Influência do índice de massa corporal, porcentagem de gordura e idade da menarca na capacidade aeróbia de alunas do ensino fundamental

Influência do índice de massa corporal, porcentagem de gordura e idade da menarca na capacidade aeróbia de alunas do ensino fundamental

Autor Capel, Tiago Leoni Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Jarmy, Zsuzsanna Ilona Katalin de Jarmy Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (Ginecologia)
Resumo Introduction: The sedentarism during chilhood and adolescence has being discussed by the scientific community. For girls, the exercise becomes more special, because the corporal composition can influence the menarche age. Moreover, social and emotional factors seem to be negatively affected in overweight girls. Objective: Identify and relate the anthropometric profile, aerobic endurance and the menarche age of girls in the second cycle of the basic school. Methodology: The study?s protocol was approved by CEP of UNIFESP record 0938/11. 197 girls in average of 13,0 + 1,18 years old were evaluate, students of two states school of Atibaia-SP. It was perfomed anthropometric avaliation of skin folds using the Slaughter?s protocol for teen girls and BMI (kg/m2) based on ?Z score? (graphic of percentile) in accord with WHO recommendation. The menarche age was determined by the retrospective method. It was used the linear regression of Pearson and test ?t? of Student to statistical analysis. Results: 22,3% of the girls are overweight and 3,5% with obesity, in accord with the classification proposed by WHO to BMI. 140 teen girls related the menarche. The menarche age average was 12,0 + 1,04 years. The menarche age average for the BMI normal group was significantly superior (12,2 + 0,9 years) than the group with BMI above the recommended (11,6 years dp=1,0), (p=0,00*). Also it was observed that the control of the fat increase is related with aerobic endurance; that is, girls with low VO2 maximum showed high values of fat.Conclusion: The aerobic endurance development during adolescence showed the importance of the prevention of the menarche?s age. Our study showed that 25,8% of the girls have BMI above the recommended; It was observed inverse relation between the age, menarche age and the VO2 maximum indirect; the found suggests that it?s necessary to work with emphasis the endurance during Physical Education classes in basic school.

Objetivo: Identificar e relacionar a composição corporal, baseada na porcentagem de gordura corporal e o índice de massa corpórea (IMC), e a idade da menarca, com a capacidade aeróbia, utilizando-se os valores de VO2 máximo indireto, de estudantes do segundo ciclo do ensino fundamental. Metodologia: este estudo foi aprovado pelo CEP da UNIFESP sob registro 0938/11. Foram avaliadas 197 meninas com idade média de 13,0 ± 1,2 anos, estudantes de duas escolas estaduais de Atibaia-SP. Para estimar a porcentagem de gordura corporal, realizou-se avaliação de dobras cutâneas utilizando-se o protocolo de Slaughter para meninas adolescentes. Já o índice de massa corpórea (IMC), medido em quilogramas por metro quadrado (Kg/m2), seguiu as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para a avaliação aeróbica foi utilizado o teste de corrida proposto por Léger determinando o volume de oxigênio máximo de forma indireta (VO2 máx). Utilizou-se a regressão linear de Pearson, o teste ?t? de Student e a análise multivariada para análise estatística. Resultados: 22,3% das meninas apresentaram sobrepeso e 3,5% obesidade, de acordo com o IMC. 140 (71,1%) adolescentes relataram a ocorrência de menarca na amostra estudada. A média de idade da menarca foi de 12,0 +1,0 anos. A média de idade de menarca para o grupo com IMC normal foi significativamente maior (12,2 + 0,9 anos) do que nas estudantes com sobrepeso ou obesidade (11,6 + 1,0 anos) . A média do VO2 máx indireto foi de 39,6 + 3,7 ml/Kg/min, variando de 30,3 a 50,5 ml/Kg/min. O avanço da idade cronológica e a precocidade da menarca correlacionaram-se positivamente com os menores valores de VO2 máx. Conclusões: meninas com maiores valores de IMC e percentual de gordura corporal apresentaram menores valores de VO2 máx. A idade da menarca foi maior em meninas com IMC adequado quando comparadas com as meninas com sobrepeso ou obesidade. A precocidade da menarca e o avanço da idade cronológica foram os fatores mais importantes para a redução da capacidade aeróbia.
Assunto menarche
aerobic endurance
corporal composition
basic school
menarca
capacidade aeróbia
porcentagem de gordura
ensino fundamental
Idioma Português
Data 2014-08-31
Publicado em CAPEL, Tiago Leoni. Influência do índice de massa corporal, porcentagem de gordura e idade da menarca na capacidade aeróbia de alunas do ensino fundamental. 2014. 64 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.
Linha de pesquisa Medicina
Área de concentração Ciências da saúde
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 64 p.
Fonte https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=1963463
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47266

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)