Densidade mamográfica e polimorfismos do gene do receptor de estrogênio mspi e do receptor de progesterona progins em índias do estado do Amapá

Densidade mamográfica e polimorfismos do gene do receptor de estrogênio mspi e do receptor de progesterona progins em índias do estado do Amapá

Author Secco, Jose Mauro Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nazario, Afonso Celso Pinto Nazario Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Medicina (Ginecologia)
Abstract Background: Mammographic density is known to be one of the main risk factors for breast cancer and presents individual variations due to various factors. It is also of scientific knowledge that the indigenous groups present less dense breasts compared with non-indigenous populations, and that breast cancer is rare in this ethnic group. This study aims to evaluate the clinical characteristics of indigenous population of the state of Amapá and also the MspI and PROGINS polymorphisms of the estrogen and progesterone receptor genes, associating them with the mammographic density in indians who had never undergone mammography. Knowing that the clinical characteristics and sex steroids affect mammographic density, we sought the finding of low mammographic density in this population and some explanation for the difference in mammographic density and in breast cancer incidence. Methods: We studied 135 women of indian ethnicity without clinical or mammographic alterations and who had never used hormone therapy. All of them were transported to the state capital Macapá to undergo interview, bilateral mammography and collection of biological material. The interview was held at the Indian House through local interpreter; mammographic density was determined by three independent observers, two subjective evaluations were based on the classification of the ACR-BI-RADS® 2003 and another was computerized (software Adobe PhotoshopÒ, v. 10.0). Blood samples were taken for DNA extraction according to the illustra Kit protocol (GE Healthcare) and then PCRRFLP (polymerase chain reaction - restriction fragment polymorphism length) was held for analysis of MspI and PROGINS polymorphisms in the estrogen and the progesterone receptor genes. Result: High agreement was found in mammographic density between observers through Pearson's correlation coefficients R, Spearman Correlation and Kappa, with p = 0.001. We found 82% of Indian women with not dense breasts and 18% with dense breasts, with a mean age of 50.4 years. The clinical characteristics associated with mammographic density were age (p = 0.0001), FSH levels (p < 0.001) and estrogen levels (p < 0.01). There was no statistical difference between the groups of dense and not dense breasts for PROGINS and ER-MspI polymorphisms genotypes. Conclusion: Mammographic density in indian women is predominantly low, regardless of menopausal status. Mammographic density is significantly associated with age menopausal status, FSH and E2 levels in this population. The PROGINS polymorphism was found in 3.7% of the women and Mspl in 84.4%. No correlation was found of polymorphism with mammographic density.

Introdução: A densidade mamográfica é atualmente considerada um importante fator de risco para câncer de mama e apresenta variações individuais devido a vários fatores. Também é de conhecimento científico que a população indígena apresenta mamas menos densas em comparação com a não indígena, e que o câncer de mama é raro nesta etnia. Este estudo tem como objetivos avaliar o padrão mamográfico, as características clínicas da população indígena do estado do Amapá e os polimorfismos MspI e PROGINS dos genes do receptor de estrogênio (RE) e progesterona (RP) respectivamente, associando-os com a densidade mamográfica das índias que nunca haviam sido submetidas a mamografia. Sabendo que as características clínicas e os esteroides sexuais afetam a densidade mamográfica, buscamos correlacionar essas variáveis com polimorfismo dos gene RE e RP e baixa incidência de câncer de mama nesta população. Metódos: Estudamos 135 mulheres de etnia indígena sem alterações clínicas ou mamográficas que nunca utilizaram terapia hormonal. Todas elas foram transportadas para a capital do estado Macapá para serem submetidas a entrevista, mamografia bilateral e coleta de material biológico. Realizamos a entrevista na Casa do Índio através de intérprete local. A densidade mamográfica foi determinada por três observadores independentes, sendo duas avaliações subjetivas baseadas na classificação do ACR-BI-RADS® 2003 e uma computadorizada (software Adobe PhotoshopÒ, v. 10.0). Obtivemos amostras sanguíneas para extração do DNA, de acordo com o protocolo do kit illustra e, em seguida, realizamos exame de PCR-RFLP (polymerase chain reaction - restriction fragment lenght polymorphism) para análise dos polimorfismos MspI do gene do receptor de estrogênio e PROGINS do gene do receptor de progesterona. Resultados: Na determinação da densidade mamográfica, os observadores apresentaram elevado grau de concordância através do coeficiente de correlação Kappa, com p = 0,001. Encontramos 82% das índias com mamas não densas e 18% com mamas densas, com idade média de 50,4 anos. Verificamos associação de algumas características clínicas com a densidade mamográfica. Mamas não densas se associaram com idade mais elevada, níveis de E2 mais baixos e níveis de FSH mais altos. Não observamos diferença estatística entre os grupos de mamas densas e mamas não densas para a distrubuição dos genótipos dos polimorfismos PROGINS e ER-MspI. Conclusão: O padrão mamográfico não denso é predominante nas índias, independentemente.do estado menopausal. A densidade mamográfica se associou significativamente com a idade, status menopausal, níveis de FSH, e de E2 nesta população. O polimorfismo PROGINS foi encontrado em apenas 3,7% das mulheres indígenas, e o do MspI em 84,4%. Não foi encontrada correlação desses polimorfismos com a densidade mamográfica.
Keywords mammography
breast neoplasms
estrogenic receptors
progesterone receptors
west indies
mamografia
neoplasias da mama
receptores estrogênicos
receptores de progesterona
índias ocidentais
Language Portuguese
Date 2013-08-28
Published in SECCO, Jose Mauro. Densidade mamográfica e polimorfismos do gene do receptor de estrogênio mspi e do receptor de progesterona progins em índias do estado do Amapá. 2013. 138 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 138 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=951701
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47228

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account