Efeitos da metformina na adrenal de ratas em estro-permanente

Efeitos da metformina na adrenal de ratas em estro-permanente

Author Bezerra, Lilian Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Simoes, Manuel de Jesus Simoes Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Biologia Estrutural e Funcional
Abstract Used 30 female rats, virgin Wistar; divided respectively into three groups of 10 animals each: Group (CG), Group-standing estrus (G-EP) and treated group (G-EPM), which they received after the 3rd day of life of testosterone propionate, 1.25 mg / animal, diluted in castor oil (0.1ml) by dorsal subcutaneous (SC), which gives these animals a state of estrus- permanent. After this period, the animals of the G-EPM, were treated with metformin 7.0mg diluted in 0.5ml of distilled water, administered intragastrically (VG) for a period of 50 consecutive days. The G-EP was submitted to the vehicle (castor oil), via the dorsal sc and treated with distilled water intragastrically (VG) at the same dosage. The CG treated with water only by VG at the same dosage. After the treatment period, all animals were anesthetized, the adrenal glands removed, fixed in 10% formalin and processed for histological analysis. Results: There was significant variance (P<0.05) for the treatment group (G-EPM) *, as demonstrated by statistical tests (ANOVA). The data were subjected to Kruskal-Wallis (P<0.05). The nuclear volumes (?m3) obtained in the glomerulose zone were: CG = 102.72±0.1 (NS); G-EP = 110.2±11 and G-EPM = 108.1±13.2; fasciculata zone: GC = 176.7±13.5; G-EP = 196.2± 15.1 * and G-EPM = 167.2±11.1* (P <0.05) and reticulata zone: GC = 101.6 ± 9.5; G-EP = 151.2 ± 15.1 and G-EPM = 132.1 ± 12.1* (P <0.05)*. As the layers of the adrenal were: glomerulose zone: CG = 51.1±0.3 (NS); G-EP = 48.6± 0.1 and G-EPM = 54.0± 0.3; fasciculata zone: CG = 572.3 ± 0.3, G-EP = 541 ± 0.3 and G-SEM = 594.2 ± 0.3 * (P <0.05); reticulata zone: CG = 388.8 ± 0.3, G-SE = 554 ± 0.3 and G-EPM = 24.2 ±0.3*.Conclusion: These data demonstrate that in estrogen-permanent cells of fascicular and reticular zones have higher volume than in normal estrous phase and metformin regresses the change.

Introdução: A síndrome do ovário policístico (SOP) é uma disfunção ovariana que resulta na infertilidade da mulher causando um estado de anovulação crônica. O aumento de androgênios oriundos do ovário e da adrenal é comum na SOP devido a presença da 17-hidroxiprogesterona tanto na esteroidogênese da adrenal quanto do ovário. Há várias evidências da ação da metformina sobre a SOP a qual poderia refletir numa alteração da foliculogênese. Estudos realizados mostram que a diminuição da resistência periférica à insulina na SOP, após o uso da metformina leva á diminuição da hiperinsulinemia e interromperia o mecanismo de desencadeamento e perpetuação do hiperandrogenismo em pacientes. Objetivos: Avaliar o volume nuclear e a espessura do córtex da adrenal de ratas em estro-permanente após tratamento com metformina. MATERIAL E Métodos: Foram utilizadas 30 ratas fêmeas, virgens, da linhagem Wistar; distribuídas respectivamente, em três grupos contendo 10 animais cada à saber: Grupo tratado (GT), Grupo controle I (GCI) e Grupo controle II (GCII); as quais, receberam após o 3º dia de vida o propionato de testosterona, 1,25mg/animal, diluídos em óleo de mamona (0,1ml) por dorsal via subcutânea (SC), o que confere a estes animais o estado de estro-permanente. O GCII foi submetido ao veículo (óleo de mamona), por via dorsal SC, cujo tratamento foi administrar água destilada por VG na mesma dosagem. Após constatar o estado de estro-permanente, estes animais foram tratados com a metformina 7,0mg diluído em 0,5ml de água destilada e administrada por VG, por um período de 50 dias consecutivos. Após o período de tratamento, todos os animais foram anestesiados, retirado as glândulas adrenais; fixada em formol a 10%, processada para inclusão em parafina e os cortes corados pela hematoxilina e eosina. Após, efetuado a medida das camadas do córtex da adrenal e do volume nuclear respectivamente. Resultados: Realizado 5 medidas linear por área, respectivamente; utilizando um programa de captura de imagem AxioVision Carl Zeiss REL 4.0, com um aumento de 400X, o qual mostrou uma variância significativa (P<0,05) para o grupo tratado (GT), conforme demonstrou os testes estatísticos (ANOVA). A medida do volume nuclear das células presentes nas três zonas da córtex da adrenal, foram obtidos medindo a circunferência de 50 núcleos por área, perfazendo um total de 50 núcleos por animal. Os dados obtidos foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis (P<0,05). Os volumes nucleares (?m3) obtidos na zona glomerulosa foram: G-EPM = 108,12±13,23 GC1 = 110,22±11,7 e G-EP= 102,72±0,14 (N.S). Zona fasciculada: G-EPM = 167,24±11,14 (P<0,05) G-EP= 196,23±15,12* e GC2 = 176,72±13,54. Zona reticular: G-EPM = 132,14±12,14 (P<0,05); GC = 151,20±15,12* e GC2= 101,62±9,55. A medida das camadas da glândula adrenal, foram realizadas perfazendo (5 medidas linear por área respectivamente); utilizando o mesmo programa de captura de imagens com aumento de 100X, os quais foram: Zona glomerulosa: G-EPM = 54,025; GC1 = 48,631 e G-EP= 51,175 (N.S). Zona fasciculada G-EPM = 594,265 (P<0,05); G-EP = 541,040 e GC = 572,334. Zona reticular: G-EPM = 624,266*; G-EP = 554,039 e GC = 388,887. Conclusão: No estro permanente as células das zonas fasciculada e reticulada apresentam maior volume do que na fase de estro normal e a metformina regride essa alteração.
Keywords metformin
therapeutic use
adrenal glands
estrous cycle
hyperandrogenism
mice
metformina/uso terapêutico
glândulas supra-renais
ciclo estral
hiperandrogenismo
ratos
Language Portuguese
Date 2014-08-27
Published in BEZERRA, Lilian Alves. Efeitos da metformina na adrenal de ratas em estro-permanente. 2014. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Research area Biologia geral
Knowledge area Ciências biológicas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1796755
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47288

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account