trecho que continha maior número de notas com durações mais longas (faixa 7), enquanto no grupo Controle, a atribuição de duração esteve relacionada com a densidade de estímulos sonoros (notas musicais). A BAMT pode ser uma proposta que integra áreas como a musicoterapia, as neurociências e a cognição, visando a minimizar o impacto e as repercussões pedagógicas e educacionais dos transtornos do neurodesenvolvimento através da mediação positiva da arte. pt
dc.format.extent 82 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject music en
dc.subject time processing en
dc.subject adhd en
dc.subject music cognition en
dc.subject music therapy en
dc.subject música pt
dc.subject processamento temporal pt
dc.subject tdah pt
dc.subject cognição musical pt
dc.subject musicoterapia pt
dc.title Música e processamento temporal em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (tdah) pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2014-0249.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus Guarulhos, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH) pt
unifesp.graduateProgram Educação e Saúde na Infância e Adolescência pt
unifesp.knowledgeArea Multidisciplinar pt
unifesp.researchArea Ensino pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples